Nem sempre é tarefa fácil manter os cuidados com a pele, principalmente, quando ela está sensibilizada ou irritada. Por isso, no inverno, quando costumam surgir sinais como ressecamento, coceira, vermelhidão e descamação, é necessário investir em produtos específicos, a fim de amenizar esses efeitos. Por isso, o DermaClub separou 5 dicas de cuidados para a pele sensibilizada que não podem faltar no seu nécessaire nas estações frias. Olha só!

1) As soluções micelares limpam suavemente

A limpeza da pele que está sensibilizada deve ser feita de forma delicada, respeitando suas características. Por isso, o uso de produtos que limpam sem agredir a barreira cutânea, como as soluções micelares, são fundamentais. Alguns destes dermocosméticos ainda oferecem ação antioxidante e calmante, já que contêm água termal, e não possuem corantes, álcool, parabenos e sabão, ideal para as peles sensibilizadas pelo frio.

2) A água termal é o produto ideal para acalmar a pele

A água termal é um produto multifuncional: hidrata, tonifica, é repleto de sais minerais benéficos à pele e, ainda, possui ação calmante, aliviando, inclusive, a sensação de ardor da pele irritada. Como sua indicação é livre, borrife sobre a pele sempre que achar necessário.

3) O hidratante é ideal para trazer viço à pele

Você já tem um hidratante para chamar de seu? Saiba que este item é fundamental para a saúde da pele! A pele hidratada fica mais resistente e mantém a sua função de barreira contra as agressões externas e contra a perda de água. Dessa forma, hidratantes contendo ativos como manteiga de karité, glicerina e alguns tipos de óleo são os mais recomendados para restaurar a pele e devolver a maciez.

4) Os lábios também precisam de atenção

É comum que, durante o inverno, os lábios também sofram com as mudanças climáticas, como frio, vento e sol. Assim, podem ficar rachados e desidratados, podendo causar dor e incômodo. Para manter a boca macia e hidratada, opte por produtos que sejam ricos em ativos hidratantes, como pantenol e a vitamina E, que vão reparar e ajudar a aliviar a região.

5) Nada de esquecer do filtro solar!

A radiação solar pode provocar efeitos variados na sua pele, entre os mais comuns estão: ressecamento, envelhecimento precoce e câncer de pele. Dermatologistas apontam que, mesmo em dias nublados e em ambientes fechados, é essencial a proteção contra a radiação solar. Por isso, converse com o seu médico e escolha o produto que mais se adeque às suas necessidades para aplicá-lo regularmente.

*Ficou com dúvidas? Procure o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e agende uma consulta!