Talvez você já esteja cansada de saber que a vitamina C possui uma variedade de benefícios para a pele! Entre eles, clarear manchas, prevenir e reduzir rugas, além de neutralizar a produção dos radicais livres, causadores do envelhecimento precoce. Mas mesmo sabendo de tudo isso, ainda existem muitas dúvidas sobre o uso dessa substância. Pensando nisso, o DermaClub entrevistou a dermatologista Juliana Jordão, que esclareceu as 5 principais questões sobre o uso da vitamina C para o rosto. Confira!

1) A vitamina C pode ser usada de manhã?

A vitamina C pode ser usada tanto de manhã, quanto à noite. Entretanto, a médica afirma que o mais indicado é que a substância seja utilizada logo no primeiro horário para acompanhar o uso do filtro solar. “Após a higienização da face e sempre antes do protetor. A vitamina C possui um efeito sinérgico com o filtro solar, é como se ele potencializasse a fotoproteção, por isso sua indicação de uso diurno”. A utilização diurna da vitamina C também ajuda a combater os danos da poluição.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2) A vitamina C também ajuda no tratamento de rugas e manchas?

A Vitamina C tem muitos benefícios, além de ser um excelente antioxidante. “Em associação com outros ativos e procedimentos ela é uma ótima aliada no rejuvenescimento e no clareamento de manchas”. Ela ainda estimula a produção de colágeno melhorando os primeiros sinais do envelhecimento – aqueles já existentes – como linhas finas ao redor dos olhos, e ainda auxilia no clareamento da pele, proporcionando uma pele mais uniforme e luminosa.

3) É melhor usar a Vitamina C na forma tópica ou oral?

As duas formas de uso são importantes, mas a dermatologista garante: “Quando a vitamina C é usada de forma tópica, há uma ação local otimizada, proporcionando um efeito mais direto na pele”. Para garantir um melhor resultado, opte por produtos com vitamina C pura (procure por ácido ascórbico “ascorbic acid” no rótulo) e que contenham outros antioxidantes na formulação, como a vitamina E, Phloretin e o ácido ferúlico.

4) A vitamina C pode ser usada na pele oleosa?

A vitamina C pode ser usada em todos os tipos de pele. Não há nenhuma limitação ao uso da substância. Por outro lado, é importante usar o dermocosmético com a textura ideal para o seu tipo de pele, principalmente a mais oleosa e com tendência à acne. A Drª Juliana conta: “Hoje temos ótimas opções de vitamina C em sérum, que é o veículo ideal para peles oleosas. Utilizando o veículo correto, ela não causa acne!”.

Para peles oleosas, acneicas ou mistas, use bases mais leves ou aquosas. Quem possui a região mais seca ou com tendência ao ressecamento, produtos oleosos com alta emoliência são os mais adequados. Porém, um veículo excelente para todos os tipos de pele é a textura sérum. Ela é suave, rapidamente absorvida e não deixa uma sensação desagradável sobre a pele. Além disso, permite o uso em conjunto com outros produtos, como hidratantes, clareadores e filtro solar.

5) Quem tem pele negra pode usar produtos com vitamina C?

É claro que sim! “Qualquer fototipo pode se beneficiar do uso da vitamina C, principalmente pessoas de pele negra, já que vão apresentar uma maior uniformidade de sua tonalidade natural com o uso da substância”, concluiu.

DÚVIDA EXTRA: A vitamina C pode oxidar? De que cor o produto fica?

Caso o produto fique aberto ou exposto ao ar por um período prolongado, a médica alerta que a vitamina C pode sim oxidar. Mas como dá para saber que o produto oxidou? Pela mudança de cor! “De clara, a vitamina C fica laranja ou marrom ou causa a intensificação da cor marrom, além disso, o cheiro também costuma mudar”, disse.

A boa notícia é que os frascos mais modernos protegem o produto deste contato prolongado com o ar e também da luz, mas é muito importante fechar bem a tampa a cada uso e guardá-lo em um local fresco e com pouca iluminação.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.