Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Peles brancas e morenas claras: veja as características e cuidados ideais para mantê-las saudáveis

Saiba quais são as características das peles claras - brancas e morenas - e dicas de como cuidar para mantê-las saudáveis
Saiba quais são as características das peles claras - brancas e morenas - e dicas de como cuidar para mantê-las saudáveis

Entrevista com Dra. Vanessa Metz, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Para cuidar da pele é preciso entendê-la. Por isso, conhecer suas características é o primeiro passo para ter uma cútis viçosa, equilibrada e bonita. Um dos principais aspectos a serem levados em consideração é o tom do rosto, que pode influenciar em sua rotina de cuidados. A fim de solucionar todas as dúvidas de tratamentos e rituais com peles claras, o DermaClub entrevistou a dermatologista Vanessa Metz, do Rio de Janeiro, que concedeu dicas preciosas para cuidar da cútis branquinha. Confira!

As principais diferenças na fisiologia das peles claras e escuras

Segundo a médica, a melanina, responsável pela cor da cútis, é dividida em dois tipos: a feomelanina - pigmentos amarelados e avermelhados, presentes nas peles claras -, e a eumelanina - tons amarronzados que integram as escuras. Além de possuir melanina diferente, os negros e morenos ainda têm maior quantidade dessa proteína, que tem como característica a resistência, conferindo uma proteção solar natural.

Peles claras precisam de mais proteção solar do que as escuras

Devido à maior presença da feomelanina, as peles claras precisam muito mais de protetores solares do que as escuras. “Os caucasianos estão totalmente expostos e precisam de FPS alto para bloquear os raios ultravioleta, além de terem maior tendência à sardas e rugas devido ao fotoenvelhecimento”, afirmou.

Por isso, o uso do protetor solar diariamente com fator de proteção alto - acima de 30 - deve ser regra. “Quanto mais clara for, maior será a necessidade de um número maior de FPS, principalmente se ela apresentar sardas, melasma e rosácea, por exemplo. O hábito de usar o protetor deve estar inserido no dia a dia, não só na praia ou nas férias”, reforçou.

Quem tem a pele clara precisa atentar para a sensibilidade da cútis

Diferentemente das cútis escuras, que têm tendência à oleosidade, as brancas não produzem maior quantidade de glândulas sebáceas ou deficiência hídrica. No entanto, a sensibilidade é um fator presente nesse tipo de cútis. Por isso, vale lembrar que, por ser mais sensível, a pele clara tem maior propensão à alterações cutâneas, como a rosácea - que gera vermelhidão e lesões inflamadas - e ao melasma - manchas escuras -, além do temido câncer de pele. Para todos os casos, a prevenção é a melhor solução, principalmente com o uso de protetor solar e a consulta periódica com um dermatologista.

Combo da pele perfeita: antiglicante + antioxidante

Outro artifício que pode ser usado por quem tem pele clarinha é combinar o filtro com antioxidantes e antiglicantes. “Eles vão ajudar a proteger a derme contra a ação nociva dos agentes externos, como raios infravermelhos, radicais livres e poluição, minimizando o fotoenvelhecimento precoce”, afirmou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 28 de Agosto de 2015
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Vanessa Metz

Palavra do Dermatologista

Dra. Vanessa Metz

CRM: 52794953

Dra. Vanessa Metz é especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, formada em medicina pela Faculdade Souza Marques e pós-graduada em dermatologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Foi vice-presidente da Associação dos Dermatologistas da UERJ (ADUERJ) no ano de 2009 e professora substituta do serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto no ano de 2010. É sócia efetiva da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da Academia Americana de Dermatologia (AAD). Está em constante atualização participando de cursos e congressos no Brasil e exterior para trazer aos seus pacientes o que há de mais moderno.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Dermatologista

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Dermatologista

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Dermatologista

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Dermatologista

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Dermatologista

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais