Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

A minha pele está sensível? Coceira, descamação, irritação na pele: 5 sinais de sensibilidade + como tratar

Descubra como saber se a sua pele realmente está com sintomas de sensibilidade / Foto: Getty Images
Descubra como saber se a sua pele realmente está com sintomas de sensibilidade / Foto: Getty Images

Entrevista com Dra. Betina Stefanello, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Sua pele está sensível? Os sintomas de coceira, descamação e vermelhidão significam que alguma coisa não vai nada bem com ela. Entre os motivos da sensibilidade estão: a falta de hidratação, reação alérgica ou algum mau hábito que você anda praticando. Para entender melhor os sinais de alerta dessa condição, conversamos com a dermatologista Betina Stefanello que indicou uma rotina com produtos calmantes e todas as dicas de como tratar a pele sensível.

A minha pele está sensível? Saiba como descobrir

A pele sensível costuma ser bem fácil de identificar. Geralmente, quem apresenta essa sensibilidade começa a sentir irritação, descamação, vermelhidão e ardência, mesmo usando produtos que você já estava acostumado a usar há muito tempo. “Pode ainda ficar irritada por exposição à poeira, poluição, por não tolerar bem alguns ativos que são usados na fabricação de cosméticos e hidratantes comuns”, revelou a dermatologista.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Quais são os sinais da sensibilidade na pele?

- Irritação;
- Descamação;
- Vermelhidão;
- Ardência;
- Coceira.

Lembrando que se deve prestar muita atenção aos sinais para distinguir uma reação alérgica de uma pele seca, por exemplo. Na dúvida, procure um dermatologista para diagnosticar o problema e recomendar o tratamento adequado.

Como tratar a sensibilidade da pele?

Para tratar a sensibilidade é importante usar alguns ativos específicos que controlem a inflação e reforcem a barreira de proteção da pele. A Dra. Betina recomenda alguns cuidados básicos: “Como a temperatura da água, que não deve ser nem tão quente e nem fria, evitar buchas, evitar sabonetes com detergentes ou ácidos, repor e proteger a barreira cutânea da pele com prebióticos e probióticos”, indicou.

Utilizar produtos e ativos específicos para pele sensível, como a niacinamida, neurosensine, ceramidas e a água termal. Além disso, também é importante evitar ao máximo fazer procedimentos abrasivos como lasers fracionados e peelings. Caso queira muito lançar mão desses tratamentos, consultar um dermatologista para definir um cronograma adequado que não deixe sua pele irritada.

Rotina de skincare com produtos calmantes para a pele sensível

1º passo) Lave a pele com um sabonete que limpa sem agredir a pele. Neste caso, aposte em um produto com ativos hidratantes.

2º passo) Com a pele ainda úmida, aplique um hidratante com substâncias que reforcem a barreira de proteção da pele.

3º passo) Para ter uma pele hidratada e suave por muito mais tempo, borrife um pouco de água termal no fim da rotina e ao longo do dia sempre que houver necessidade.

Produtos relacionados

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 25 de Setembro de 2020
Modificada em: 25 de Setembro de 2020

Dra. Betina Stefanello

Palavra do Dermatologista

Dra. Betina Stefanello

CRM: 52-913715

Médica graduada pela Universidade Federal De Santa Catarina, pós-graduação em dermatologia pelo Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay Da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Título de especialista de dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD. Internship in Skin Cancer in Santa Maria Nuova Reggio Emilia e dermatology in Hôpital L’arche in Nice. Chefe do setor de Cosmiatria do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Sócia da Clínica de Dermatologia Les Peaux no Rio de Janeiro. Autora de diversos artigos e capítulos de livro na área de Cosmiatria.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Dermatologista

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Dermatologista

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Dermatologista

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Dermatologista

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Dermatologista

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais