Os poros são importantes para a liberação natural das substâncias da pele, mas quando estão obstruídos o incômodo é facilmente percebido e corre-se o risco de evoluir para um quadro de acne. Para explicar o que são, por que motivo entopem e quais as melhores maneiras de evitar e tratar o caso, o DermaClub conversou com a dermatologista Flávia Addor, de São Paulo. Confira a entrevista!

Saiba o que são poros e por que eles entopem

Segundo a médica, os poros são orifícios por onde saem secreções naturais da pele, como o suor e o sebo. “Eles entopem devido ao aumento da secreção sebácea atrelado a restos de células epidérmicas, formando uma espécie de rolha, conhecido como comedão ou cravo”, esclareceu, afirmando que produtos tópicos que irritam a pele também podem ocasionar reações nos poros, proporcionando a obstrução dos mesmos.

Dra. Flávia explica quais os riscos dos poros obstruídos para a pele

A médica explicou que os comedões também podem ser lesões primárias de acne, e, se não forem tratadas adequadamente, podem evoluir, formando lesões inflamatórias - espinhas. “É importante que as pessoas prestem atenção ao quadro e, quando não perceberem melhora com os cuidados higiênicos, saberem que precisam se consultar com um dermatologista. Nesse caso, o paciente vai precisar de medicamentos que regulem a produção do sebo, além de procedimentos que reduzam o diâmetro dos poros”, pontuou.

Descubra como evitar e tratar a obstrução dos poros

Para evitar que os orifícios de saída da secreção não acabem sofrendo com o comedão, a dermato indica apostar na limpeza. “Proceder com uma higiene adequada ao tipo de pele e, principalmente, usar produtos conforme às necessidades do paciente”, explicou, afirmando que dermocosméticos com ação esfoliante ou queratolítica são boas alternativas para tratar os poros entupidos. “A quebra da queratina facilita a saída do sebo e dos restos de células queratinizadas. Quando o paciente apresenta também quadro de acne, é preciso fazer a drenagem dos comedões, ou seja, a limpeza de pele”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.