Você já ouviu falar que é possível diminuir a temperatura da sua pele? Sim, é verdade! A temperatura corporal humana é, em média, 36,7C° e pode variar de acordo com algumas condições, como atividades físicas e exposição ao sol. O DermaClub conversou com a dermatologista Lilia Guadanhim, de São Paulo, para entender os benefícios desse processo e como fazer. Entenda!

Como e o que acontece com o aumento da temperatura da pele?

A temperatura da pele tende a variar de acordo com a temperatura do ambiente, com o grau de exposição solar, a prática de atividades físicas e outros fatores. Além da sudorese, o aumento da temperatura - em especial do rosto - causa uma vasodilatação. “Os vasos da face aumentam na tentativa de perder o calor, o que causa a vermelhidão”, afirmou a dermatologista.

Como podemos diminuir a temperatura?

“Para refrescar a pele do rosto, há diversos métodos possíveis. O uso da água termal é uma estratégia bastante prática, além de ter ação calmante e anti-inflamatória”, explicou. A médica ainda deu a dica de que este tipo de produto pode ser mantido na geladeira, para conferir ainda mais frescor, ou em temperatura ambiente. Outras possibilidades são: lavar a área com água ou soro fisiológico e usar compressas com chá de camomila gelado.

Quais os benefícios ao diminuir a temperatura da pele?

Peles com tendência à vermelhidão são, especialmente, beneficiadas por essa redução de temperatura. Essa ação também traz sensação de relaxamento e alívio para o corpo, além de melhorar a qualidade do sono. “Além disso, esse hábito também pode ser útil antes de passar maquiagem para melhorar o viço”, disse a Dra. Lilia.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.