O uso de protetor solar é um cuidado fundamental para todos, principalmente para as mulheres no período de gravidez, que buscam evitar o melasma e as manchas escuras favorecidas pelo turbilhão de hormônios dessa fase. Mas será que é possível usar o mesmo protetor usado antes da gravidez? O DermaClub conversou com a dermatologista Lilia Guadanhim, de São Paulo, que explicou o que devemos levar em consideração na hora de escolher o produto.

A pele da mulher durante a gravidez pode sofrer alterações

Assim como o resto do corpo, a pele, os cabelos e as unhas das mulheres também sofrem mudanças durante a gestação. “Cerca de 70% das mulheres lidam com as alterações pigmentares, que são aquelas manchas castanhas e rendilhadas que aparecem, principalmente, na região central da face”, informou a dermatologista.

Também é comum haver escurecimento dos mamilos, aréolas, axilas e da parte interna das coxas. Além disso, por diversos motivos - inclusive pelo ganho de peso durante a gestação - é comum surgirem estrias, novos vasos e vasodilatação a partir do terceiro trimestre.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

A sensibilidade afeta a pele da gestante

A pele da criança, dependendo da idade, ainda é imatura, o que a torna muito mais sensível. E no idoso, pela produção sebácea e renovação celular alteradas, também é mais sensível. Durante a gestação, por se tratar de um período marcado por modificações intensas, bastante características durante o processo, alguns estudos recentes apontam para uma sensibilidade ainda maior: “Nesta fase, ocorre uma grande perda de água transepidérmica, por isso, é comum ocorrer um ressecamento e aumento da sensibilidade da pele”, esclareceu.

Como escolher o melhor protetor solar para grávidas?

A proteção solar é essencial ao longo de toda a vida, mas é ainda mais importante durante a gravidez, principalmente pela tendência a manchas na pele nessa fase. O uso diário e regular de filtros com alto fator é fundamental, além de medidas físicas, como chapéus e óculos escuros.

A Dr. Lilia explica que os filtros solares nesse período devem ser diferenciados. “Os protetores para as gestantes devem ter óxido de ferro e o dióxido de titânio, presentes em produtos com cor de base, para otimizar a proteção contra luz visível e minimizar o risco de surgimento de manchas”, finalizou. Além disso, é importante escolher fórmulas hipoalergênicas e hidratantes, que evitem o risco de alergias ou qualquer tipo de irritação.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.