Para muitos, a psoríase ainda é considerada um problema desconhecido. Essa doença de pele, bastante comum, afeta mais de dois milhões de pessoas por ano no Brasil, de acordo com o Hospital Israelita Albert Einstein, e pode causar sinais e sintomas desconfortáveis, como coceira, placas vermelhas muito ressecadas e descamativas no corpo. Mas uma dúvida que muitas pessoas têm é se a psoríase tem cura. O DermaClub esclarece essa e outras questões sobre o assunto e ainda indica alguns cuidados para controlar os incômodos da psoríase na pele. Confira!

Psoríase é contagiosa? Conheça os sintomas da doença de pele

A psoríase é uma predisposição genética que costuma aparecer em duas fases ao longo da vida - em jovens que estão atingindo a idade adulta (depois dos 20 anos) e em pessoas acima dos 60 anos. Embora a doença seja comum nesses casos, não é uma regra, já que crianças também podem desenvolver. Além disso a complicação normalmente aparece seguida de situações de estresse e períodos em que a imunidade se encontra baixa, como quando estamos com alguma infecção ou gripe.

Embora muita gente pense que é uma doença com risco de contágio devido aos sintomas instalados na pele - como manchas vermelhas que coçam e descamam - a psoríase não é nem um pouco contagiosa. Ainda existe muito preconceito em torno do problema, por isso é importante se informar, até mesmo para ajudar de alguma forma o paciente que tenha a disfunção.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Psoríase tem cura? Entenda como as lesões acontecem

A psoríase é uma doença crônica - o que significa que ela pode durar por muito tempo ou para sempre, ou seja, não tem cura. A descamação acontece da seguinte forma: o sistema inflamatório acelera a renovação celular. Normalmente, a renovação da pele acontece a cada 10 dias. Já em pacientes que possuem este quadro, o processo de renovação se torna tão acelerado que as descamações pelo corpo são bem evidentes e podem provocar coceira.

Para controlar a psoríase, é importante manter o microbioma em equilíbrio

O microbioma é o conjunto de microrganismos que vivem em nosso corpo e são responsáveis por diversas funções, como a proteção da pele contra bactérias ou fungos que podem causar doenças. No caso de doenças de pele inflamatórias, como a dermatite atópica e a psoríase, há um desequilíbrio da população desses microrganismos, que facilita o surgimento de várias inflamações e infecções pelo organismo. Para evitar quadros de crise ou lesões, é importante manter o microbioma em equilíbrio. Isso ajuda a prevenir a ação de doenças, manter o pH da pele a fim de preservar a integridade da barreira cutânea.

5 cuidados para controlar a psoríase e as manchas vermelhas na pele

1- Hidratar a pele todos os dias, principalmente no clima mais frio.
2- Não tomar banhos longos e quentes.
3- Evitar o uso de dermocosméticos com parabenos e substâncias potencialmente irritativas.
4- Invista em ativos calmantes, como a água termal, para amenizar as manchas vermelhas.
5- Consulte sempre um dermatologista para manter sua pele saudável.