Não é fácil escolher um dermocosmético adequado quando o número de opções presentes nas lojas é enorme. Além disso, costuma bater aquela dúvida: o que é indispensável para um produto antirrugas de qualidade? Para responder essa questão, o DermaClub conversou com a dermatologista Luciana Kalache, a fim de entender mais sobre esses cuidados e a partir de que idade é necessário incluir tratamentos à rotina de beleza. Confira!

Veja quais são os benefícios dos produtos antirrugas e os ativos que não podem faltar

Para saber o melhor creme antirrugas que você deve usar, primeiramente, é essencial a consulta com um dermatologista. No entanto, a Dra. Luciana afirma que são vários os ativos que auxiliam no tratamento do envelhecimento da pele, como a vitamina C, os derivados da vitamina A, os alfa-hidroxiácidos, o ácido hialurônico, dentre outros compostos, que ajudam na hidratação da pele, na renovação celular e no estímulo da produção do colágeno. Assim, ocorre uma melhora no viço e no aspecto do rosto, que fica menos ressecado, rugoso e envelhecido.

Entenda como as rugas aparecem na sua pele

Sabemos que, com o tempo, é normal a pele apresentar os primeiros sinais de envelhecimento. Mas, você sabe por que isso acontece? De acordo com a dermatologista, essa ação é ocasionada devido à redução na produção de fibras elásticas e colágenas e ácido hialurônico da pele. Assim, acontece o aumento da flacidez, o aparecimento de rugas e de linhas de expressão.

“O surgimento dessas marcas varia de cada pessoa, podendo ser genético, hormonal ou devido a agentes externos, como exposição à radiação ultravioleta, tabagismo, má alimentação, bronzeamento artificial e doenças sistêmicas, que alteram o processo de glicação e oxidação da pele”, explicou.

Saiba a partir de que idade surgem os primeiros sinais de envelhecimento

Segundo a médica, as linhas mais finas começam a surgir, em média, a partir dos 25 anos e vão se aprofundando. Quando chega a fase da menopausa, há um aceleramento considerável desses sinais, pois há queda na produção das fibras elásticas e colágenas. “As rugas ficam mais intensas. Além disso, ocorre alteração na função de barreira e hidratação da pele, conferindo aspecto mais envelhecido”, contou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.