Para as beauty addicts não é novidade que os sabonetes em barra são, em sua maioria, mais econômicos e têm preços mais acessíveis. Mas será que eles são melhores, piores ou têm o mesmo efeito que os líquidos? Para esclarecer essa e outras dúvidas, o DermaClub conversou com a dermatologista Lilia Guadanhim, de São Paulo, que revelou quais são as melhores indicações e modo de uso desses dermocosméticos. Acompanhe!

Sabonete em barra é para todos: descubra as particularidades do produto

De acordo com a Dra. Lilia, há sabonetes em barra adequados para todos os tipos de pele, desde as mais sensíveis até as extremamente oleosas. “O que vai variar é a composição. Devido ao pH (potencial de hidrogênio), os sólidos tendem a ser mais alcalinos - agressivos -, enquanto os líquidos são mais suaves - possuem pH mais próximo ao da pele”, explicou, afirmando que, além disso, estes dermocosméticos são bastante indicados em casos de oleosidade e acne corporal, pois possibilitam o tratamento de áreas mais extensas.

Dra. Lilia ensina como usar o sabonete em barra adequadamente

Segundo a dermatologista, existem duas formas de aplicar o produto. “Os sabonetes em barra podem ser usados diretamente na pele molhada. É mais prático e muito eficaz em áreas extrafaciais, como as costas. No entanto, ainda podemos utilizá-lo massageando a pele com a espuma gerada nas mãos. Este gestual é delicado e pode chegar em áreas de difícil alcance”, explicou.

Saiba quais são os cuidados essenciais ao higienizar a pele 

Para a médica, o ideal é lavar o rosto até duas vezes ao dia para evitar a produção exagerada de oleosidade. Após a limpeza é importante hidratar o corpo e, por fim, não esqueça de se proteger contra os raios solares. A doutora também afirma que o contato de dermocosmético com os olhos pode gerar irritação. Caso isso aconteça, lave abundantemente com água.

Marque uma consulta com o seu dermatologista para saber quais os produtos mais indicados para o seu tipo de pele e inicie a sua rotina de cuidados.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.