Para muitas pessoas, verão é sinônimo de pele corada e marquinhas de biquíni. Porém, o sol pode danificá-la a ponto de comprometer a saúde. Por isso, O DermaClub conversou com a dermatologista Lilia Guadanhim, da cidade de São Paulo, que explicou quais são os principais cuidados durante a estação mais quente do ano, como se proteger dos efeitos da radiação solar e qual a melhor maneira de garantir um bronzeamento saudável e sem riscos. Confira!

Descubra como devem ser os cuidados com a pele na estação mais quente do ano

De acordo com a médica, no verão, o principal cuidado com o corpo é a proteção solar. “Aposte em filtros solares de amplo espectro, com proteção UVA e UVB, além do FPS maior ou igual a 30. Em casos de exposição solar intensa, o uso de óculos escuros, chapéus e roupas com fator de proteção também é extremamente útil”, explicou.

Dra. Lilia atentou que é preciso conversar com um dermatologista sobre a frequência do uso de cremes noturnos. “Pode ser necessário diminuir a frequência ou mesmo a potência dos ácidos de uso noturno no verão. Produtos com ativos antioxidantes - como a vitamina C e o ácido ferúlico - são muito úteis para diminuir os danos da radiação ultravioleta na pele e podem ser utilizados nessa época do ano”, pontuou.

A hidratação é muito importante para a saúde da pele

Segundo a dermatologista, no verão a pele está mais exposta às agressões do ambiente, como piscinas e praias, e, por isso, tende a ficar mais ressecada. “Use hidratantes eficazes após o banho - o dermocosmético consegue penetrar melhor na camada mais superficial da pele -, escolha os menos perfumados. Evite ainda buchas na hora da higienização e prefira sabonetes mais suaves”, esclareceu, indicando um coringa para essa época do ano: a água termal. “Além de refrescar, ela tem ação hidratante e anti-inflamatória. É uma ótima dica para levar para a praia – borrife-a no rosto ao sair do mar ou da piscina e em seguida reaplique o filtro solar”, indicou.

A proteção solar é fundamental e deve ser intensificada em dias mais ensolarados

A Dra. Lilia Guadanhim explicou que a exposição solar intensa está diretamente relacionada ao surgimento de manchas e rugas na pele, além de ser o principal fator de risco para lesões de câncer. “A dica mais valiosa para o verão é a fotoproteção! Aplique um protetor solar de amplo espectro e com o FPS de, no mínimo, 30, e reaplique o protetor a cada duas horas”, disse, chamando atenção para pessoas que possuem fototipos mais claros - como o I, II e III - e, por isso, têm a pele mais sensível ao sol, que dificilmente se bronzeiam - ficam vermelhos - e devem estar sempre atentos ao uso do filtro.

Descubra como conquista o bronzeado dourado e saudável

Para a médica, a melhor maneira de garantir um bronzeado dourado e saudável é fazendo uso dos autobronzeadores. “Esse tipo de dermocosméticos são cremes que contêm diidroxiacetona - se ligam à queratina da camada mais superficial da pele e formam compostos chamados melanoidinas, que tem estrutura semelhante à melanina da pele e promovem o aspecto bronzeado. O efeito surge em três horas e dura em média cinco dias”, frisou, lembrando que as maquiagens também são boas aliadas do bronzeado. Os pós bronzeadores conferem aspecto corado e saudável sem danificar a pele. “Abuse de produtos com efeito iluminador, que são a cara do verão”, vibrou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.