Seu cabelo está ressecado, com pontas duplas e com uma aparência opaca? Um tratamento com queratina pode ser a solução dos seus problemas capilares. Ela é uma proteína produzida pelo nosso corpo, conhecida por dar mais força e resistência aos fios, mas com os danos da chapinha, secador, radiação solar e poluição essa substância vai sendo perdida, precisando de reposição. Embora seja importante devolver esse ingrediente, a queratina pode acabar quebrando o cabelo? Para esclarecer essa questão, o DermaClub conversou com a dermatologista Gabriella Albuquerque.

Para que serve a queratina?

De acordo com a médica, a queratina possibilita o fortalecimento da estrutura capilar pois permite maior hidratação dos fios. “Ela promove também o fechamento das cutículas e recupera os danos, por formar um filme que protege o cabelo contra futuras agressões”, esclareceu. Sendo assim, podemos usar a queratina em caso de cabelos ressecados ou danificados.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

A queratina pode quebrar o cabelo?

Os produtos à base de queratina funcionam a partir da reposição dessa proteína na fibra capilar, deixando os fios mais firmes e estruturados. Por outro lado, se você exagerar na dose de queratina, é possível que as madeixas fiquem mais endurecidas causando, assim, a quebra. Por isso, antes de usar a substância procure um especialista que saiba orientar a quantidade correta a ser utilizada.

Como usar queratina corretamente na sua rotina de cuidados capilar?

Para você não errar a mão na queratina, o ideal é investir em um ou mais cuidados enriquecidos com essa substância na sua rotina capilar. Aposte em dermocosméticos (shampoo, condicionador e leave-in) que possuem a concentração inteligente e adequada de queratina, para evitar qualquer tipo de sobrecarga nos fios.

- Para a raiz, região em que os cabelos são novos e ainda não sofreram muitos danos, aposte num shampoo repositor enriquecido com uma concentração adequada de queratina, para ajudar a compensar os danos associados à perda de queratina;

- No comprimento dos fios, em que existe uma mistura de fios saudáveis e danificados, use um condicionador restaurador com uma concentração média da substância, para hidratar de forma duradoura atuando nas partes mais profundas do fio sem pesar;

- Nas pontas, onde os danos são maiores, use um leave-in com concentração mais elevada, para selar as cutículas, reduzir a quebra e proteger os fios sem pesar.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.