Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

MINÉRAL 89 30ML DE R$119,90 POR R$99,90. APROVEITE AGORA

Quais são os benefícios dos produtos antiglicantes? Veja como combater os danos do açúcar na pele

Os antiglicantes são produtos que combatem os efeitos do açúcar na pele
Os antiglicantes são produtos que combatem os efeitos do açúcar na pele

Entrevista com Dra. Juliana Neiva, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Doces, chocolates e tortas estão na lista de comidas preferidas de muitas pessoas. No entanto, sabemos que essas delícias gastronômicas são boas para o paladar, mas, quando consumidas em excesso, podem causar vários danos ao organismo, inclusive para a pele. Para minimizar o efeito do açúcar, os produtos antiglicantes chegaram com tudo no mercado e prometem ser grandes aliados das beauty addicts. O DermaClub entrevistou a Dra. Juliana Neiva, do Rio de Janeiro, que alertou sobre os perigos do alimento para a pele e ainda explicou como estes dermocosméticos agem combatendo os danos. Confira já!

Glicação: saiba como o açúcar afeta a pele

A glicação é uma reação em que carboidratos e açúcares se ligam definitivamente às proteínas. Isso afeta diretamente o colágeno, já que durante o processo, essa união gera instabilidade e o faz quebrar. De acordo com a médica, esse efeito causa vários prejuízos. “Essa ação é tão agressiva quanto a dos radicais livres, promovendo rugas, perda de elasticidade e de tonicidade”, explicou.

Quais são as vantagens dos dermocosméticos antiglicantes?

Este tipo de produto atua para impedir que essa ligação ocorra, minimizando o envelhecimento precoce e revitalizando os contornos do rosto e da pele. Quer saber mais vantagens? Olha só!

- Manutenção da elasticidade;
- Devolve a firmeza;
- Revigora a tonicidade;
- Previne o aparecimento de rugas;
- Evita a formação de linhas finas.

Quais as recomendações de uso do produto?

A dermatologista recomenda o uso do dermocosmético como uma espécie de primeiros cuidados, a partir dos 25 anos. “Ele pode entrar na rotina de beleza do paciente, como método de prevenção. Além disso, deve ser usado pela manhã, junto com antioxidante e antes do protetor solar, a fim de proteger o rosto contra a radiação ultravioleta, infravermelha e poluição”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 06 de Outubro de 2016
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Juliana Neiva

Palavra do Dermatologista

Dra. Juliana Neiva

CRM: 663883

Dra. Juliana Neiva é médica Pós-graduada em Dermatologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Possui título de Especialista em Dermatologia, pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Sempre atualizada, frequenta os mais importantes congressos nacionais e internacionais. Fez inúmeros cursos e workshops em Dermatologia Clínica e Estética, ministrados pelos principais especialistas estrangeiros na área. Além disso, é colunista em rádios e autora do livro Guia Prático da Beleza por dentro e por fora.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Água termal no tratamento da psoríase realmente funciona? Confira a opinião de uma dermatologista

Água termal no tratamento da psoríase realmente funciona? Confira a opinião de uma dermatologista

Dermatologista

Vitamina C, ácido hialurônico, ácido glicólico... Quais substâncias podem ser usadas no sol e na praia?

Vitamina C, ácido hialurônico, ácido glicólico... Quais substâncias podem ser usadas no sol e na praia?

Dermatologista

Vitamina B3 (niacinamida): o que é? Conheça a substância e o que ela pode fazer pela sua pele

Vitamina B3 (niacinamida): o que é? Conheça a substância e o que ela pode fazer pela sua pele

Dermatologista

Queimadura solar pode se tornar uma mancha? Dermatologista esclarece o assunto

Queimadura solar pode se tornar uma mancha? Dermatologista esclarece o assunto

Dermatologista

Rosácea, sensibilidade, dermatite: 5 problemas na pele que surgem com o desequilíbrio do microbioma

Rosácea, sensibilidade, dermatite: 5 problemas na pele que surgem com o desequilíbrio do microbioma

Dermatologista

Dermatite atópica no verão: como cuidar? Dermatologista indica uma rotina de skincare

Dermatite atópica no verão: como cuidar? Dermatologista indica uma rotina de skincare

Dermatologista

Últimas Matérias

Microbioma da pele: o que é? Entenda o que são cuidados prebióticos, probióticos e pós-bióticos Esfoliante para o couro cabeludo: ajuda com a caspa? Resseca o cabelo? 4 mitos e verdades sobre o assunto Queratina: o que é? Qual é a função da queratina nos cabelos? Como usar na rotina de cuidados capilar? SOS lábios: cuidados e procedimentos para deixar a sua boca ainda mais bonita Os riscos da limpeza de pele excessiva: efeito rebote, irritação... Confira os principais Óleo de Melaleuca (Tea Tree Oil): para que serve? É seguro? Quais os benefícios para a pele oleosa?
Ver mais