Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Marcas de acne: saiba como surgem as manchas e cicatrizes na pele com espinhas + dicas de tratamento

Descubra como minimizar e evitar marcas de acne na pele / Foto: Shutterstock
Descubra como minimizar e evitar marcas de acne na pele / Foto: Shutterstock

Entrevista com Dra. Carolina Zaparoli , membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Tão desconfortável quanto uma espinha, só a marca que ela pode deixar na sua pele. Dependendo do grau, se foi tratada corretamente ou se foi manipulada, a lesão de acne pode causar manchas e cicatrizes profundas no rosto. Pensando nisso, o DermaClub conversou com a dermatologista Carolina Zaparoli que explicou quais são os melhores meios para prevenir e tratar o incômodo. Confira a entrevista e saiba como deixar sua pele mais bonita e saudável!

Cicatrizes e manchas de espinhas: por que surgem?

As espinhas são inflamações na pele e, por essa razão, ativam a produção de melanina. Juntando o processo inflamatório com a tendência de formação de manchas, o resultado é o que chamamos de pigmentação pós-inflamatória. Essas marcas podem ser arroxeadas, vermelhas ou até mesmo marrons. Já as cicatrizes, elas podem ser de dois tipos: atróficas - têm aparência de buraquinho - ou hipertróficas - parecem estar inchadas e sobressaem na pele.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

O que provoca manchas e cicatrizes de espinhas?

- Manipular as lesões;
- Acne do grau 3 até o 5;
- Não seguir o tratamento à risca;
- Exposição solar excessiva sem o uso do protetor.

Como tratar manchas e marcas de acne

Antes de qualquer coisa, a Drª Carolina explica: “O tratamento varia muito em um mesmo paciente e, dependendo dos tipos, é possível fazer um planejamento para que o resultado do tratamento tenha sucesso”. Para clarear as manchas, você pode apostar em produtos com ativos despigmentantes ou procedimentos estéticos:

- Cremes clareadores;
- Peelings;
- Laser;
- Luz pulsada.

No caso das cicatrizes, a Drª Carolina revela que para cada tipo existe uma solução. As atróficas mais superficiais podem responder bem a tratamentos que renovam a pele:

- Peelings médios (químicos ou com aparelhos - laser, luz intensa, radiofrequência);
- Microagulhamento sozinho ou associado a estimuladores de colágeno;

As de profundidade média podem melhorar com técnicas combinadas como:

- Subcisão (levantamento da pele com agulha);
- Peeling médio (abrasão mecânica ou com aparelhos de laser);
- Radiofrequência (com ou sem associação de princípios físicos entre os aparelhos);
- Técnica de CROSS (colocação de ácido super forte para renovar a pele, causar inflamação e estimular a formação de colágeno para levantar a cicatriz) e complementação com preenchedores.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Publicada em: 16 de Julho de 2015
Modificada em: 23 de Julho de 2021

Dra. Carolina Zaparoli

Palavra do Dermatologista

Dra. Carolina Zaparoli

CRM: 111.618

Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia/SBD, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e AMB, formada pela Universidade Metropolitana de Santos , realizou residência em dermatologia no Hospital Guilherme Álvaro em Santos. Atua na área de Dermatologia clínica, estética, cirúrgica e laser. Participa de todos os principais congressos para estar sempre atualizada nos melhores tratamentos para seus pacientes.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

O que é psoríase gutata? Dermatologista explica os sintomas de psoríase e como tratar a doença de pele

O que é psoríase gutata? Dermatologista explica os sintomas de psoríase e como tratar a doença de pele

Dermatologista

Peeling: quando é indicado? Quais são os tipos? 7 dúvidas sobre procedimento estético

Peeling: quando é indicado? Quais são os tipos? 7 dúvidas sobre procedimento estético

Tratamento de pele

Produtos com ácidos: como evitar a irritação da pele? Confira a opinião de uma dermatologista

Produtos com ácidos: como evitar a irritação da pele? Confira a opinião de uma dermatologista

Dermatologista

Harmonização facial: o que é? Quais os prós e contras desse procedimento estético?

Harmonização facial: o que é? Quais os prós e contras desse procedimento estético?

Tratamento de pele

Sérum: ácido hialurônico, vitamina C, ácido salicílico, retinol... qual é o mais indicado para a pele oleosa?

Sérum: ácido hialurônico, vitamina C, ácido salicílico, retinol... qual é o mais indicado para a pele oleosa?

Dermatologista

Vitamina C e retinol: como incluir os ativos na mesma rotina de skincare para otimizar o tratamento de manchas

Vitamina C e retinol: como incluir os ativos na mesma rotina de skincare para otimizar o tratamento de manchas

Dermatologista

Últimas Matérias

Saiba quais cuidados são importantes na hora de fazer a hidratação da pele seca e sensível Como disfarçar marcas de espinhas: passo a passo para esconder as cicatrizes e manchas de acne Skincare para pele negra: 7 dúvidas mais comuns sobre a rotina de cuidados Neurodermatite: o que é? Como tratar? É a mesma coisa que dermatite atópica? Dermatologista explica Dermatite de contato: o que é, quais os sintomas e como tratar as bolinhas na pele que coçam O que é rosácea: tratamento e controle das manchas vermelhas na pele com skincare e procedimentos
Ver mais

escolha a loja de sua preferência