Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Descubra os 6 tipos diferentes de urticária e quais são os sintomas da doença de pele

Saiba como tratar a urticária; dermatologista explica tudo sobre a doença
Saiba como tratar a urticária; dermatologista explica tudo sobre a doença

Entrevista com Dra. Vanessa Metz, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

A urticária é uma doença de pele caracterizada por lesões avermelhadas, que normalmente provocam coceira e inchaço local. Os quadros de crise são gerados a partir da liberação de histamina, substância que age dilatando os vasos sanguíneos na pele, causando o inchaço e vermelhidão.

De acordo com a dermatologista Vanessa Metz, do Rio de Janeiro, o quadro pode se desenvolver por diferentes motivos e apresentar características diferentes. Confira os 6 tipos da reação que pode estar localizada ou generalizada pelo corpo!

1) Urticária aguda

Segundo a médica, essa é a mais simples de determinar. “É gerada a partir de uma hipersensibilidade. O paciente conta que ao comer determinado alimento - como por exemplo peixe, amendoim, chocolate, mariscos e condimento -, tomar certo medicamento ou aplicar alguma substância tópica, o quadro se desenvolve”, explicou. A manchinha dura algumas horas e também pode ser estimulada por doenças sistêmicas - como a lúpus ou linfoma.

2) Urticária crônica

A dermatologista explicou que esse tipo de lesão não costuma ser causada por uma reação alérgica, e, por isso, necessita de uma biópsia para detectar o que está estimulando o quadro. O episódio costuma durar mais de 24 horas e pode provocar dor.

3) Urticária colinérgica

Muito comum em adolescentes, pode estar ligada a questões emocionais. “Quando o paciente passa por momentos de muito estresse ou grandes emoções, por exemplo, aparecem essas pequenas lesões no corpo. Outro motivo também é a produção excessiva de suor”, esclareceu.

4) Urticária física

Popularmente conhecida como urticária de pressão, é um caso raro e de menor frequência. “Ocorre quando o paciente ficou muito tempo com o braço pressionado na cadeira, na mesa ou ainda quando o computador está fazendo pressão sobre as pernas. Na hora que esse contato é interrompido, há um processo de urticária na região”, contou.

5) Urticária de frio ou calor

É diagnosticada quando o paciente se queixa de placas vermelhas espalhadas pelo corpo, com pouca coceira. São mais comuns logo após um banho muito quente ou muito frio e raras quando relacionadas à temperatura ambiente.

6) Urticária aquagênica

Também é causado pela água, porém, nesses casos, o fator não tem ligação com a temperatura, e sim com a pressão. “Depois que a pessoa toma um banho de ducha, por exemplo, ela percebe o surgimento das lesões. Se ela passa a tomar banho de banheira o quadro melhora”, disse.

O tratamento da urticária é realizado com o uso de antialérgicos, que devem ser prescritos por um médico dermatologista após o diagnóstico correto. Manter a pele sempre hidratada é uma medida que contribui para evitar as crises da doença. Por isso, não deixe de procurar o profissional da Sociedade Brasileira de Dermatologia mais próximo de você!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 04 de Abril de 2016
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Vanessa Metz

Palavra do Dermatologista

Dra. Vanessa Metz

CRM: 52794953

Dra. Vanessa Metz é especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, formada em medicina pela Faculdade Souza Marques e pós-graduada em dermatologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Foi vice-presidente da Associação dos Dermatologistas da UERJ (ADUERJ) no ano de 2009 e professora substituta do serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto no ano de 2010. É sócia efetiva da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da Academia Americana de Dermatologia (AAD). Está em constante atualização participando de cursos e congressos no Brasil e exterior para trazer aos seus pacientes o que há de mais moderno.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Efeitos da COVID-19 na pele: dermatologista explica como a doença também pode se manifestar no corpo

Efeitos da COVID-19 na pele: dermatologista explica como a doença também pode se manifestar no corpo

Doenças de pele

Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19

Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19

Dermatologista

Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo

Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo

Dermatologista

Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar

Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar

Dermatologista

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Dermatologista

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Doenças de pele

Últimas Matérias

Guia de beleza para homens: cuidados com a pele masculina, couro cabeludo e barba Novos hábitos de saúde e beleza com o fim da quarentena: dermatologista indica como serão os cuidados Pele perfeita sem maquiagem: rotina de skincare para uma pele bonita e saudável Como cuidar das sobrancelhas em casa: especialista dá dicas para manter a região impecável Como cortar o cabelo em casa: veja 3 dicas para aparar pontas, franja e até raspar a cabeça Peptídeos: o que são? Quais os benefícios? Como usar na pele? Conheça os vários tipos dessa proteína
Ver mais