Lavar o cabelo: quantas vezes na semana você faz isso? O ritual simples feito com shampoo e condicionador é um hábito bem comum na rotina, mas será que existe uma frequência adequada para realizar a higiene do couro cabeludo e dos fios? Quantas vezes realmente devemos lavar o cabelo? O DermaClub bateu um papo com a dermatologista Tatiane Curi, de São Paulo, que esclareceu o assunto e ainda indicou um passo a passo desse cuidado. Veja só!

Afinal de contas, quantas vezes se deve lavar o cabelo?

De acordo com a médica, não existe uma regra básica ou uma regularidade ideal para lavar os cabelos. “Essa frequência vai depender do tipo de fios e couro cabeludo que o paciente possui - couros cabeludos mais oleosos podem e devem ser lavados com uma frequência maior comparados aqueles que apresentam sensibilidade ou ressecamento, por exemplo”, explicou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Lavar o cabelo todo dia faz mal?

Não. Alguns cabelos podem ser lavados todos os dias sem restrições. Segundo a Dra. Tatiane, o problema de praticar esse cuidado diariamente está na temperatura da água, no uso de alguns produtos agressivos durante o ritual e outros erros comuns: “A água aquecida pode causar a inflamação do couro cabeludo, chamada de dermatite seborreica; o uso demasiado de shampoos de tratamento - como aqueles com agentes seborreguladores - ressecam e causam o efeito rebote do couro cabeludo; e dormir com os fios molhados ou úmidos pode desencadear alguns tipos de micoses”, atentou.

E a falta de higiene, pode causar problemas à região?

Verdade! Quem passa muitos dias sem lavar as madeixas e o couro cabeludo pode desenvolver vários problemas: “A falta de higiene causa um acúmulo enorme de secreção, sebo e outros resíduos de poluição no local. O paciente acaba tendo caspa, coceira, foliculite e, em alguns casos, até a queda acentuada dos fios”, disse.

Como lavar o cabelo? Confira dicas e os melhores produtos a serem usados

A frequência com que o cabelo deve ser lavado acaba variando de acordo com o tipo de couro cabeludo e cabelo de cada pessoa. A dermatologista afirma que eles podem ser higienizados diariamente ou até em dias alternados. Mas para ter resultados positivos na lavagem, é importante seguir algumas dicas:

- Prefira a água do banho morna ou fria para evitar o excesso de oleosidade;
- Adquira o hábito de tomar banhos rápidos no inverno - época em que é mais confortável deixar a água mais quente;
- Use um shampoo diário livre de sulfatos;
- Se necessário, intercale com shampoos específicos para casos clínicos - como dermatite seborreica, couro cabeludo oleoso, couro cabeludo sensível, entre outros;
- Alguns shampoos de limpeza profunda ou microesfoliantes podem ser indicados por um dermatologista e utilizados numa frequência menor de acordo com cada paciente;
- Condicionadores, máscaras, séruns ou loções hidratantes podem ser usados normalmente, com cuidado para evitar o contato com a raiz e enxaguando sempre com água abundante para não deixar resíduos.
- Adicionar um creme de limpeza na rotina capilar também pode ajudar a evitar o ressecamento do couro cabeludo e deixar o local limpo e fresco.

Passo a passo de como lavar o cabelo

1º passo) Aplique o shampoo de sua preferência no couro cabeludo e massageie levemente por alguns minutos com as pontas dos dedos (evitando usar as unhas) e deixe o produto escorrer pelo comprimento dos fios. Enxagüe.

2º passo) Em seguida, aplique o condicionador do comprimento até as pontas do cabelo ainda úmido - evitando o couro cabeludo para não criar acúmulo de produto na região. Deixe o creme agir por alguns minutos e enxagüe logo em seguida.

Atenção: em caso de usar um creme de limpeza, não é necessário usar o shampoo e o condicionador. Esse cuidado já substitui os dois produtos.

3° passo) Aqui você pode incluir um tratamento capilar - máscara ou ampola de hidratação, por exemplo.

E pronto! Seu cabelo está limpinho para ser finalizado do jeito que quiser!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.