Muitas vezes, quem tem pele oleosa e acneica tem receio de aplicar qualquer produto na pele após a etapa da limpeza. No entanto, além da hidratação, a proteção solar é fundamental mesmo para a pele que sofre com acne (cravos e espinhas) e oleosidade excessiva. Mas como escolher uma fórmula diária que não piore esse quadro? Confira a matéria do DermaClub e entenda!

Fique de olho na composição do seu protetor solar

Ao investir no seu protetor solar diário, é importante investir em uma fórmula que realmente mantenha a pele protegida, mas que não cause outros problemas. Isso é especialmente verdade para as peles oleosas e acneicas, pois é muito comum procurar um protetor com alto FPS para se manter bem protegida, mas ao aplicá-lo você sente a pele pesada e brilhosa e na mesma hora se arrepende. Protetores especialmente desenvolvidas para a pele oleosa e acneica, possuem fórmulas diferenciadas para manter a pele protegida sem que isso signifique mais brilho e mais oleosidade. Por exemplo, você pode procurar pela sílica aerada na composição do seu protetor solar – ela absorve a oleosidade excessiva na superfície da pele e ajuda a deixá-la matificada, eliminando o brilho excessivo e deixando-a com toque bem sequinho.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Que características um protetor solar para pele oleosa e acneica deve ter?

Hoje em dia, com as novas tecnologias, é possível desenvolver um fator de proteção alto com a textura ideal para a pele mista, oleosa e acneica. Procure por fórmulas especialmente desenvolvidas para o seu tipo de pele, de preferência desenvolvidas no Brasil, assim temos certeza que a fórmula está de acordo com o que precisamos na nossa pele. Outra dica é que agora, as fórmulas além de leves e fáceis de aplicar podem ter o toque imperceptível, ou seja, que se adapta perfeitamente a sua pele, sem causar obstrução dos poros ou sensação de peso e incômodo.

Para priorizar a fotoproteção, preciso abrir mão do efeito sequinho na pele?

Alguns protetores de FPS muito alto possuem fórmulas que ajudam a piorar a oleosidade da pele, criando uma película gordurosa e esbranquiçada sobre o rosto. Isso contribuiu para o surgimento do mito de que todos os protetores de FPS muito alto pioram a oleosidade na pele - o que não é verdade! Hoje em dia, existem fórmulas leves e completamente imperceptíveis, como é o caso do protetor solar UV Oil Defense FPS 80 de SkinCeuticals, que se adapta à superfície da pele com efeito de segunda pele, dando uma sensação de conforto total ao rosto enquanto o deixa totalmente protegido do sol, sem brilho, sem oleosidade e sem filme branco.

*Ficou com dúvidas? Procure o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e agende uma consulta!