Por ser uma extensão da pele, o couro cabeludo precisa ter uma rotina de cuidados para se manter saudável. Além da higiene regular, é necessário usar produtos ideais para as características da região, evitar o excesso de oleosidade e proteger da radiação solar, principalmente nos dias mais quentes. Estas atitudes ajudam a manter os fios fortes e resistentes a queda. Para esclarecer o assunto e definir os melhores cuidados com o couro cabeludo, o DermaClub conversou com a dermatologista Carolina Marçon, de São Paulo. Veja só!

Por que o couro cabeludo enfraquece?

Existem muitos fatores que colaboram para o enfraquecimento do couro cabeludo. De acordo com a médica, isso envolve todo o funcionamento do organismo: desde a má alimentação até a maneira como cuidamos localmente do cabelo - com o uso de shampoos, condicionadores, secadores e chapinhas.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Cuidados para manter o couro cabeludo forte e minimizar a queda

Para ter um couro cabeludo saudável, é necessário praticar uma série de cuidados. Dentre eles, está uma alimentação rica em proteínas, vitaminas e minerais. “Comer bem reflete na boa atuação do folículo - região de ancoragem do fio localizada dentro do couro cabeludo”, explicou a dermatologista.

Além disso, é importante que a higiene seja feita regularmente. Segundo a Dra. Carolina, “o couro cabeludo saudável é um couro cabeludo limpo, mas a lavagem da região pode variar de acordo com as características de cada paciente. Por exemplo, quem tem a região mais oleosa, muitas vezes, precisa lavar o cabelo todos os dias. Já quem tem o couro mais seco, pode espaçar esse intervalo de tempo”, indicou. Com este cuidado também conseguimos manter a região longe do excesso de oleosidade, que pode gerar problemas como caspa e fungos - quadro conhecido como dermatite seborreica.

Produtos ideais para realizar a limpeza do couro cabeludo

Quanto aos shampoos e condicionadores, é fundamental que eles limpem bem e façam isso sem agredir o couro cabeludo. “Existem também produtos, como os shampoos sem sulfato, que limpam a região sem remover o manto hidrolipídico - a hidratação natural do couro cabeludo - e sem deixar a região sensível e desprotegida”, ressaltou. Para quem apresenta mais sensibilidade nessa área, também é importante usar dermocosméticos específicos para o caso.

Proteja o couro cabeludo do secador, da chapinha e da radiação solar

Outro ponto importante a ser evitado é o calor excessivo - tanto para prevenir a irritação da pele local, como para controlar a oleosidade. “É bom evitar o contato direto com o secador e a chapinha. Para secar o cabelo, mantenha a distância dessas ferramentas em 20 cm do couro cabeludo”, atentou.

A proteção contra a radiação solar também deve ser priorizada, pois da mesma forma que danifica a pele, acaba fazendo mal ao couro cabeludo. “Sempre que sair ao sol, é importante proteger a região com o uso de barreiras físicas, como chapéus e bonés”.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.