A queda de cabelo é um problema que atinge muitos homens e mulheres. Diariamente, é normal perdermos 50 a 100 fios - quantidade considerada saudável pelos dermatologistas - ao pentear e lavar as madeixas, porém, quando esse número cresce, deixando grandes tufos no ralo do banheiro e espalhados pela casa, ou até mesmo criando falhas no couro cabeludo, é um sinal de enfraquecimento. Você sabia que o motivo do dano pode estar relacionado a uma má alimentação ou com o estresse da rotina? O DermaClub esclareceu como esses problemas podem influenciar na perda demasiada de cabelos. Confira!

Fatores externos que podem causar a queda de cabelo

O cabelo possui um ciclo de crescimento e queda. Porém, ele pode ser interrompido por conta da fragilidade da haste, que ocorre devido à realização de procedimentos químicos, como tinturas, alisamentos e relaxamentos. Além disso, o problema pode estar relacionado também com alterações hormonais, efeitos colaterais a anestesia de cirurgias, infecções, medicamentos fortes, dermatite seborreica, entre outros.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Entenda como a má alimentação pode causar o enfraquecimento dos fios

De acordo com especialistas, a falta de nutrientes no organismo, como vitaminas, proteínas e minerais podem causar o enfraquecimento dos fios e, consequentemente, a perda demasiada deles. Para manter um cabelo forte, macio, brilhoso e com um crescimento saudável, é necessário ter uma boa alimentação. Sendo assim, é fundamental incluir os seguintes ingredientes e hábitos na sua rotina:

Vitaminas do complexo B: fígado, peixe, nozes, gema de ovo e soja;

Vitamina A: cenoura, beterraba e própolis;

Vitamina C: laranja, morango, limão, brócolis e suco de tomate;

Vitamina E: cereais integrais, óleos vegetais e sementes;

Proteína: carne vermelha, frango, leite e ovos;

Ferro: feijão, cereais, vegetais verdes e frutas secas;

A ingestão de água: dois litros por dia é ideal para manter o cabelo hidratado.

E o estresse, como ele reflete na queda capilar?

Assim como a pele, os cabelos também podem ser prejudicados com o estresse. Esse desequilíbrio emocional atrapalha o ciclo de vida dos folículos pilosos, antecipando o estágio de queda. Neste caso, é comum que caia uma grande quantidade de fios, deixando até mesmo falhas no couro cabeludo. A boa notícia é que esse tipo de queda pode ser revertida, desde que a causa seja tratada e eliminada.

Neste caso, o tratamento deve ser multidisciplinar, com consultas ao psicólogo - para controlar o estresse -, além do uso de vitaminas para o fortalecimento do cabelo e medicamentos de aplicação local a fim de evitar a queda e ajudar no crescimento das madeixas. Outra solução pode ser a utilização de shampoos e condicionadores que controlam a quebra e fortificam a fibra capilar, como é o caso da linha energizante antiqueda e antiquebra de Vichy.

Com uma boa alimentação e longe do estresse seu cabelo será muito mais saudável e bonito!