Main content

FPS do protetor solar: dermatologista fala, o que é, benefícios e como escolher!

Dermaclub te ajuda a como escolher FPS do seu protetor solar independente de atividades físicas ou praia
11 set 2018

Todas as vezes que você teve que comprar um protetor solar eu aposto que sempre houve aquela dúvida: “qual eu uso? Devo pegar o fator mais alto?” Acertei? Então fica até o final desse post que Dermaclub vai tirar todas as suas dúvidas e você nunca mais vai demorar tanto para comprar um protetor solar ideal para a sua pele.

O que é FPS?


Se você é apaixonada por skincare assim como nós aqui de Dermaclub, então sabe que o uso de protetor solar diariamente é essencial para a saúde da nossa pele. Independente da sua cor de pele, o uso de um FPS 30 é o mínimo para proteger a pele contra os efeitos negativos dos  raios solares. Mas afinal de contas, o que é o FPS que tantos protetores solares ostentam em suas embalagens?

A sigla significa Fator de Proteção Solar, que, geralmente, vem associada a um número. Esse fator demonstra a capacidade de manter a pele protegida da radiação UVB. Essa radiação causa desde a queimadura solar até sardas e piora o melasma, e portanto sua ação é percebida na vermelhidão e ardência da pele após a exposição. O FPS, de forma simplificada, é calculado comparando o tempo que a pele com protetor solar leva para ficar avermelhada versus o tempo que a pele sem protetor solar leva para ficar avermelhada. Por exemplo, com um fator de proteção igual a 30, a pessoa fica trinta vezes mais protegida do que se estivesse sem o produto, com FPS 60, sessenta vezes mais, e por aí em diante. 

 

Como escolher o FPS do protetor facial?


O FPS não é uma escolha única, mas sim uma combinação entre fatores como a intensidade dos raios solares e a duração da exposição, extremamente relevantes na hora de escolher o seu novo protetor solar. Além disso, o seu tipo de pele também desempenha um papel crucial nessa decisão. Para aqueles com pele oleosa, a escolha do protetor solar pode ser ainda mais desafiadora, já que alguns produtos podem piorar o problema, levando ao excesso de oleosidade e à acne.

É por isso que Anthelios Airlicium Fluido é uma opção incrível. Não apenas proporciona proteção solar de alta qualidade, mas também por ser especialmente formulado para peles oleosas, indo além do mero efeito matte. Este protetor é um verdadeiro aliado na redução da oleosidade, com resultados comprovados, garantindo que sua pele permaneça fresca e saudável mesmo sob o sol intenso. E aí, facilitei bastante a escolha do seu novo protetor solar, não é?

Caso você ainda esteja com dúvida, expliquei mais sobre cada fator aqui:

  • FPS 30: Adequado para uso diário, principalmente em ambientes urbanos e dias nublados, o fator significa que a pele vai demorar trinta vezes mais para ficar vermelha do que se você não estivesse usando nada. Oferece proteção básica contra os raios UVB. 
  • FPS 50: Ideal para uso regular e se você pretende passar tempo moderado ao ar livre. Proporciona uma proteção mais ampla contra os raios UVB, e ideal para uso frequente e geral de todos os tons de pele. 
  • FPS 60: Recomendado para exposições mais prolongadas ao sol, como em praias ou atividades esportivas, principalmente por pessoas muito claras e que ficam facilmente vermelhas ao sol.
  • FPS 70: Essa é uma das opções mais altas e mais adequadas para peles sensíveis, exposições prolongadas ao sol intenso ou situações especiais, como viagens à praia. Fornece a proteção máxima contra os raios UVB e tem ótima aderência na pele.

Qual FPS ideal para o rosto?


Depende muito do seu tipo de pele, mas em boa parte dos casos o FPS ideal para usar no rosto é o 50. Isso porque ele oferece proteção contra boa parte dos raios solares e seus efeitos negativos, como o fotoenvelhecimento, queimaduras e sensibilidade.

