Os cuidados prebióticos com a pele estão sendo cada vez mais indicados pelos médicos dermatologistas, principalmente para quem possui sensibilidade ou condições que levam a inflamação cutânea, como rosácea, dermatite atópica e acne. Quando incluímos produtos com essas substâncias em nossa rotina, as bactérias benéficas aumentam, deixando a flora boa da pele mais forte e saudável, evitando e controlando sintomas reativos, como manchas vermelhas, quadros alérgicos e a formação de lesões.

Quer saber mais o que esses microrganismos do bem podem fazer para o seu corpo e rosto? O DermaClub listou 7 doenças e problemas de pele que podem se beneficiar de um cuidado prebiótico diário. Confira!

Entenda melhor sobre dermocosméticos prebióticos

Os produtos com prebióticos devolvem o equilíbrio da pele, que pode estar comprometido causando uma sensibilidade na pele, gerando um quadro inflamatório. Ao incluir esses cuidados prebióticos na rotina de beleza, conseguimos estimular o aumento da flora benéfica da pele. Com esses microrganismos, conseguimos manter a região mais fortalecida e protegida, evitando reações como coceira, manchas vermelhas e a formação de lesões.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

7 doenças e problemas de pele que melhoram com um cuidado prebiótico

1) Rosácea: o uso de produtos prebióticos controla a sensibilidade da pele, melhorando a formação de manchas vermelhas e outros sintomas como ardência.

2) Dermatite atópica: o uso de produtos prebióticos deixam a microbiota em equilíbrio e controlam as crises da doença, o ressecamento e a formação lesões na pele.

3) Acne: como os cuidados prebióticos estimulam apenas as bactérias boas da pele, aquelas que ajudam na formação de cravos e espinhas são inibidas, evitando a formação das lesões.

4) Psoríase: o cuidado prebiótico controla a formação de lesões, a sensibilidade e o aspecto de pele seca.

5) Eczema: a barreira cutânea fica reparada, prevenindo a irritação e a formação de feridas ásperas e descamativas.

6) Alergia: evita o surgimento de bolinhas vermelhas e de coceira.

7) Manchas vermelhas: os cuidados prebióticos podem prevenir qualquer condição que proporcione sensibilidade da pele e a formação de manchas.