Main content

Queratina para cabelo: o que é, qual é a função e como usar?

Descubra o que é queratina, seus benefícios para a pele e cabelo, procedimentos em que mais é usado e como usá-la corretamente no Dermaclub.
28 jan 2020

A queratina é um dos ingredientes chave para conquistar um cabelo saudável. Os seus efeitos no tratamento capilar incluem o fortalecimento e a proteção da fibra, além de outros benefícios. 

Para entender melhor esse ingrediente, a sua função na rotina de cuidados capilares e como incluí-lo no ritual, Dermaclub bateu um papo com a dermatologista Carolina Marçon. Dá só uma olhada nas dicas que ela separou para você!

O que é a queratina?


A queratina é uma proteína fibrosa e resistente, presente em diversas partes do corpo de animais, incluindo os seres humanos. É uma das principais proteínas que compõem as unhas, cabelos, penas, chifres, cascos e a camada externa da pele (epiderme) dos animais.

Nos cabelos, a queratina é fundamental para sua estrutura e resistência. Ela forma uma espécie de "capa protetora" ao redor dos fios, conferindo-lhes elasticidade e evitando a quebra. Além disso, a queratina é essencial para manter os cabelos saudáveis, brilhantes e com aspecto sedoso.

Devido a essas propriedades, a queratina é frequentemente usada em produtos de cuidados capilares, como shampoos, condicionadores, máscaras e tratamentos para reconstrução capilar. Esses produtos podem ajudar a reparar cabelos danificados e fortalecer os fios, promovendo sua saúde e beleza.

Segundo a médica, a queratina é uma proteína constituída por 15 aminoácidos, sendo um deles bem predominante, chamado de cisteína. “Essa substância tem a função de proteger e dar resistência a algumas estruturas do nosso corpo, principalmente o cabelo”. A queratina representa 90% da formação dos folículos, sendo essencial para que estes tenham vida, elasticidade e resistência. Assim, você não precisa mudar o visual, como cortar o cabelo à toa.

Para que serve a queratina?


A queratina proporciona diversas vantagens para os nossos cabelos e unhas! Ela é uma proteína incrível e fibrosa que dá toda a estrutura e resistência para essas partes tão especiais do nosso corpo.

Nos cabelos, a queratina é como um guarda-costas protetor, tornando-os mais fortes e flexíveis. Isso significa que eles ficam menos propensos a quebrar quando a gente penteia, usa secador ou até mesmo quando o sol está forte.

E nas unhas, ela também é a grande responsável pela fortaleza! Com a queratina presente, nossas unhas ficam lindas e saudáveis, sem quebrar ou descamar facilmente. Além disso, nas camadas mais externas da epiderme, ela forma uma proteção valiosa contra os perigos do dia a dia, como raios UV, poluição e produtos químicos.

No cabelo, a queratina tem a função de proteger e preservar os nutrientes presentes dentro do fio. “Ela funciona como uma capa protetora que impede a perda de água dentro da haste capilar, protege o fio, dá um aspecto mais brilhante e maleável. Mas quando ocorrem as agressões, como o uso de ferramentas quentes ou químicas, a substância é degradada, deixando o cabelo desvitalizado e quebradiço”, esclareceu.

 

Onde a queratina está presente no nosso corpo?


A queratina está majoritariamente presente nos cabelos e nas unhas. Embora ela exista naturalmente nessas regiões, há muitas agressões capazes de destruí-la, principalmente nas madeixas. A queratina é uma proteína fibrosa encontrada em várias partes do nosso corpo, como a epiderme da pele, as unhas, os cabelos, as penas e até mesmo os chifres de animais.  

Na pele, a queratina está presente na camada mais externa, chamada de estrato córneo, proporcionando proteção contra agentes externos, como bactérias, fungos e raios ultravioleta. Nas unhas, a queratina é responsável por sua dureza e integridade. Já nos cabelos, ela compõe a estrutura do fio, conferindo força, elasticidade e brilho. 

Qual é a função da queratina no nosso cabelo?


No cabelo, a queratina tem a função de proteger e preservar os nutrientes presentes dentro do fio. “Ela funciona como uma capa protetora que impede a perda de água dentro da haste capilar, protege o fio, dá um aspecto mais brilhante e maleável. Mas quando ocorrem as agressões, como o uso de ferramentas quentes ou químicas, a substância é degradada, deixando o cabelo desvitalizado e quebradiço”, esclareceu.

Quais danos podem remover a queratina do cabelo?


Existem vários fatores que podem remover ou danificar a queratina presente nos cabelos. Alguns dos principais são o uso excessivo de produtos químicos como tinturas, alisamentos, permanentes e outros produtos químicos agressivos que podem enfraquecer e remover a queratina dos fios. 

Além disso, o uso frequente de ferramentas de calor, como secadores, chapinhas e babyliss, pode causar danos térmicos aos cabelos, enfraquecendo a queratina e deixando os fios frágeis e quebradiços. Fatores ambientais como o sol, a poluição, o cloro da água da piscina e o sal do mar podem prejudicar a queratina, tornando os cabelos fracos e sem brilho.

Como saber se o cabelo está com falta de queratina?


Para identificar se o cabelo está com falta de queratina, é necessário prestar atenção a alguns sinais e características dos fios. Alguns dos indícios mais comuns são:

  • Fios frágeis e quebradiços, que se partem facilmente mesmo com movimentos leves, como pentear ou prender o cabelo.
  • Textura áspera e sem brilho, o que faz com que o cabelo perca sua suavidade e brilho natural.
  • Presença frequente de pontas duplas, indicando que os fios estão danificados e precisam de tratamento.
  • Elasticidade reduzida, ou seja, quando o cabelo esticado não retorna à sua forma original e acaba quebrando facilmente.
  • Cabelo danificado por processos químicos, como coloração, alisamento ou descoloração, que podem levar à perda de queratina.
  • Perda de volume e afinamento dos fios, tornando o cabelo com uma aparência mais rala e menos volumosa.

Se você notar alguns desses sinais no seu cabelo, é recomendável procurar a ajuda de um profissional cabeleireiro ou tricologista para uma avaliação mais precisa. Eles poderão indicar os tratamentos e cuidados necessários para repor a queratina e melhorar a saúde e a aparência dos seus cabelos. 

Como repor a queratina do cabelo?


Nessas situações, conseguimos fazer a reposição de queratina. “Existem produtos sintéticos que podem ser aplicados no cabelo para fazer a reestruturação do fio, adicionando a proteína que foi perdida”. A Drª Carolina deu algumas opções:

  • Nanoqueratinização: é feita com uma escova que fica ligada a um aparelho que contém queratina líquida, que vai sendo distribuída nos fios quando for passada no cabelo.
  • Cauterização: também conhecida como plástica capilar, que é feita através de uma limpeza, hidratação, depois é feita uma carga de queratina e o aquecimento com a chapinha para consolidar. Por último, vem a finalização com silicone.
  • Reconstrução capilar: recomendada para cabelos extremamente danificados. O tratamento é feito através do depósito de queratina nos cabelos, outras proteínas e alguns minerais que fazem a hidratação e a proteção.
  • Linha capilar à base de queratina: a proteína consegue ser reposta gradativamente, através do uso de dermocosméticos que ajudam nesse sentido, como a linha Dercos Kera-Solutions de Vichy.

Quais são os cuidados para evitar a perda da queratina para cabelo?


Quando se trata de cuidar do seu cabelo e evitar a perda de queratina, é fundamental começar com a escolha dos produtos certos. Procure por shampoos, condicionadores e máscaras capilares formulados para fortalecer e nutrir os fios. Esses produtos geralmente contêm ingredientes que ajudam a repor a queratina, como aminoácidos e proteínas. 

Além disso, é importante evitar o uso excessivo de ferramentas de calor, como secador, chapinha e modelador de cachos. O calor intenso dessas ferramentas pode danificar a queratina e enfraquecer os fios. Portanto, sempre que possível, tente limitar o uso desses aparelhos ou use um protetor térmico antes de aplicá-los. Esses produtos formam uma barreira protetora ao redor dos fios, minimizando os danos causados pelo calor.

