Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Queda de cabelo: por que acontece? Quais as causas? Como evitar? Mitos e verdades sobre a perda dos fios

Confira a matéria e saiba tudo sobre a queda de cabelo / Foto: Getty Images
Confira a matéria e saiba tudo sobre a queda de cabelo / Foto: Getty Images

Redação por Livia Dambrosio

Produtos relacionados

Seu cabelo está caindo e você não sabe o porquê.  Especialistas afirmam que a queda de cabelo é considerada normal quando a caem até 100 fios por dia, mas no momento em que a perda de cabelo se torna constante e intensa, com muitos tufos e espalhados pela casa, é importante procurar ajuda logo, antes que o problema se agrave! Para entender qual é o motivo da queda de cabelo e como podemos evitar, o DermaClub entrevistou seu time de dermatologistas, que esclareceu as melhores maneiras de tratar e evitar a perda dos fios.

1. “Por que o meu cabelo cai?”

Você pode não saber, mas todo cabelo tem um ciclo de crescimento e queda. Porém, quando sua estrutura está fragilizada - desde a raiz até as pontas - os fios quebram e tendem a cair mesmo fora da fase de queda. Tal problema costuma acontecer em pessoas que fazem muitos procedimentos químicos, por exemplo. Mas além dos fatores locais, a queda também pode estar relacionada com questões de saúde, como falta de vitaminas, estresse, anemia, hormônios e dermatite seborreica com caspa.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2. Quais são as causas da queda de cabelo?

De acordo com a dermatologista Gabriella Albuquerque, a queda de cabelo pode acontecer por conta de diversos fatores. É importante observar a movimentação dos seus fios, pois a maioria das quedas não acontece exatamente no momento em que o fator desencadeante está ocorrendo, já que as consequências normalmente aparecem três meses após o episódio em questão.

2. 1. Secador e chapinha: motivam a quebra e a queda de cabelo, principalmente para as pessoas que possuem fios mais frágeis e ralos. Se você vem notando que está perdendo muitos cabelos com a chapinha e o secador, interrompa o uso imediatamente.

2. 2. Estresse: pode causar a queda intensa dos fios. Esse problema pode acontecer após traumas físicos e emocionais, depois da gestação ou algumas doenças e infecções.

2. 3. Procedimentos químicos: se você fez uma escova progressiva, relaxamento, pintou ou descoloriu as madeixas e está perdendo muitos fios, o ideal é dar um tempo nesses procedimentos e adotar uma rotina de cuidados com o cabelo.

2. 4. Doenças no couro cabeludo: alopécia, foliculite, dermatite seborreica são condições que causam a queda de cabelo. Se você notar falhas no couro cabeludo, procure o quanto antes um dermatologista para solucionar o problema.

3. O que é alopecia?

A Drª Gabriella explica: “Essa condição é caracterizada pela redução dos cabelos que pode ser através da queda ou da diminuição no seu surgimento”, explicou. Neste caso, é fundamental reparar se você está apenas perdendo cabelo ou se, além disso, não está nascendo novos fios. O problema costuma provocar grandes falhas na região, deixando o couro cabeludo à mostra.

4. Queda de cabelo após a gestação

No decorrer da gravidez, as alterações hormonais fazem com que a queda natural dos fios diminua. Depois que o bebê nasce, cerca de três meses após o parto, todos os hormônios se normalizam e aquele cabelo todo que não caiu quando durante a gravidez, começa a cair.

5. A caspa pode causar a queda de cabelo?

Pode sim e isso se deve ao quadro inflamatório do couro cabeludo. A Drª Lilia Guadanhim, de São Paulo, esclarece: “Muitas vezes observamos também que pacientes que já sofrem de queda capilar têm receio de lavar os cabelos e acabam tendo uma piora do quadro de caspa e a perda dos fios se agrava ainda mais”, atentou.

Produtos relacionados

5. Sinais de alerta para a queda de cabelo

A Drª. Gabriella afirma que devemos sempre observar os momentos em que acontece a queda dos fios. “é importante notar se estão aparecendo tufos no travesseiro ou no chão da nossa casa”. Se isso anda acontecendo com você, o ideal é procurar um dermatologista para diagnóstico e tratamento.

6. Produtos para controlar a queda de cabelo:

- Shampoo antiqueda

 

Produtos relacionados

- Shampoo esfoliante

Produtos relacionados

- Leave-in hidratante

Produtos relacionados

- Creme de limpeza capilar

Produtos relacionados

- Ampola de hidratação

Produtos relacionados

- Condicionador antiqueda e quebra

Produtos relacionados

7. Mitos e verdades sobre queda de cabelo

7. 1. O uso de shampoo antiqueda funciona no tratamento?

Verdade, mas não é a única solução. A dermatologista Dra. Sineida Berbert, do Paraná, explica que o shampoo antiqueda é um excelente coadjuvante no tratamento da queda de cabelo. Junto com ele, muitas vezes é necessário apostar em um medicamento tópico ou oral.

7. 2. O estresse pode causar a queda dos fios?

Verdade. A profissional esclarece que o estresse é uma das principais causas de queda de cabelos. “Em situações estressantes existe uma maior secreção do hormônio cortisol, levando uma perda de cabelo ainda maior”, contou.

7. 3. Ao contrário o que dizem, a química não pode causar a queda dos fios?

Mito. “O uso de coloração, alisamentos e progressivas, assim como o secador e a chapinha, podem levar à queda, assim como podem produzir um processo de dermatite de contato e induzir a perda dos fios”, atentou a dermatologista.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 15 de Janeiro de 2019
Modificada em: 01 de Setembro de 2020

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

Poros dilatados

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Poros dilatados

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros dilatados

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Poros dilatados

Pele oleosa: rotina diurna ideal para combater o brilho excessivo, poros abertos, espinhas e cravos no rosto

Pele oleosa: rotina diurna ideal para combater o brilho excessivo, poros abertos, espinhas e cravos no rosto

Poros dilatados

Cravo: pele com poros abertos tem mais tendência a formar comedões? Descubra

Cravo: pele com poros abertos tem mais tendência a formar comedões? Descubra

Poros dilatados

Últimas Matérias

O tratamento oncológico e as consequências na pele Como e por que devemos cuidar da pele durante o tratamento de radioterapia? Como proteger a pele durante a quimioterapia A minha pele está sensível? Coceira, descamação, irritação na pele: 5 sinais de sensibilidade + como tratar Saiba porque o cuidado com a pele durante o tratamento oncológico pode ser vital 5 dicas indispensáveis para cuidar da pele durante a jornada do tratamento contra o câncer
Ver mais