Se você é amante de maquiagem e a usa diariamente, sabe que combinar maquiagem e protetor solar não é uma tarefa fácil. Alguns protetores solares podem piorar a fixação de bases e corretivos e arruinar um look em uma questão de horas. Mas pensando nisso, La Roche-Posay desenvolveu o Ultra Cover, um protetor solar com cobertura de base alta cobertura e efeito matte com 12h de duração em uma única camada de produto.

Protetor Solar Facial Ultra Cover

 

Qual FPS ideal para o corpo?

 
O FPS ideal para o corpo depende diretamente da atividade que será realizada. 

  • Praia: Se a sua finalidade é curtir uma praia, então você precisa de um bom fator de proteção, que podem variar entre o 50 e 70 dependendo do seu tom de pele, quanto mais claro, maior o fator de proteção. 
  • Esportes ao ar livre: Já se a sua finalidade é a prática de esportes ao ar livre como caminhadas, vôlei e tênis, o mais indicado é o FPS 50 que fornece uma proteção geral e que funcionam bem em varios tons e tipos de pele.
  • Dia a dia: No dia a dia é importante o uso de FPS que podem variar desde o 30 até o 50, dependendo do seu tom de pele. Mas não esqueça de reaplicar o produto hein! 
  • Piscina: Em piscinas o interessante é o uso de FPS 50 ou maiores dependendo do seu tom de pele.

Usar protetor solar com FPS muito alto faz diferença na proteção da pele?


 Usar um protetor solar com FPS muito alto não necessariamente oferece uma proteção significativamente maior em comparação com protetores com FPS mais moderados, mas mantém a proteção da pele do paciente mesmo que a quantidade que ele aplique seja inferior à necessária. Isso ocorre porque o FPS (Fator de Proteção Solar) não é uma escala linear, e a diferença na proteção entre diferentes níveis de FPS não é proporcional.

Além disso, é importante lembrar que a reaplicação do protetor solar, independentemente do FPS, e é crucial para manter a proteção da pele, especialmente após nadar, suar ou secar-se com uma toalha. Portanto, é fundamental escolher um FPS adequado às suas necessidades e reaplicar o produto conforme as instruções de cada produto.

Em que ocasiões devemos usar o protetor solar com FPS muito alto?

 
Em climas muito ensolarados: Em locais onde a exposição ao sol é intensa e prolongada, como regiões com alto índice de radiação UV, praias tropicais ou em altitudes elevadas, o uso de um protetor solar com FPS mais alto pode proporcionar uma camada extra de proteção.

  • Para peles sensíveis ao sol: Se você tem pele clara, sensível ou propensa a queimaduras solares, um protetor solar de alto FPS ajuda a reduzir o risco de queimaduras e danos à pele.
  • Em atividades ao ar livre: Durante atividades ao ar livre, como esportes, caminhadas, ciclismo ou mesmo trabalhos ao ar livre, é importante usar um protetor solar de alto FPS, pois o suor e a exposição contínua ao sol podem diminuir a eficácia do protetor ao longo do tempo.
  • Para prevenir o envelhecimento precoce: Se a prevenção do envelhecimento da pele, como rugas e manchas, é uma preocupação, um protetor solar com FPS alto pode ser benéfico, uma vez que ajuda a proteger a pele dos danos causados pelos raios UV Nesse sentido, o UV-AGE Daily é o protetor solar com ação antienvelhecimento de Vichy. Possui textura fluida e não oleosa e possui em sua fórmula uma combinação de peptídeos pró-colágeno e frações probióticas que oferecem uma ação anti-idade e deixam sua pele visivelmente mais firme, preenchida e revitalizada.

Como escolher o protetor solar adequado para minha pele?

 
Resistência à água: Se você pretende nadar ou transpirar, opte por um protetor solar resistente à água para garantir que ele permaneça eficaz mesmo quando molhado.

