Main content

Radicais livres: dermatologista fala o que são e como agem

Saiba tudo sobre radicais livres e como podem afetar sua pele. Dermaclub vai te ajudar a proteger sua pele dos danos causados pelos radicais livres.
04 nov 2015

Você já ouviu falar em radicais livres? Grandes vilões da nossa pele, eles causam rugas, flacidez e outros sinais do envelhecimento cutâneo. São moléculas produzidas pelas próprias células do organismo, mas a sua produção pode ser aumentada e gerar estresse oxidativo quando nos expomos aos agressores ambientais e mantemos maus hábitos de vida.

 Entretanto, é possível prevenir esse estresse oxidativo e prevenir os danos que ele pode causar na nossa pele com uma boa alimentação, consumo adequado de água diariamente, a aplicação do filtro solar e, principalmente, adotar um cuidado que deve te acompanhar sempre: um antioxidante eficaz. Quer entender mais sobre os radicais livres e como eliminá-los da pele? O Dermaclub conversou com a dermatologista Juliana Jordão, de Curitiba, que explicou tudo sobre o assunto.


O que são radicais livres? 


Os radicais livres são aquelas moléculas produzidas pelas células quando o corpo passa pela queima de oxigênio quando produz energia. De acordo com a dermatologista, essas substâncias, quando produzidas em excesso, podem danificar as células saudáveis do organismo, até mesmo o DNA celular. 

“Quando produzidos naturalmente ao longo da vida, os radicais livres são, em sua grande maioria, neutralizados por enzimas protetoras. Porém, existem fontes externas a que nos expomos no dia a dia que podem contribuir para a formação em excesso dos radicais livres, promovendo danos irreparáveis”, atentou.


6 principais fatores que aumentam a produção de radicais livres: 


Há alguns fatores que aumentam a produção de radicais livres, veja 6 opções a seguir e entenda o que ocorre:

  • Poluição Ambiental: A exposição à poluição do ar e da água, que contém substâncias químicas tóxicas, pode gerar radicais livres no corpo, causando danos às células.
  • Radiação Ultravioleta: A exposição excessiva à radiação ultravioleta (UV) do sol, sem proteção adequada, pode aumentar a produção de radicais livres na pele e contribuir para o envelhecimento precoce e danos ao DNA.
  • Tabagismo: O consumo de tabaco é uma fonte significativa de radicais livres devido às substâncias químicas tóxicas presentes nos cigarros, que promovem o estresse oxidativo e danos celulares.
  • Consumo de Álcool: O consumo excessivo de álcool pode aumentar a produção de radicais livres no fígado e em outros órgãos, contribuindo para doenças hepáticas e outros problemas de saúde.
  • Pesticidas: A exposição a pesticidas e produtos químicos agrícolas pode aumentar a produção de radicais livres no corpo, representando um risco para a saúde de agricultores e pessoas que consomem alimentos contaminados.
  • Estresse: O estresse crônico pode desencadear uma resposta inflamatória no corpo, aumentando a produção de radicais livres. Gerenciar o estresse é fundamental para reduzir o impacto negativo no organismo.

Como acontece o envelhecimento da pele causado pelos radicais livres?


O envelhecimento da pele, embora seja algo natural, pode ser acelerado pela produção em excesso dos radicais livres em um processo conhecido como estresse oxidativo.

 A dermatologista explica como isso acontece: “As funções biológicas de proteínas, como o próprio colágeno, são alteradas, causando a degradação das suas fibras. Sem essas estruturas de sustentação, a pele começa a ficar flácida e com rugas”.


O que elimina radicais livres? 


Para eliminar os radicais livres é importante ter sob controle alguns fatores com novos hábitos saudáveis. Cultive bons hábitos para eliminar radicais livres, começam pela alimentação, os antioxidantes, como frutas vermelhas e roxas, frutas cítricas também são ricas em vitamina C aumenta o consumo de antioxidante.

Tome cuidado com a exposição ao sol, se expor sem uma proteção controlada, restrita a alguns minutos no dia pode ser a porta de entrada dos radicais livres, é importante entender a intensidade do sol e usar protetor solar de acordo com sua cor de pele.

Outros cuidados importantes é sobre o consumo de bebidas alcoólicas e cigarro, a nicotina tem um aumento assustador de radicais livres e causa alterações no DNA, morte de células e dano oxidativo nos tecidos, o álcool também é prejudicial no combate a radicais livres, pois acaba destruindo o antioxidantes que neutralizam as moléculas.

Escolha bem as gorduras que vai consumir, prefira gordura de alimentos naturais como, coco, abacate e oleaginosas (castanhas, amêndoas, nozes). O consumo de açúcar também é um alimento que aumenta os radicais livres, com o alto consumo de açúcar, ele desencadeia um processo chamado glicação, fazendo com as moléculas de açúcares grudam proteínas como o colágeno, perdendo sua capacidade de ação.

 Outra forma de eliminar radicais livres e exagerar nas atividades físicas, é importante ser acompanhado de um profissional para ter um programa equilibrado.

Onde são encontrados os radicais livres?


Os radicais livres são produzidos o tempo todo pelo nosso organismo. Pois eles são produtos da conversão dos nutrientes dos alimentos em energia, além do nosso organismo possuir enzimas protetoras para protetoras que controlam os níveis de radicais livres produzidos pelo nosso metabolismo.

Como prevenir os radicais livres?


Os radicais livres favorecem o envelhecimento precoce da pele e, segundo a Dra. Juliana, prevenir a formação em excesso dessas moléculas e também os seus danos é sempre o melhor caminho. Além de evitar maus hábitos de vida e adotar uma boa alimentação, o uso de antioxidantes diariamente antes de aplicar o filtro solar é um cuidado fundamental para neutralizar os danos que essas moléculas podem causar.

 Os antioxidantes são agentes fundamentais no combate aos radicais livres e na prevenção dos danos que eles podem causar na pele, e a médica explica melhor: “Eles são substâncias que se ligam aos radicais livres para neutralizá-los e podem ser adquiridos através de uma alimentação balanceada - rica em vitaminas -, ou por meio do consumo de complexos antioxidantes em cápsulas ou dermocosméticos”, explicou.

Qual a vitamina e ativos combatem os radicais livres?


Para combater os radicais livres algumas vitaminas são essenciais para o nosso organismo. Ter uma rotina de alimentação saudável é essencial para combater os radicais livres: Veja a seguir as vitaminas que te ajudam nesse processo.


Mulher de pele negra aplicando serum em sua pele

Vitamina A


A vitamina A é um micronutriente importante, e também está associada a prevenção de doenças e fortalecimento do sistema imunológico, embora seja essencial para a saúde, nosso corpo não produz.

Toda vitamina que precisamos vem dos  alimentos como a cenoura e a abóbora, em alguns casos se faz necessário a suplementação oral pela falta no organismo gera uma deficiência. Ajudando a combater os radicais livres.
 

 Vitamina C


A vitamina C também conhecida como ácido ascórbico, tem um papel importante no organismo humano, e reduz os danos causados por radicais livres. Sendo um antioxidante importante para o corpo que ajuda a neutralizar e proteger as células e os tecidos oxidativos.

A vitamina C pode ser encontrada em  grande quantidade nas frutas cítricas e vegetais verde escuros, em alguns casos o suplemento vitamínico pode ser recomendado por um médico se assim for necessário.

O Pure Vitamin C10, de La Roche-Posay, é um sérum anti-idade concentrado renovador e corretor de imperfeições da pele oleosa, combinando vitamina C pura, ácido salicílico que combate a oleosidade e tem uma ação calmante. 

Vitamina E


A vitamina E é um nutriente importante para o corpo, com ativos antioxidantes seu principal papel é proteger as células do corpo contra os danos causados pelos radicais livres, sendo uma vitamina lipossolúvel que é solúvel a gordura e está presente em muitos alimentos, ajudando a pele eo cabelo.

A vitamina E pode ser encontrada em muitos alimentos como, grãos como arroz, milho, amêndoas, nozes, castanha e alguns vegetais, se necessário um médico pode sugerir o uso de suplemento alimentar em casos uma falta de vitamina E, lembrando que com uma dieta equilibrada é possível obter a quantidade ideal.

Ácido Ferúlico


O ácido ferúlico tem um papel importante na proteção das células com seu composto antioxidante que ajuda a reduzir os radicais livres. Esse ácido é encontrado em muitos alimentos principalmente no farelo de arroz e de milho;

O CE Ferulic é o sérum composto por  Vitamina C Pura ideal para corrigir e prevenir o envelhecimento precoce da pele, ajudando a  reduzir rugas e combate a perda de firmeza e elasticidade da pele,

Phloretin


O phloretin é um Antioxidante potente que combina a proteção contra os radicais livres e ainda auxilia no clareamento da pele, ele é encontrado em certas frutas como maçãs e também cascas de frutas cítricas, além de ajudar no clareamento o Phloretin combate o envelhecimento prematuro.

O Skinceuticals Phloretin CF, um sérum anti-idade, com ação clareadora, que controla a hiperpigmentação para homogeneizar a tonalidade da pele, além de auxiliar na proteção de radiações UV, infravermelha e até da poluição. 

Resveratrol


O resveratrol é um composto natural e tem muitos benefícios à saúde, sendo antioxidante  e também anti-inflamatório e muitos benefícios para a pele com proteção solar para reduzir sinais de envelhecimento.

Tem muitos alimentos que podem ser acrescentados na dieta que tem resveratrol, como uvas principalmente as escuras, amoras e algumas variedades de nozes.

Catequina


A catequina é um tipo de flavonóide, é um antioxidante e nutriente com muitos benefícios à saúde, ajuda na inflamação no corpo e gestão de peso ajudando na queima de gordura. Pode ser ingerida através do morango, uva e chá verde.