Não podemos esquecer da importância de uma alimentação saudável para manter a queratina capilar. Uma dieta equilibrada, rica em nutrientes essenciais, pode contribuir para a saúde dos fios. Certifique-se de incluir alimentos como peixes, ovos, frutas, legumes e grãos integrais em sua alimentação. Esses alimentos fornecem proteínas, vitaminas e minerais que são benéficos para a saúde do cabelo e para a produção adequada de queratina.

Por fim, evite escovar o cabelo quando ele estiver molhado. O cabelo está mais frágil nesse estado e escová-lo pode levar à quebra e danificar a queratina. Em vez disso, use um pente de dentes largos para desembaraçar suavemente os fios molhados, começando pelas pontas e subindo gradativamente.

Lembre-se de que cada pessoa tem um tipo de cabelo único, portanto, é essencial adaptar esses cuidados de acordo com as necessidades do seu cabelo. 

Entenda o que é queratina

A queratina pode alisar o cabelo?


 A queratina ter o poder de alisar o cabelo é um mito. Se você tem cabelo cacheado, ondulado ou crespo e quer manter a curvatura dos fios, não precisa se preocupar com o uso da queratina. Como se trata de um tratamento reconstrutor, que enriquece os fios com proteínas, a queratina também é benéfica para as cacheadas!

 

A queratina pode deixar o cabelo endurecido e causar quebra?


A queratina em si não deve deixar o cabelo endurecido ou causar quebra, desde que seja usada corretamente. A queratina é uma proteína naturalmente encontrada no cabelo e é responsável por sua força, elasticidade e integridade estrutural.

No entanto, em alguns casos, o uso excessivo ou inadequado de tratamentos capilares à base de queratina pode resultar em cabelos endurecidos e propensos a quebrar. Isso geralmente ocorre quando há um acúmulo excessivo de queratina nos fios, seja devido a uma aplicação excessiva do produto ou a uma má qualidade do tratamento utilizado.

É importante seguir as instruções de uso dos produtos à base de queratina e evitar muita exposição. Se você usar tratamentos de queratina com muita frequência ou aplicar quantidades excessivas, pode haver uma sobrecarga de proteína nos fios, o que pode levar a uma sensação de rigidez e deixar o cabelo suscetível à quebra.

Se você notar que seu cabelo está ficando rígido, frágil ou quebradiço após a aplicação de tratamentos à base de queratina, é recomendável interromper o uso e consultar um profissional de cabelo. Eles poderão avaliar a condição do seu cabelo e recomendar o melhor curso de ação para reequilibrar a hidratação, a proteína e outros aspectos importantes da saúde capilar.

 

Como fazer o uso da queratina?


A queratina é uma proteína importante para a saúde e força dos cabelos. Ela pode ser usada de várias formas para melhorar a saúde capilar.  Existem produtos capilares, como shampoos e condicionadores, que contêm queratina em sua fórmula. Use esses produtos regularmente para fortalecer e proteger os fios, como a linha Dercos Kera-Solutions de Vichy.

A linha Kera-Solutions conta com pro-keratin complex em doses adaptadas para cada região do fio em sinergia com outros ativos dermatológicos como a alantoína, vitamina B5 e ácido hialurônico. Além disso, a tecnologia exclusiva dos produtos da linha Dercos Kera-Solutions proporciona uma micro restauração inteligente dos danos - identificando as regiões mais danificadas dos fios, proporcionando um processo de reparação mais preciso no cabelo. 

Além disso, a queratina líquida também pode ser aplicada diretamente nos cabelos úmidos, após a lavagem com shampoo. Aplique a queratina mecha por mecha, massageando suavemente para garantir que o produto seja absorvido. Deixe agir por alguns minutos e enxágue bem.
 

 

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 28 de Janeiro de 2020
Modificada em: 18 de Agosto de 2023

Clube de Vantagens

 

Image
 

palavra do dermatologista

DRA. CAROLINA REATO MARÇON
CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia
 
 
 

palavra do dermatologista

Image

DRA. CAROLINA REATO MARÇON
CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia
 
Orientation message
For the best experience, please turn your device