Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Queratina: o que é? Qual é a função da queratina nos cabelos? Como usar na rotina de cuidados capilar?

Entenda o que é a queratina e quais os seus benefícios para a saúde dos cabelos / Foto: Getty Images
Entenda o que é a queratina e quais os seus benefícios para a saúde dos cabelos / Foto: Getty Images

Entrevista com Dra. Carolina Reato Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

A queratina é um dos ingredientes chave para conquistar um cabelo saudável. Os seus efeitos no tratamento capilar incluem o fortalecimento e a proteção da fibra, além de outros benefícios. No entanto, essa substância ainda gera muitas dúvidas: ela pode quebrar os fios? Endurece ou alisa o cabelo? Para entender melhor esse ingrediente, a sua função na rotina de cuidados capilares e como incluí-lo no ritual, o DermaClub bateu um papo com a dermatologista Carolina Marçon. Dá só uma olhada nas dicas que ela separou para você!

1. O que é a queratina?

Segundo a médica, a queratina é uma proteína constituída por 15 aminoácidos, sendo um deles bem predominante, chamado de cisteína. “Essa substância tem a função de proteger e dar resistência a algumas estruturas do nosso corpo, principalmente o cabelo”. Ela representa 90% da formação dos folículos, sendo essencial para que estes tenham vida, elasticidade e resistência.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2. Onde a queratina está presente no nosso corpo?

A queratina está majoritariamente presente nos cabelos e nas unhas. Embora ela exista naturalmente nessas regiões, há muitas agressões capazes de destruí-la, principalmente nas madeixas.

3. Qual é a função da queratina no nosso cabelo?

No cabelo, a queratina tem a função de proteger e preservar os nutrientes presentes dentro do fio. “Ela funciona como uma capa protetora que impede a perda de água dentro da haste capilar, protege o fio, dá um aspecto mais brilhante e maleável. Mas quando ocorrem as agressões, como o uso de ferramentas quentes ou químicas, a substância é degradada, deixando o cabelo desvitalizado e quebradiço”, esclareceu.

4. Podemos perder a queratina do cabelo? Como isso acontece?

A queratina produzida pelo nosso corpo se perde naturalmente com a ação do sol e dos outros elementos externos, mas alguns hábitos podem intensificar esse processo. Secador e chapinha removem a umidade natural dos fios e, quando usados com frequência, podem também influenciar a perda de proteínas/aminoácidos, como é o caso da queratina. Algo parecido acontece quando falamos sobre escovas progressivas e outras químicas capilares, que remodelam a estrutura do fio. Ao abrir e fechar as cutículas do cabelo para esse processo, perde-se queratina e, como consequência, a fibra capilar fica cada vez mais fina.

5. Quais danos podem remover a queratina do cabelo?

- Chapinha;
- Secador;
- Babyliss;
- Radiação solar;
- Coloração;
- Descoloração.
- Escova progressiva;
- Outras químicas.

6. Como repor a queratina que foi perdida?

Nessas situações, conseguimos fazer a reposição de queratina. “Existem produtos sintéticos que podem ser aplicados no cabelo para fazer a reestruturação do fio acrescentando a proteína que foi perdida”. A Drª Carolina deu algumas opções:

Nanoqueratinização: é feita com uma escova que fica ligada a um aparelho que contém queratina líquida, que vai sendo distribuída nos fios quando for passada no cabelo.

Cauterização: também conhecida como plástica capilar, que é feita através de uma limpeza, hidratação, depois é feita uma carga de queratina e o aquecimento com a chapinha para consolidar. Por último, vem a finalização com silicone.

Reconstrução capilar: recomendada para cabelos extremamente danificados. O tratamento é feito através do depósito de queratina nos cabelos, outras proteínas e alguns minerais que fazem a hidratação e a proteção.

Linha capilar à base de queratina: a proteína consegue ser reposta gradativamente, através do uso de dermocosméticos que ajudem nesse sentido, como os shampoos, condicionadores e máscaras enriquecidos com queratina.

Produtos relacionados

7. E quais são os cuidados para evitar a perda da queratina?

- Diminuir o uso da chapinha, do secador e do babyliss;
- Se for usar, aplicar um protetor térmico antes;
- Espaçar mais o retoque da sua coloração;
- Descolorir o cabelo somente com um profissional.

8. É verdade que a queratina pode alisar o cabelo?

Mito. Se você tem cabelo cacheado, ondulado ou crespo e quer manter a curvatura dos fios, não precisa se preocupar com o uso da queratina. Como se trata de um tratamento reconstrutor, que enriquece os fios com proteínas, a queratina também é benéfica para as cacheadas!

9. A queratina pode deixar o cabelo endurecido e causar quebra?

Mito, mas só se você não exagerar no seu uso. Os produtos à base de queratina funcionam a partir da reposição desse componente, que é perdido ao longo do tempo, na fibra capilar. O resultado são fios mais estruturados e fortes, que resistem à quebra. Entretanto, usar a queratina de forma exagerada pode sim ter um efeito inverso: os fios ficam mais rígidos, o que gera o aspecto endurecido, e quebradiços. O ideal é apostar numa linha completa de shampoo, condicionador e leave-in que entreguem concentrações inteligentes do ingrediente, de preferência recomendada pelo seu dermatologista, para ficar longe de riscos.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 28 de Janeiro de 2020
Modificada em: 01 de Abril de 2020

Dra. Carolina Reato Marçon

Palavra do Dermatologista

Dra. Carolina Reato Marçon

CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Jato de plasma: benefícios + como cuidar da pele após o procedimento que trata acne, manchas e rugas

Jato de plasma: benefícios + como cuidar da pele após o procedimento que trata acne, manchas e rugas

Dermatologista

Como tirar manchas do rosto: dermatologista indica 10 ativos que realmente funcionam

Como tirar manchas do rosto: dermatologista indica 10 ativos que realmente funcionam

Dermatologista

AHA: entenda o que são e quais os benefícios dos alfa-hidroxiácidos para a pele do rosto

AHA: entenda o que são e quais os benefícios dos alfa-hidroxiácidos para a pele do rosto

Dermatologista

Como tratar queda de cabelo: 4 dicas para evitar que os fios caiam

Como tratar queda de cabelo: 4 dicas para evitar que os fios caiam

Cabelo

Acne da mulher adulta: cravos e espinhas vs. rugas - dermatologista dá dicas de como combater

Acne da mulher adulta: cravos e espinhas vs. rugas - dermatologista dá dicas de como combater

Dermatologista

Novos hábitos de saúde e beleza com o fim da quarentena: dermatologista indica como serão os cuidados

Novos hábitos de saúde e beleza com o fim da quarentena: dermatologista indica como serão os cuidados

Dermatologista

Últimas Matérias

A minha pele está sensível? Coceira, descamação, irritação na pele: 5 sinais de sensibilidade + como tratar Saiba porque o cuidado com a pele durante o tratamento oncológico pode ser vital 5 dicas indispensáveis para cuidar da pele durante a jornada do tratamento contra o câncer Para que serve o Cicaplast Baume B5 de LRP? 4 motivos para manter esse produto na sua nécessaire sempre! Rotina de skincare anti-idade: 4 passos práticos para prevenir e minimizar os sinais do envelhecimento Do retinol ao ácido hialurônico: 5 ativos que realmente funcionam contra as rugas
Ver mais