Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Pele seca: características, cuidados, tratamentos, como hidratar... Saiba tudo sobre esse tipo de pele!

Saiba tudo sobre pele seca e quais os melhores tratamentos para o ressecamento / Foto: Getty Images
Saiba tudo sobre pele seca e quais os melhores tratamentos para o ressecamento / Foto: Getty Images

Redação por Leonor Militao

A pele seca reúne uma série de características bem específicas, como coceira, aspecto esbranquiçado, descamação, entre outros. Embora seja muito comum, ainda existem várias dúvidas em torno desse tipo de pele. O que causa a pele seca? Como hidratar corretamente a pele? Pele seca é a mesma coisa que pele desidratada ou ressecada? Para esclarecer todas as suas dúvidas, o DermaClub reuniu um time de dermatologistas que contou tudo sobre o assunto. Confira!

1. Pele seca: o que é?

A pele seca, ou xerose, é um tipo de pele que possui um desequilíbrio ao nível das glândulas sebáceas, que não produzem uma quantidade ideal de oleosidade para lubrificar a região. Além disso, ela pode ser causada por uma série de fatores intrínsecos e extrínsecos, como a genética, o clima, alterações hormonais, entre vários outros. Geralmente, este tipo de pele é reativo e pode afetar várias partes do rosto e corpo.

O que o microbioma e a barreira de proteção da pele têm a ver com a pele seca?

A Drª. Betina Stefanello, do Rio de Janeiro, explica que a barreira de proteção, também chamada de manto hidrolipídico, é uma espécie de película protetora da epiderme. Quando está hidratada, ela ajuda a manter o equilíbrio do microbioma (conjunto de microorganismos presente na pele) e evitar que a região fique seca.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

De acordo com a Drª Katleen, quando há menos bactérias comensais presentes no microbioma, esse equilíbrio é perturbado, levando a uma superprodução de bactérias danosas e um estado de desequilíbrio da pele. Especificamente, o microbioma pode contribuir para certas condições da pele, entre elas inflamação, irritação, ressecamento, vermelhidão e acne.

O microbioma pode ser afetado por vários fatores, como a má alimentação, os hábitos de higiene e banho, o uso de cosméticos, sabonetes e produtos que removem essas bactérias boas ou causam algum tipo de reação à pele, além do estresse emocional.

1.1 Características da pele seca

- Aparência sem luminosidade ou viço;
- Aspecto esbranquiçado;
- Textura escamosa;
- Descamação;
- Manchas vermelhas;
- Em casos mais graves, rachaduras e feridas.

1.2 Sintomas da pele seca

Além das características físicas aparentes, quem tem pele seca experiencia os seguintes sintomas:

- Coceira;
- Sensação de repuxamento;
- Ardor;
- Sensibilidade.

1.3. Pele seca, ressecada ou desidratada: qual é a diferença?

Uma dúvida muito comum é se pele seca e pele desidratada são a mesma coisa. Embora apresentem, muitas vezes, as mesmas características, de acordo com a Drª Lilia, o primeiro trata-se de um tipo de pele, enquanto o segundo é uma condição. Todos os tipos de pele podem apresentar sinais de desidratação, por conta do comprometimento da barreira de proteção da pele e do microbioma, devido a inúmeros fatores externos.

Já a pele ressecada pode acontecer temporariamente, quando a região em questão fica extremamente seca, podendo levar até à formação de feridas e rachaduras. Geralmente, isso se dá por conta de fatores externos e, muitas vezes, em regiões com menor concentração de glândulas sebáceas, como joelhos, cotovelos, calcanhares e pernas. Confira abaixo alguns deles.

2. O que pode causar o ressecamento da pele?

- Clima frio e vento;
- Exposição ao sol;
- Uso constante de água muito quente no banho;
- Ingestão diária de água insuficiente;
- Atrito constante com roupas, sapatos ou com o chão;
- Contato constante com água com cloro ou mar;
- Tratamentos estéticos;
- Medicamentos específicos, como para controlar a acne;
- Uso de sabonetes muito adstringentes e inadequados para o seu tipo de pele;
- Contato frequente com produtos químicos de limpeza;
- Etc.

3. Tratamentos para pele seca

Não há dúvidas de que a hidratação adequada e constante é o melhor tratamento para a pele seca. Segundo a dermatologista Flávia Addor, de São Paulo, para que a pele se mantenha hidratada, é essencial promover o equilíbrio do microbioma e o fortalecimento da barreira de proteção da pele, através do uso de hidratantes específicos e também da água termal.

A Drª Katleen Conceição também indica algumas medidas importantes: “Consultar sempre um dermatologista para avaliar a pele e observar o seu desequilíbrio. Além disso, também é importante evitar banhos quentes, utilizar sabonetes hidratantes no corpo, loções e cremes mais umectantes”.

3.1 Qual o melhor hidratante para pele seca?

Para o rosto: o ideal é apostar em um hidratante diário potente, com ativos prebióticos, que seja indicado inclusive para peles sensibilizadas.

 

Produtos relacionados

Para o corpo: vale a pena apostar em cremes e loções hidratantes com ativos dermatológicos, que oferecem benefícios além da hidratação como a restauração da barreira da pele ou ação anti-coceira.

