Você já sabe que a proteção solar é um dos passos fundamentais para a saúde da pele, e ela não só minimiza as chances de queimaduras e câncer de pele, como também evita o envelhecimento precoce. Agora, a novidade na indústria dermocosmética é o filtro solar mineral 100% físico, que, antes, era indicado somente para pessoas com tendência à sensibilidade. No entanto, hoje, existem opções ideais para uso diário, inclusive para quem tem pele oleosa ou acneica. Ficou curiosa para saber mais sobre o produto? Olha só!

Quais são os diferenciais do protetor solar mineral 100% físico

De acordo com a dermatologista Valéria Marcondes, de São Paulo, o filtro solar físico oferece alta proteção contra as radiações UVA e UVB e é composto por minerais, como dióxido de titânio e óxido de zinco. Assim, sua tecnologia permite que, ao aplicar o produto sobre a pele, os raios sejam refletidos. “O principal benefício desse tipo de filtro solar é que ele atua sem causar reação química, criando uma barreira física de proteção”, explicou.

O protetor solar mineral 100% físico é indicado para todos os tipos de pele, principalmente as oleosas

Como não há reação química na pele, a médica explica que o protetor solar mineral 100% físico é muito indicado para quem tem tendência à sensibilidade e à oleosidade, mas é ideal para todos os tipos de pele. “O produto também é um importante aliado na prevenção contra manchas, como o melasma e marcas de acne, já que ajuda na proteção contra a luz visível - produzida por celulares, tablets e computadores, por exemplo -, que é uma das principais responsáveis pelo escurecimento cutâneo”, contou. Assim, peles sensíveis, com manchas, oleosas e acneicas são as mais beneficiadas pelo dermocosmético.

Veja como inserir o protetor solar mineral na rotina de cuidados com a pele

Segundo a Dra. Valéria, o filtro solar mineral 100% físico deve ser utilizado como qualquer outro fotoprotetor. Logo pela manhã, com a pele limpa, e após a sua rotina de tratamento, aplique o produto, garantindo que todas as áreas expostas sejam atendidas. Não esqueça de reaplicá-lo ao longo do dia, e caso esteja na praia ou na piscina, passe novamente o produto após o mergulho.

Ficou com dúvidas? Consulte o seu dermatologista e escolha o fotoprotetor ideal para as necessidades da sua pele!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.