Apesar do Brasil ter predominância em pele oleosa, o ressecamento também acomete parte dos homens e mulheres devido às condições ambientais - incluindo vento e mudanças climáticas -, uso de medicamentos e fatores genéticos. A pele seca no corpo é áspera, frágil e fica facilmente irritada, provocando desconforto e sensação de repuxamento. Além disso, ainda pode ter outras características, como rachaduras e tendência à descamação. Se você sofre com o problema, fique atento às dicas do DermaClub e equilibre sua pele!

Como acontece o ressecamento? Descubra e conquiste uma cútis equilibrada

A pele seca é consequência de uma modificação na barreira cutânea. Quando cada vez menos lipídios são produzidos na superfície da pele, mais irregular essa barreira se torna. As células perdem sua capacidade de reter a água, que evapora. Assim, ela fica ressecada, desconfortável e com a tão conhecida sensação de repuxamento.

Saiba quais são os cuidados para prevenir o ressecamento da pele

O uso de cremes e loções hidratantes são essenciais para combater a sensação de aspereza. Os dermocosméticos ajudam a restaurar a camada hidrolipídica, conferindo mais maciez e viço. Os produtos devem ser aplicados diariamente, de preferência depois do banho ainda com a pele úmida, para haver melhor absorção dos ativos.

Além disso, outros cuidados são essenciais para preservar o nível de hidratação do corpo. Dermatologistas recomendam os seguintes passos:

- Aposte em produtos com formulação suave e de alta tolerância (principalmente géis sem sabão e sabonetes ricos em lipídeos);
- Não tome banho com água quente, pois ela estimula a dilatação dos poros e pode provocar irritações e ressecamento. Opte sempre pela temperatura morna ou fria;
- Beba, no mínimo, dois litros de água por dia.
- Use cremes específicos para rosto, mãos, pés e ceras para cutículas, já que eles são formulados para atender especificamente estas áreas.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.