O sol é o queridinho de muitas mulheres, pois proporciona um bronzeado bonito no verão, influencia na energia do corpo e é a principal fonte de vitamina D. Mas é preciso se expor com cautela, já que o excesso de radiação pode ser prejudicial à pele. Pensando nisso, o DermaClub separou as principais informações para você proteger cada área do corpo sem perder os benefícios que os raios solares - nas horas adequadas - podem proporcionar!

Entenda a importância de se proteger dos raios solares diariamente

Segundo dermatologista Vanessa Metz, do Rio de Janeiro, a radiação que atinge a superfície da terra é cada vez mais intensa. “Hoje em dia, além da proteção contra os raios ultravioleta B, os fotoprotetores possuem ativos que protegem a pele da radiação ultravioleta A e luz branca”, explicou. Esses agentes, quando em contato com o corpo, podem causar queimaduras, manchas, envelhecimento precoce e câncer de pele. É importante lembrar que os horários de maior incidência estão entre as dez horas da manhã e quatro da tarde.

Saiba como escolher o valor do fator de proteção para a sua pele

Para a especialista, quando o paciente usa o fator de proteção abaixo do indicado existe grande risco de queimadura solar. “É uma agressão ao corpo e pode ter vários graus, desde apenas ficar vermelho até dar bolhas. A longo prazo, a pele fica manchada e envelhecida, além do risco de desenvolver câncer de pele”, esclareceu, afirmando que o FPS mínimo indicado e recomendado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia é igual a 30. “É importante ter em mente que quanto maior é a exposição, maior deve ser o valor do FPS”, concluiu.

Descubra como proteger cada área do corpo

A médica explicou que as áreas mais expostas devem ser sempre protegidas. “Devemos usar o protetor sempre em braços, mãos, pescoço, rosto e não esquecer de orelhas, cotovelos e dorso do pé. Apesar de ser a prática mais indicada, não usamos o produto no corpo inteiro no dia a dia por que temos as roupas como barreira física”, disse. A quantidade ideal de filtro é de três colheres de sopa para o corpo e uma colher de chá para o rosto.

Dermatologista fala sobre as texturas dos filtros solares

É possível encontrar diversas opções de filtro solares no mercado e suas texturas vão desde géis até cremes. “Nós, dermatologistas, indicamos uma gama de produtos que atendam as necessidades da pele do paciente, mas, dentre as opções que existem, quem decide é ele. É preciso estar confortável com o produto que está usando”, comentou, indicando algumas alternativas:

- Para peles oleosas, é importante se preocupar que o filtro tenha toque seco, já que a maioria dos pacientes não gosta do aspecto brilhoso;
- Já para peles secas o ideal é investir em veículos hidratantes, para que não haja sensação de repuxamento.

Consulte seu dermatologista para descobrir quais são o veículo e o FPS mais indicados para o seu tipo de pele e proteja-se!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.