Flavonóide


Encontrada especialmente nas uvas, maçãs e morangos, a flavonóide tem um grupo diversificado de compostos antioxidantes , ajuda na saúde da pele e gastrointestinais, além de ser anti-inflamatório. 

Há  muitos alimentos que contém flavonoides como vegetais, cebolas, alho e brócolis, chás verde e chá preto, legumes como soja e grãos integrais. 

Isoflavona


A isoflavona é um  grupo de compostos vegetais, são conhecidos como fitoestrogênicas e têm uma estrutura química que se assemelha aos hormônios femininos  como os estrogênios. 

Tendo muitos benefícios hormonais e ajudando na saúde óssea e cardiovascular, além de ser antioxidante ajudando a eliminar os radicais livres. Encontrado principalmente na soja e seus derivados.

Licopeno


O licopeno  é  um antioxidante que pode ser benéfico para a saúde da pele e da próstata, além de ter alta capacidade de proteção solar. Obtida através do tomate e outros alimentos vermelhos.

Selênio


O selênio é um mineral essencial para o corpo, tem muitas funções importantes para a nossa saúde, sendo antioxidante, ajuda na imunidade e saúde cardiovascular e reprodutiva. Encontrado na castanha do Pará, carnes vermelhas e brancas.

Zinco


O zinco também é um mineral que ajuda em funções importantes do corpo, ajudando no crescimento e desenvolvimento de crianças, adolescentes e mulheres grávidas, o zinco ajuda no metabolismo e saúde da pele ajudando a pele irritada e inflamada. 

Presente principalmente nas carnes vermelhas e brancas, leite, cereais integrais, feijões e nozes, em caso da falta desse mineral por conta de deficiência diagnóstica pode se usar a suplementação indicada pelo médico, pois Zinco.

Como incluir antioxidantes em sua rotina de cuidados com a pele?


É super importante manter uma alimentação balanceada e rica em vitaminas e minerais com ação antioxidante. Quando ingeridos pela alimentação, eles são levados para todos os nossos órgãos e ajudam a saúde de todo o nosso organismo, inclusive o cérebro, mas para garantir uma quantidade de antioxidantes adequadas na pele é preciso aplicar diretamente na pele, os séruns, cremes, loções ou águas.

 Eles são absorvidos e ficarão mais concentrados na pele, promovendo a neutralização dos radicais livres e combatendo os seus efeitos danosos na pele. “Sugerimos o uso regular de antioxidantes por via oral ou tópica. Dermocosméticos com alta concentração de vitamina C, E e resveratrol são ótimas opções na prevenção do envelhecimento cutâneo”, acrescentou.

Dica: aposte nas formulações em sérum que são melhor absorvidas pela pele.Veja algumas opções desses produtos:

O Neovadiol Sérum Multicorretor de sinais da idade atua em 5 benefícios para reduzir os impactos da menopausa na pele: corrige rugas, reduz marcas de idade,redefine contornos faciais, aumenta a luminosidade e nutre a pele. Outro produtos que vai ajudar e uniformizar sua pele e Retinol e Vitamina B3 que permite uma alta eficácia anti-idade e máxima tolerância para as peles sensíveis, uma opção noturna que ajuda a diminuir a aparência de linhas finas e o Retinol 0.3 SkinCeuticals, agindo na renovação celular, favorece a produção de colágeno e diminui a aparência de linhas finas, rugas e marcas de expressão.

Para finalizar temos o Blemish+ Age Defense traz uma nova abordagem para o cuidado da pele oleosa e acneica. Sua fórmula é composta pela combinação exclusiva de 5 ácidos, no combate à acne e na redução de rugas e linhas finas.
 

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 04 de Novembro de 2015
Modificada em: 14 de Dezembro de 2023

 

Image
 

palavra do dermatologista

DRA. JULIANA JORDÃO
CRM: 23783

Graduada pela Faculdade Evangélica do Paraná e especialista em dermatologia pelo Hospital Universitário Evangélico de Curitiba e em Clinical Fellowship em Laserterapia na Bélgica. É membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. Atualmente ministrando aulas de Laserterapia e Cosmiatria nos Congressos Brasileiro de Dermatologia, de Cirurgia Dermatológica, Simpósio Anual de Cosmiatria e Laser, entre outros. Além de aplicar treinamento em Fotodermatologia para outros médicos dermatologistas em diversas cidades do Brasil.
 
 
 

palavra do dermatologista

Image

DRA. JULIANA JORDÃO
CRM: 23783

Graduada pela Faculdade Evangélica do Paraná e especialista em dermatologia pelo Hospital Universitário Evangélico de Curitiba e em Clinical Fellowship em Laserterapia na Bélgica. É membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. Atualmente ministrando aulas de Laserterapia e Cosmiatria nos Congressos Brasileiro de Dermatologia, de Cirurgia Dermatológica, Simpósio Anual de Cosmiatria e Laser, entre outros. Além de aplicar treinamento em Fotodermatologia para outros médicos dermatologistas em diversas cidades do Brasil.
 
Orientation message
For the best experience, please turn your device