Que tal apostar em um produto que alia proteção e alta cobertura para disfarçar manchas e outras imperfeições na pele? Basta investir em um filtro solar com cor. O dermocosmético vem sendo muito usado por facilitar a rotina de cuidados com a pele, mesclando a etapa do protetor com a maquiagem. Mas, apesar de conhecido, existem muitas dúvidas por trás deste item: ele protege mais do que o comum? Qual é a melhor maneira de aplicar na pele? Precisa passar apenas nas manchas? O DermaClub esclareceu essas questões. Confira!

1) O filtro solar com cor protege mais?

Além de proteger a pele dos raios ultravioletas, o protetor solar com cor também ajuda na proteção contra a luz visível - emitida pelo reflexo das janelas, por aparelhos eletrônicos, como o celular, e lâmpadas fluorescentes. O produto age como uma barreira física, por conta dos seus pigmentos que ajudam a garantir essa proteção extra.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2) O protetor com cor substitui a base?

Pode sim! Mas tudo vai depender do nível de cobertura que o produto possui. Atualmente, existem muitos protetores com cor que garantem alta cobertura e uniformizam a pele ainda na primeira camada, disfarçando manchas, marcas de acne e até mesmo aquelas olheiras mais marcadas. Um exemplo é o Idéal Soleil Clarify, de Vichy.

3) Como aplicar protetor com cor?

Existem várias maneiras de aplicar o protetor com cor: 1) com os dedos limpos, espalhando bem em todo o rosto dando pequenas batidinhas para garantir uma boa cobertura; 2) usando uma esponja de maquiagem umedecida; 3) com um pincel de base distribuindo bem a fórmula, sem esquecer das áreas de transição, como orelhas, pescoço e linha do cabelo.

4) Devo passar só nas manchas?

O ideal é aplicar no rosto todo para uniformizar o tom de pele. Mas se você precisa cobrir uma mancha mais escura ou uma olheira marcada, a dica é construir mais de uma camada para esconder bem essas imperfeições.

5) Como escolher o tom exato para a minha pele?

O mais indicado é experimentar o produto antes de comprar para ter certeza que aquele tom é adequado com o da sua pele. O teste pode ser feito no canto do maxilar, entre o começo da bochecha e o pescoço. Também é importante fazer a prova na luz do dia, já que a iluminação de muitas lâmpadas proporciona um tom mais amarelado à pele e isso pode confundir a sua escolha do protetor.