O queloide é uma proliferação dérmica excessiva no processo de cicatrização. O problema possui causa genética ou em casos de cortes e machucados muito profundos, como em cirurgias. Mas quem tem queloide normalmente precisa operar? Quais são os demais tipos de tratamento para remover ou amenizar essa marca na pele? O DermaClub conversou com a dermatologista Flávia Addor, de São Paulo, que esclareceu o assunto.

Como se forma o queloide?

A Dra. Flávia Addor, de São Paulo, afirma que existem muitos fatores que podem causar o queloide e que essa cicatriz alta na pele costuma afetar pessoas mais predispostas ao problema: “Pacientes negros e orientais possuem maiores chances de desenvolver o problema”, revelou. Sendo assim, quem possui essa tendência, pode formar queloide através de:

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

- Cortes de cirurgias;

- Acne grave;

- Queimaduras;

- Furos nas orelhas;

- Tatuagens;

- Feridas traumáticas;

- Marcas de vacinas.

A melhor solução para queloide é a cirurgia?

A dermatologista afirma que não necessariamente. “Dependendo do tamanho, local e tempo de evolução, outras medidas terapêuticas, como medicações tópicas ou injetáveis podem apresentar grandes resultados no tratamento da queloide”, esclareceu. Para garantir a terapia adequada, consulte seu dermatologista.

Conheça outras formas de tratamento para queloide

- Medicamentos tópicos;

- Laseres;

- Crioterapia;

- Roupas de compressão;

- Radiação.

Dermatologista:

Drª. Flávia Alvim Santanna Addor // CRM: 66293

Dra. Flávia Addor é dermatologista formada pela Santa Casa de São Paulo, com mestrado no Departamento de Dermatologia da Universidade de São Paulo e extensão universitária na Vrije university (Bruxelas). É membro da Academia Americana de Dermatologia e sócia titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Além disso, a médica fez parte do corpo docente da Universidade de Santo Amaro em São Paulo.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.