Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

MINÉRAL 89 30ML DE R$119,90 POR R$99,90. APROVEITE AGORA

Como remover cravos em casa: 3 técnicas seguras para fazer em casa

Confira algumas técnicas para remover cravos em casa / Foto: Shutterstock
Confira algumas técnicas para remover cravos em casa / Foto: Shutterstock

Entrevista com Dra. Carolina Reato Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Os cravos são lesões sebáceas bem incômodas que podem aparecer em várias regiões da pele, principalmente na chamada zona T do rosto - nariz, queixo e testa. Muita gente tem o costume de remover esses pontinhos da pele, mas será que é seguro extrair em casa e por conta própria? O DermaClub entrevistou a dermatologista Carolina Marçon, de São Paulo, que esclareceu o assunto e ensinou 3 técnicas caseiras para tirar comedões.

É seguro fazer a extração de cravos em casa?

De acordo com a médica, é necessário ter muito cuidado para remover essas lesões comedogênicas em casa. Ela explica que os cravos geralmente aparecem em peles que possuem maior tendência à oleosidade ou acontecem devido à uma obstrução superficial, que faz com que ocorra o acúmulo da secreção sebácea dentro do poro. Depois disso, o passo seguinte da obstrução é a acne - isso por que com o acúmulo de sebo ocorre a formação de bactérias, gerando um processo inflamatório.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

“Então, quando o cravo não é removido de maneira adequada, isso faz com que adiante a evolução da acne. E, na hora da extração, quando forçamos muito a lesão, pode levar a formação de manchas e cicatrizes. Então tanto a acne quanto o cravo, a recomendação geral que a gente passa para os pacientes é não manipular o local”, atentou.

A limpeza de pele profunda é o procedimento mais indicado

O ideal para remover cravos é o procedimento de limpeza de pele, feita com ajuda de um dermatologista. “Nesse tratamento, é feita a dilatação dos poros com calor, são aplicados produtos que favorecem a abertura dos poros e o amolecimento dessa secreção sebácea, onde o profissional usa luvas para fazer a extração e não aumentar a proliferação de bactérias no rosto”, explicou.

Porém, isso não significa que o paciente não possa fazer nenhum cuidado em casa para facilitar a extração dos cravos. A Drª Carolina indica algumas técnicas caseiras:

3 técnicas seguras para remover cravos em casa

1) Esfoliação da pele

“Eu recomendo fazer a esfoliação com produtos que possuem grânulos mais finos de duas a três vezes por semana a fim de remover os cravos mais superficiais e deixar a pele bem fininha, dificultando a formação de novas lesões”, ressaltou. O ideal também é fazer esse procedimento no banho, em que os poros estão mais dilatados, para ter uma remoção menos traumática.

2) Uso de produtos com ácido salicílico, ácido retinóico e ácido glicólico

A profissional recomenda o uso de produtos com ação queratolítica, principalmente aqueles que possuem ativos como o ácido salicílico, ácido retinoico e ácido glicólico. “Eles deixam a pele mais fina, evitando a formação de novas lesões de cravos e removendo aqueles que são mais superficiais”, revelou. Os dermocosméticos que podem ser usados na sua rotina de cuidados com a pele são: sabonete ou gel de limpeza e cremes noturnos.

3) Fazer a vaporização da pele

A vaporização também ajuda na remoção dos cravos. Ela deve ser feita seguida pelo uso de um esfoliante e pode ser feita durante o banho, com o calor do chuveiro, ou com água quente em uma bacia, aproximando o rosto por alguns minutos em contato apenas com o vapor. Depois disso, a esfoliação pode ser vantajosa para a remoção dos cravos.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 06 de Fevereiro de 2019
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Carolina Reato Marçon

Palavra do Dermatologista

Dra. Carolina Reato Marçon

CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Queimadura solar pode se tornar uma mancha? Dermatologista esclarece o assunto

Queimadura solar pode se tornar uma mancha? Dermatologista esclarece o assunto

Dermatologista

Rosácea, sensibilidade, dermatite: 5 problemas na pele que surgem com o desequilíbrio do microbioma

Rosácea, sensibilidade, dermatite: 5 problemas na pele que surgem com o desequilíbrio do microbioma

Dermatologista

Dermatite atópica no verão: como cuidar? Dermatologista indica uma rotina de skincare

Dermatite atópica no verão: como cuidar? Dermatologista indica uma rotina de skincare

Dermatologista

Criolipólise: o que é, vale a pena, quais são os benefícios do tratamento estético?

Criolipólise: o que é, vale a pena, quais são os benefícios do tratamento estético?

Dermatologista

Manchas roxas na pele: o que podem ser? Dermatologista esclarece as possíveis causas do problema

Manchas roxas na pele: o que podem ser? Dermatologista esclarece as possíveis causas do problema

Dermatologista

Espinha interna e inflamada: como cuidar? Dermatologista indica todos os cuidados para tratar a lesão de acne

Espinha interna e inflamada: como cuidar? Dermatologista indica todos os cuidados para tratar a lesão de acne

Dermatologista

Últimas Matérias

Rotina de pele oleosa para clarear manchas de acne: passo a passo para uniformizar o tom da pele Shampoo anticaspa: posso usar todos os dias? Resseca o couro cabeludo? Entenda! Maquiagem e pele seca: 4 dicas de como evitar o aspecto craquelado Alimentos que aumentam a imunidade: sucos + ingredientes que fazem bem ao organismo e à pele Vitamina C, ácido hialurônico, ácido glicólico... Quais substâncias podem ser usadas no sol e na praia? Vitamina B3 (niacinamida): o que é? Conheça a substância e o que ela pode fazer pela sua pele
Ver mais