Produtos relacionados

3.2. Produtos prebióticos no tratamento da pele seca: como funciona?

A Drª Katleen conta que, à medida que a nossa pele vai ficando sensível, ressecada e irritada, muito provavelmente o seu microbioma também vai sofrer um desequilíbrio. Para manter esse ecossistema em harmonia e evitar o surgimento de doenças na pele, o ideal é incluir um dermocosmético com ativos prebióticos em sua rotina de cuidados. 

Os prebióticos são substâncias que servem como alimento para os microrganismos presentes no seu microbioma e que influenciam de forma positiva seu desenvolvimento, funcionando como uma espécie de “alimento” para as bactérias benéficas.

4. Rotina de cuidados com a pele seca

Ritual para a pele do rosto seca:

1º passo) Se estiver de maquiagem, comece limpando o rosto com uma solução micelar até remover todos os produtos.

2º passo)  Em seguida, lave o rosto com uma loção de limpeza - elas são mais suaves e removem toda a sujeira sem agredir a pele.

3º passo)  Após a higiene, aplique um hidratante que além de nutrir a pele, também repara e fortalece a barreira de proteção cutânea;

4º passo) Aposte no uso de um sérum com Vitamina C para deixar o rosto mais bonito e luminoso. Além do ativo aumentar a proteção do protetor solar e ser um ótimo tratamento anti-idade, ele também melhora aquela aparência opaca bastante comum na pele seca.

5º passo) Finalize com um protetor solar que tenha textura fluida e ultraleve.

Ritual para a pele do corpo seca:

1º passo) Durante o banho, lave o corpo com um sabonete líquido hidratante.

2º passo) Com a pele levemente úmida, aplique uma loção hidratante - desse jeito a pele consegue absorver melhor os ativos presentes no produto;

Lembre-se de caprichar a aplicação nas áreas mais ressecadas, como cotovelos e joelhos.

5. Mitos e verdades sobre pele seca

Quem tem pele seca não pode usar ácidos no rosto.

Mito! Além de existirem ácidos com a função de hidratar a pele, como o ácido lático e o ácido hialurônico, que não têm poder descamativo, o uso adequado de ácidos pode, sim, ser adaptado à pele seca. No entanto, é fundamental fazê-lo com acompanhamento de um dermatologista e sempre reforçando a hidratação.

Pele seca envelhece mais rapidamente.

Mito! Segundo a dermatologista Juliana Neiva, do Rio de Janeiro, o ritmo do envelhecimento não varia de acordo com o tipo de pele. “O que pode camuflar um pouco do visual das linhas de expressão e rugas é a oleosidade. Quanto mais seca a pele, mais opaca ela é. Enquanto a pele oleosa fica lustrosa, que pode ser confundido com um aspecto hidratado. E, por isso, temos a sensação de que aquele rosto é menos envelhecido, já que hidratação está diretamente ligada à saúde da pele”, explicou.

A pele fica mais seca no inverno.

Verdade! Durante o tempo frio, a pele fica mais fragilizada, uma vez que a barreira da pele fica comprometida. Além da queda de umidade no ar, também consumimos menos água e tomamos banhos mais quentes - todos esses fatores contribuem para o ressecamento da pele.

Pele seca tem mais chance de ficar sensível.

Verdade! Quando a pele está seca, a barreira de proteção da pele fica fragilizada, o que leva à sensibilidade frequente: vermelhidão, ardor, coceira, entre outros sintomas.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Publicada em: 17 de Setembro de 2018
Modificada em: 07 de Julho de 2020

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Esfoliante para o couro cabeludo: ajuda com a caspa? Resseca o cabelo? 4 mitos e verdades sobre o assunto

Esfoliante para o couro cabeludo: ajuda com a caspa? Resseca o cabelo? 4 mitos e verdades sobre o assunto

Caspa

Shampoo anticaspa: posso usar todos os dias? Resseca o couro cabeludo? Entenda!

Shampoo anticaspa: posso usar todos os dias? Resseca o couro cabeludo? Entenda!

Caspa

Caspa no verão: é mais comum? Como tratar sem ressecar o cabelo?

Caspa no verão: é mais comum? Como tratar sem ressecar o cabelo?

Caspa

Tudo sobre esfoliação: como esfoliar a pele do rosto, corpo, couro cabeludo, melhores produtos, peeling...

Tudo sobre esfoliação: como esfoliar a pele do rosto, corpo, couro cabeludo, melhores produtos, peeling...

Caspa

Cronograma capilar do cabelo com caspa: produtos + passo a passo para tratar o problema

Cronograma capilar do cabelo com caspa: produtos + passo a passo para tratar o problema

Caspa

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

Poros dilatados

Últimas Matérias

Máscara Minéral 89 de Vichy: conheça o novo boost de hidratação e fortalecimento para a pele Guia de beleza para homens: cuidados com a pele masculina, couro cabeludo e barba Novos hábitos de saúde e beleza com o fim da quarentena: dermatologista indica como serão os cuidados Pele perfeita sem maquiagem: rotina de skincare para uma pele bonita e saudável Como cuidar das sobrancelhas em casa: especialista dá dicas para manter a região impecável Como cortar o cabelo em casa: veja 3 dicas para aparar pontas, franja e até raspar a cabeça
Ver mais