Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Pele bronzeada x pele queimada: entenda a diferença e saiba como conquistar um bronzeado saudável no verão

Entenda a diferença entre pele queimada e pele bronzeada e saiba se é possível conseguir a cor dourada de forma saudável / Foto: Shutterstock
Entenda a diferença entre pele queimada e pele bronzeada e saiba se é possível conseguir a cor dourada de forma saudável / Foto: Shutterstock

Redação por Livia Dambrosio

Produtos relacionados

Quem nunca quis ficar com a pele bem bronzeada que atire a primeira pedra! No entanto, muitas vezes os planos acabam saindo furados e, ao invés de pegar aquela corzinha dourada, a pele fica queimada. Em ambos os casos, a pele sofre danos, mas você sabe qual é a diferença real entre essas duas situações? Será que é possível bronzear-se de forma saudável? O DermaClub tem as melhores dicas e cuidados para você. Fique de olho!

Entenda a diferença entre pele bronzeada e pele queimada

Embora ficar com um bronzeado bonito seja o desejo de muitos, é fundamental entender que todo o bronzeamento é uma exposição prolongada à radiação UVA, que também é responsável pelo fotoenvelhecimento. Mesmo sabendo disso, muita gente gosta de ficar com aquela corzinha dourada - a qualquer custo! Se você faz parte desse grupo, saiba que existe, sim, uma forma mais adequada de conseguir esse tom, embora o ideal, de um ponto de vista médico, seja não se bronzear.

A pele bronzeada é diferente da pele queimada. A pele bronzeada surge devido ao aumento da melanina - pigmento cutâneo - que acontece quando a nossa pele entra em contato com a radiação solar como uma forma de proteção. Cada pessoa produz quantidades diferentes dessa pigmentação no corpo - quem tem a pele mais clara possui pouca melanina na pele, por isso, tende a se queimar com mais facilidade. Já a pele morena e negra apresenta maior quantidade, sendo capaz de produzir um bronzeado com maior facilidade.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Por outro lado, o primeiro sinal de uma pele queimada é a sua aparência vermelha/ rosada. Além disso, ela pode ficar dolorida - o que compõe um quadro de eritema -, quente, sensível ao toque,também pode haver coceira. Em casos mais graves seu corpo pode desenvolver pequenas bolhas com líquido, que podem estourar; além de dor de cabeça, febre, calafrios e fadiga... Não podemos esquecer que depois de 4 a 7 dias da queimadura a pele pode apresentar descamação.

Entenda os riscos de uma queimadura solar

Uma queimadura solar considerada grave - aquela que causa a formação de bolhas no corpo - é capaz de dobrar os riscos do surgimento do melanoma - o tipo mais grave e raro de câncer de pele. De acordo com a dermatologista Lilia Guadanhim, cerca de 90% dos casos de melanoma estão relacionados à radiação UV. Além disso, as queimaduras também podem aumentar os danos do fotoenvelhecimento, que se manifesta através de rugas e manchas ao longo dos anos.

Protetor solar é indispensável para conquistar um bronzeado saudável

Para garantir um bronzeado mais saudável, você precisa aplicar e reaplicar o protetor solar ao longo da exposição - sem desculpas! Sem ele, a sua pele sofrerá com os danos dos raios ultravioleta, independentemente do horário ou da quantidade de exposição. Por isso, fique atenta: um filtro de FPS alto, de 30 ou superior, aplicado a cada duas horas ou toda a vez que você se molhar, é fundamental para conseguir uma corzinha com saúde.

Além disso, também é necessário ter paciência, porque não vai ser em um dia que vai ficar com a cor que você deseja. O bronzeado só vai começar a aparecer 48 a 72 horas após a primeira exposição solar. Este é o tempo necessário para que a melanina seja produzida e liberada pelas células - ou seja, não adianta exagerar no banho de sol ou encher o corpo de óleo bronzeador. Outra coisa importante é aproveitar apenas os horários em que a radiação não é tão incisiva - como entre as 8 e as 10 horas e após as 16 horas - para se expor.

*Ficou com dúvidas? Procure o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e agende uma consulta!

Publicada em: 31 de Outubro de 2019
Modificada em: 26 de Julho de 2021

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Base com protetor solar realmente funciona? Posso usar esse produto sem preocupações?

Base com protetor solar realmente funciona? Posso usar esse produto sem preocupações?

Proteção solar

Protetor solar em cápsula realmente funciona? Ele substitui as outras versões em creme, gel e spray?

Protetor solar em cápsula realmente funciona? Ele substitui as outras versões em creme, gel e spray?

Proteção solar

Protetor solar para pele oleosa: como escolher o melhor? Conheça 4 opções de produtos

Protetor solar para pele oleosa: como escolher o melhor? Conheça 4 opções de produtos

Proteção solar

Como o uso frequente do protetor solar ajuda a evitar o envelhecimento da pele?

Como o uso frequente do protetor solar ajuda a evitar o envelhecimento da pele?

Proteção solar

Quais são os benefícios de usar um protetor solar antioxidante?

Quais são os benefícios de usar um protetor solar antioxidante?

Proteção solar

Evitando mancha solar: conheça os principais erros na hora de aplicar o protetor solar

Evitando mancha solar: conheça os principais erros na hora de aplicar o protetor solar

Proteção solar

Últimas Matérias

Vitamina C para o rosto: para que serve? 4 funções do produto para a pele Niacinamida e vitamina C podem ser usadas juntas? Descubra os benefícios desses ativos Como hidratar a pele sensível? Conheça os principais cuidados com a hidratação deste tipo de pele Qual é o melhor ácido hialurônico para a pele? Shampoo para queda de cabelo: para que serve? Como usar? Qual é o mais indicado? Sentir coceira na pele pode ser resultado da falta de hidratação?
Ver mais

escolha a loja de sua preferência