Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Couro cabeludo sensível: 5 fatores que agravam o quadro de coceira e vermelhidão

Conheça alguns fatores que afetam o couro cabeludo sensível
Conheça alguns fatores que afetam o couro cabeludo sensível

Redação por Livia Dambrosio

Produtos relacionados

Já notou sinais de irritação, coceira e desconforto próximo à raiz do cabelo? Fique atento: esses sintomas podem apontar um quadro de couro cabeludo sensível. Além de ser bastante reativa, a região costuma apresentar outros incômodos, como vermelhidão, ardência, ressecamento, dor, descamação e até ocasionar a queda dos fios. Por outro lado, é importante ressaltar que existem alguns fatores que podem piorar esse cenário. Pensando nisso, o DermaClub apresenta 5 desses agravantes para você + o que deve ser feito para amenizar a sensibilidade da região. Veja só!

1) Estresse

O estresse pode causar uma série de alterações na pele e em sua extensão, o couro cabeludo. Esse fator é capaz de deixar a região mais irritada de várias maneiras, sendo uma delas o aumento da oleosidade, que pode refletir no surgimento de caspa (dermatite seborreica). Com isso, o local se torna mais irritado e com descamações que geram coceira e vermelhidão. Além disso, o problema pode causar até mesmo a queda dos fios.

Neste caso, o ideal é controlar o estresse e a ansiedade, se necessário, com ajuda de um psicólogo para prevenir a sensibilidade do couro cabeludo, bem como todos os outros problemas causados por essa alteração emocional.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2) Uso de shampoos e condicionadores com agentes agressivos

Manter o cabelo limpo é uma forma de controlar a sensibilidade do couro cabeludo, mas usar shampoos e condicionadores com substâncias agressivas pode piorar mais ainda o quadro. Sendo assim, o ideal é investir em uma linha de cuidados capilares livre de parabenos, silicone, álcool, fragrância e outros agentes agressivos. É importante evitar até mesmo aqueles produtos com sulfatos, pois seu uso constante pode causar o ressecamento da extensão da pele. Hoje em dia, existem shampoos e condicionadores com substâncias suavizantes como a alantoína - um ingrediente calmante capaz de amenizar a sensibilidade do couro cabeludo.

3) Lavar o cabelo muitas vezes ao dia

Quando lavamos o cabelo muitas vezes durante o dia, o couro cabeludo reage com algumas alterações. Uma, pode ser o efeito rebote, causando mais oleosidade na região. A outra pode ser o ressecamento local, que normalmente acontece quando utilizamos um shampoo à base de sulfato. Ambos os cenários podem causar sintomas da sensibilidade, como coceira, irritação, descamação e vermelhidão.

A solução é simples: basta diminuir a frequência das lavagens. Observe a reação do seu seu couro cabeludo ao lavar o cabelo em datas alternadas ou a cada dois dias.

4) Enxaguar os fios com água quente

A água quente pode ser outro agravante para o couro cabeludo sensível. Assim, como a pele, a região pode ficar irritada e descamativa. Sendo assim, prefira banhos frios e mornos que fazem bem tanto para o couro cabeludo quanto para os fios, deixando-os mais macios e brilhosos.

5) Procedimentos químicos

Escova progressiva, relaxamento, tintura… todos esses procedimentos podem piorar o estado do couro cabeludo sensível, deixando-o mais irritado, piorando a vermelhidão, causando coceira e descamação. Portanto, o mais indicado é suspender esses métodos e melhorar a saúde e brilho dos fios com alternativas de tratamento, como máscaras e ampolas de hidratação e nutrição.

Além dessas dicas, não deixe de procurar um dermatologista especialista em dermatologia capilar para lhe receitar o melhor tratamento.

*Ficou com dúvidas? Procure o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e agende uma consulta!

Publicada em: 20 de Abril de 2018
Modificada em: 25 de Novembro de 2019

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Tudo sobre esfoliação: como esfoliar a pele do rosto, corpo, couro cabeludo, melhores produtos, peeling...

Tudo sobre esfoliação: como esfoliar a pele do rosto, corpo, couro cabeludo, melhores produtos, peeling...

Esfoliação

"Esfoliei demais e minha pele está vermelha e sensível": dermatologista explica o que fazer

"Esfoliei demais e minha pele está vermelha e sensível": dermatologista explica o que fazer

Esfoliação

Microdermoabrasão: o que é? Para que serve? Devo fazer? Como cuidar da pele depois? Dermatologista explica

Microdermoabrasão: o que é? Para que serve? Devo fazer? Como cuidar da pele depois? Dermatologista explica

Esfoliação

O que são AHAS, BHAS e PHAS? Dermatologista explica as diferenças e os benefícios entre os tipos de ácidos

O que são AHAS, BHAS e PHAS? Dermatologista explica as diferenças e os benefícios entre os tipos de ácidos

Esfoliação

Escova de limpeza facial: o que é e para que serve? Conheça os benefícios dessa ferramenta para o rosto

Escova de limpeza facial: o que é e para que serve? Conheça os benefícios dessa ferramenta para o rosto

Esfoliação

Pele acneica e oleosa pode fazer esfoliação em casa? Dermatologista indica como tratar esse tipo de pele

Pele acneica e oleosa pode fazer esfoliação em casa? Dermatologista indica como tratar esse tipo de pele

Esfoliação

Últimas Matérias

Dermocosméticos em ampolas: o que têm de especial? Manchas na pele X verão: quem tem melasma, vitiligo, marcas de acne pode se bronzear? Ampola de vidro em dermocosméticos: quais os benefícios? Como funciona? Como descartar corretamente? Como cuidar da pele durante o tratamento de câncer de mama: dicas de produtos e rotina de skincare Como usar ácidos na pele: 5 mandamentos fundamentais para incluir esse tratamento na rotina de skincare Creme para olhos: 9 ativos super poderosos para tratar olheiras, rugas e ressecamento na região
Ver mais