Pontas duplas, ressecamento, fios quebrados… Na busca por um cabelo saudável, esses são alguns dos piores cenários possíveis. Para evitar todos esses problemas, é importante seguir um cronograma capilar específico para as necessidades dos seus fios, composto por hidratação, nutrição e reconstrução. Nessa última etapa, o principal ingrediente é a queratina - você já ouviu falar nessa proteína? Confira a matéria do DermaClub e entenda os seus benefícios para os cabelos!

O que é a queratina?

A queratina é uma proteína de origem animal, formada por cerca de 20 aminoácidos, que está presente na nossa pele, unhas e cabelos. Mais conhecida pela sua função nos fios, ela representa 90% da formação dos folículos, sendo essencial para estes tenham vida, elasticidade e resistência.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Quais os benefícios da queratina para o cabelo?

No dia a dia, o cabelo sofre várias agressões - sejam elas químicas, como procedimentos como coloração e alisamento; térmicas, provenientes do calor de secadores, chapinhas e outros; físicas, como o atrito com pentes e escovas; ou externas, como a radiação ultravioleta, o vento e a poluição. Todas elas, em conjunto ou não, degradam a queratina existente, criando danos aos fios: pontas duplas, quebra e ressecamento.

Sendo assim, é necessário repor essa proteína através do uso de dermocosméticos que ajudem nesse sentido, como os shampoos, condicionadores e máscaras enriquecidos com queratina, para que os fios possam ser reconstruídos e fiquem mais resistentes às agressões.

Como incluir a queratina na rotina capilar?

Se o seu cabelo apresenta sinais de ressecamento, opacidade, efeito “chiclete” ou pontas duplas, está na hora de incluir um (ou mais) cuidados enriquecidos com queratina na sua rotina capilar! Na hora de investir em produtos específicos para isso, uma dica importante é procurar por dermocosméticos ao invés de cosméticos - vale a pena conversar com o seu dermatologista para te indicar o melhor!

Além disso, é importante observar a concentração de queratina nos produtos, para evitar sobrecarregar os fios com a proteína. O truque é “aumentar” a concentração ao longo dos fios, do seguinte modo:

- Para a raiz, em que os cabelos são novos e ainda não sofreram muita perda de queratina, aposte num shampoo enriquecido com uma concentração baixa da substância, 2% no máximo;
- No comprimento dos fios, em que existem fios saudáveis e fios danificados, use um condicionador com uma concentração ligeiramente mais alta, como 4%;
- Nas pontas, onde existem mais danos, use um leave-in com concentração mais alta, cerca de 10%.

*Ficou com dúvidas? Procure o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e agende uma consulta!