Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Chocolate dá espinha? Dermatologista explica como o alimento age no organismo e na pele

Chocolate pode fazer surgir, mesmo, espinha na pele? Descubra!
Chocolate pode fazer surgir, mesmo, espinha na pele? Descubra!

Entrevista com Dra. Daniela Pimentel, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

O chocolate é considerado por muitos o culpado pelo surgimento daquelas espinhas indesejadas. No entanto, a única ligação entre a produção exagerada de sebo e o alimento é a ingestão em excesso de suas variações mais gordurosas. Apesar dos ovos de páscoa, das barras, caixas de bombom e trufas parecerem irresistíveis, é possível comer o doce sem sofrer com a oleosidade excessiva da pele e ainda promover benefícios para o organismo.

Entenda por que o chocolate estimula o surgimento de espinhas

Segundo a dermatologista Daniela Pimentel, de São Paulo, o chocolate possui altos índices glicêmicos. “O resultado disso é que a glicose chega no sangue rapidamente e estimula um pico de insulina, responsável por levar o açúcar para dentro da célula. É esse pico que pode agravar a acne nos paciente com predisposição para o quadro”, explicou, lembrando que isso pode acontecer com qualquer alimento que possua índices glicêmicos elevados.

Dermatologista indica como deve ser o tratamento para a acne

De acordo com a médica, a doença pode se agravar em diferentes graus e é preciso estudar caso a caso antes de iniciar um tratamento. “O ideal é que seja feita uma consulta com um dermatologista, que vai avaliar o paciente e indicar o tratamento adequado. As opções vão desde o tratamento tópico, apenas com produtos, até os recursos sistêmicos, com antibióticos, anticoncepcionais ou outras drogas antiandrógenas”, concluiu.

Descubra quais são os benefícios do chocolate

Os riscos para a saúde, tanto para a pele quanto para o organismo, aparecem quando há excesso no consumo do doce queridinho entre muitos. Porém, pequenas doses de chocolate meio amargo ou amargo, mais ricos em cacau, podem trazer benefícios! Além da energia que proporciona, o alimento melhora a circulação sanguínea, estimula o sistema nervoso central, possui antioxidantes e ainda promove a sensação de bem-estar, pois libera um hormônio chamado serotonina.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 23 de Março de 2016
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Daniela Pimentel

Palavra do Dermatologista

Dra. Daniela Pimentel

CRM: 112165

Graduada pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro, possui título de especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e no Conselho Federal de Medicina e Associação Médica Brasileira. Dra. Daniela também ainda é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e médica assistente e colaboradora do Serviço de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Dermatologista

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Dermatologista

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Dermatologista

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Dermatologista

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Dermatologista

Dermatite atópica pode agravar-se com o estresse? Dermatologista explica a piora das crises

Dermatite atópica pode agravar-se com o estresse? Dermatologista explica a piora das crises

Dermatologista

Últimas Matérias

Efeitos da COVID-19 na pele: dermatologista explica como a doença também pode se manifestar no corpo Entenda a diferença entre os 3 séruns anti-idade de La Roche-Posay: Salicyli C10, Retinol B3 e Hyalu B5 Repair Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19 Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar Coceira na pele após o banho: entenda porque isso acontece e como tratar
Ver mais