Produtos específicos: Considere as necessidades específicas da sua pele, como protetores solares para pele sensível, propensa à acne, ou com ingredientes adicionais, como antioxidantes.
Conheça o seu tipo de pele: Primeiro, identifique o seu tipo de pele, que pode ser seca, oleosa, mista ou sensível. Isso afetará a escolha do protetor solar, pois diferentes tipos de pele têm necessidades específicas.

  • Verifique o FPS: O FPS, (Fator de Proteção Solar) indica o nível de proteção contra os raios UVB. Geralmente, um FPS 30 é adequado para uso diário, mas se você estiver sob forte exposição ao sol, pode optar por um FPS mais alto, como FPS 50 ou FPS 60.
  • Proteção de amplo espectro: Certifique-se de que o protetor solar ofereça proteção de amplo espectro, o que significa que ele protege contra os raios  UVA e UVB . Os raios UVA podem causar envelhecimento precoce da pele, enquanto os UVB são responsáveis por queimaduras solares.
  • Textura e formulação: Escolha a textura e formulação que se adapte ao seu tipo de pele. Por exemplo, peles oleosas podem se beneficiar de protetores solares em gel ou com efeito matte, enquanto peles secas podem preferir protetores solares com ingredientes hidratantes, como ácido hialurônico.
  • Consulte um dermatologista: Na dúvida sobre qual protetor solar escolher, é sempre aconselhável consultar um dermatologista. Um profissional pode recomendar um produto adequado com base no seu tipo de pele, estilo de vida e necessidades individuais.

Qual é o melhor FPS?

 
O melhor FPS vai depender diretamente do seu tom e tipo de pele, atividade que você irá realizar ao sol e por quanto tempo. Mas há alguns produtos que desempenham um papel ótimo para a maioria dessas variáveis, como o Anthelios UVMune 400, de La Roche-Posay, que traz a nova tecnologia Mexoryl 400, que filtra até os raios UV mais profundos, resistente a água, suor, areia e uma textura fluida, compatível com todos os tipos de pele. 

 Anthelios UVMune 400

Qual FPS protege mais?

 
Os protetores solares com FPS 50+ protegem mais contra raios solares, no entanto, é importante que você procure sempre por protetores solares de amplo espectro, que protegem contra raios UVA e UVB, responsáveis respectivamente pelo envelhecimento precoce e queimaduras solares. A reaplicação se faz necessária em todos os protetores solares, independente do valor do FPS. O UV Oil Defense é um protetor solar de fator 80 com toque seco e imperceptível e tecnologia oil defense, que controla a oleosidade da pele ao longo do dia. Esse protetor solar, além de não deixar filme branco, tem toque imperceptível, perfeito para você que odeia a sensação que outros protetores solares podem deixar na pele.  

 

Clube de vantagens

 

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 
Image

DRA. VANESSA METZ
CRM: 52794953

Dra. Vanessa Metz é especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, formada em medicina pela Faculdade Souza Marques e pós-graduada em dermatologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Foi vice-presidente da Associação dos Dermatologistas da UERJ (ADUERJ) no ano de 2009 e professora substituta do serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto no ano de 2010. É sócia efetiva da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da Academia Americana de Dermatologia (AAD). Está em constante atualização participando de cursos e congressos no Brasil e exterior para trazer aos seus pacientes o que há de mais moderno.
 

 

 

 

 

artigos relacionados

Se você tem a pele oleosa, com certeza não vai usar os mesmos produtos de skincare de quem possui pele seca, certo? Para que a sua rotina de cuidados seja eficaz, antes de qualquer coisa é necessário descobrir qual o seu tipo de pele: oleosa, seca, mista ou normal. Cada um tem necessidades diferentes e específicas, como espinhas, cravos, ressecamento... E para cada problema, existe uma solução. Neste espaço, você encontra dicas para cuidar adequadamente do seu tipo de pele - confira!

Orientation message
For the best experience, please turn your device