Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

A acne pode ter muitas causas, mas será que o uso do DIU é uma delas?
A acne pode ter muitas causas, mas será que o uso do DIU é uma delas?

Entrevista com Dra. Carolina Reato Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

As espinhas podem aparecer por vários motivos. As alterações hormonais são um deles, que se refletem no excesso de oleosidade e, consequentemente, nos primeiros sinais da acne. Assim como na puberdade, uma das principais fases de mudanças hormonais, a colocação do DIU de cobre pode causar o surgimento de espinhas? Para entender quais os efeitos desse método anticoncepcional na pele, o DermaClub conversou com a dermatologista Carolina Marçon.

O DIU de cobre pode causar espinhas?

Se você pensa em adotar esse método de proteção, pode ficar tranquila quanto às lesões de acne. De acordo com a médica, O DIU de cobre não tem nenhuma relação com a formação de espinhas. “Ele não possui ação hormonal, apenas uma função mecânica - por esse motivo, não tem o poder de causar acne”, explicou. Por outro lado, o que tem relação com o aumento dessas lesões, causando até uma possível queda de cabelo, é o DIU Mirena, que proporciona uma ação androgênica.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Entretanto, o que pode fazer com que se acredite que o DIU de cobre é o responsável pelas espinhas é a seguinte situação: “Muitas mulheres fazem o uso de pílulas anticoncepcionais antiandrogênicas, que melhoram a pele e o cabelo justamente por ter essa ação oposta. E, de repente, param de tomar esse medicamento e colocam o DIU, causando essa ação de piora da pele, que, na verdade, é reflexo da retirada da pílula”.

DIU Mirena: por que causa espinhas?

A Drª Carolina revela que esse DIU tem um hormônio que ocupa receptores androgênicos, que são receptores de hormônios masculinos. “Por consequência disso, ele gera o aumento da oleosidade da pele, formando as espinhas, e a queda de cabelo para quem tem predisposição ao problema”.

Qual tratamento deve ser feito para controlar as espinhas?

Em primeiro lugar, é importante entender o verdadeiro motivo da formação das espinhas. Só diagnosticando o problema é que o dermatologista poderá indicar os principais cuidados para controlar a acne. Entre eles, o uso de produtos antioleosidade, ácidos e de sabonetes adstringentes na rotina de skincare são os mais importantes.

Produtos relacionados

Se a causa das espinhas for mais específica, o profissional pode recomendar medicamentos antibióticos e anti-inflamatórios ou, se preciso, escolher outro método anticoncepcional que não cause essa reação na pele.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 26 de Janeiro de 2021
Modificada em: 23 de Julho de 2021

Dra. Carolina Reato Marçon

Palavra do Dermatologista

Dra. Carolina Reato Marçon

CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Cravos na pele podem virar espinha? Faz mal espremer? 5 mitos e verdades sobre os comedões

Cravos na pele podem virar espinha? Faz mal espremer? 5 mitos e verdades sobre os comedões

Acne e espinha

Urticária colinérgica: o que é? Quais são as causas? O melhor tratamento para essa alergia na pele

Urticária colinérgica: o que é? Quais são as causas? O melhor tratamento para essa alergia na pele

Dermatologista

Espinhas nas costas: quais são as causas? Como tratar? 5 dicas para diminuir a acne na região

Espinhas nas costas: quais são as causas? Como tratar? 5 dicas para diminuir a acne na região

Acne e espinha

Dermatite no rosto: atópica, seborreica, perioral... conheça os tipos

Dermatite no rosto: atópica, seborreica, perioral... conheça os tipos

Dermatologista

Preenchimento facial com ácido hialurônico: dermatologista esclarece dúvidas sobre o tratamento

Preenchimento facial com ácido hialurônico: dermatologista esclarece dúvidas sobre o tratamento

Dermatologista

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito

Dermatologista

Últimas Matérias

Melasma, sardas, melanoma: 5 tipos de manchas que podem surgir com a exposição solar Produtos para limpeza de pele caseira: gel de limpeza, esfoliante... 6 cuidados para ter no ritual Protetor para pele oleosa: conheça a diferença entre os produtos para cada situação O que usar na queimadura solar? Conheça produtos + cuidados para diminuir a ardência e manchas na pele Colágeno hidrolisado é bom? Qual é a melhor forma de prevenir e repor a perda dessa substância na pele? Melhor protetor solar para o verão: conheça as opções de produtos, FPS certo e textura ideal para a sua pele
Ver mais

escolha a loja de sua preferência