A psoríase é uma doença muito comum que reúne mais de 2 milhões de casos por ano só no Brasil, segundo o Hospital Israelita Albert Einstein. A doença, classificada como crônica, inflamatória e não contagiosa, envolve o aceleramento da renovação celular, que causa lesões espessas, avermelhadas e que causam muita coceira no corpo todo. Mas você sabia que o problema também pode surgir na região facial? O DermaClub conversou com a dermatologista Tatiana Matos, de Salvador, que esclareceu tudo sobre a psoríase no rosto.

Por que a psoríase aparece no rosto? Conheça as causas

Embora o rosto seja uma das áreas mais poupadas da psoríase, não significa que está isenta dos sintomas da doença. De acordo com a médica, ela aparece na orla do couro cabeludo, acompanhando um envolvimento também da própria extensão do couro. “Normalmente, a causa da doença é genética, mas se sabe que estresse, alguns medicamentos, a falta de exposição ao sol, bebida alcoólica e o cigarro são alguns dos gatilhos”, disse.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

A psoríase no rosto tem cura?

A psoríase é uma doença crônica, ou seja, independentemente da região que ela se manifestar, não há possibilidade de cura. Mas a boa notícia é que o problema pode ser tratado. “Essa inflamação costuma responder muito bem aos cuidados, tendo uma melhora completa. Porém, é necessário manter as visitas regulares ao dermatologista, pois os sintomas podem voltar”, atentou.

Como podemos tratar a doença e prevenir os sintomas da psoríase?

Para prevenção, a Dra. Tatiane indica algumas medidas: “O correto é evitar os fatores desencadeantes, manter a pele sempre bem hidratada, de preferência com hidratantes à base de uréia, e evitar ferimentos na pele, já que estes podem propiciar surgimentos de novas lesões bem nestes locais”, reforçou. Além disso, durante o inverno, quem tem psoríase costuma enfrentar uma pele mais seca, necessitando de maior reforço na hidratação.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.