Main content

Rugas: como surgem, e como tratar?

Descubra com o Dermaclub tudo sobre rugas: causas, prevenção e tratamentos. Conquiste uma pele saudável e radiante.
25 jun 2018

Rugas são linhas marcadas, que surgem e se aprofundam na pele com o passar do tempo, devido à perda de colágeno, elastina, ácido hialurônico, entre outras substâncias que sustentam a pele. Esses sinais do envelhecimento podem aparecer próximo dos olhos (pés de galinha), abaixo da boca (linhas de marionete), abaixo do nariz (bigode chinês) e em outras áreas, como na testa, pescoço e mãos.

Compreender o processo de envelhecimento da pele é fundamental para cuidar dela de maneira eficaz. No universo do skincare, a informação é a sua maior aliada. Por isso, o Dermaclub está aqui para desvendar os mistérios das rugas, desde o seu surgimento até as melhores práticas de prevenção e tratamento e para isso conversamos com nosso time de dermatologistas que explicou tudo sobre esses sinais - desde os tipos de rugas até seus mitos e verdades. Confira!

Índice

 

A ruga nada mais é que um sinal de que sua pele está envelhecendo. Isso acontece principalmente devido à perda de colágeno - substância responsável pela sustentação da pele - mas também quando perdemos elastina (o que aumenta a flacidez cutânea) e o ácido hialurônico responsável pelo seu preenchimento. Além disso, a repetição de expressões faciais – como “franzir a testa” ou “espremer os olhos” -, faz com que o rosto fique marcado naquele local e progressivamente aumenta ainda mais a força do músculo nessa região marcando cada vez mais essas expressões.

Como as rugas surgem na pele?

As rugas surgem como resultado de vários processos que ocorrem em nossa pele ao longo do tempo. Para entender isso, precisamos primeiro entender a estrutura da nossa pele.

A pele é composta por três camadas principais: a epiderme (a camada externa), a derme (a camada média) e a hipoderme (a camada mais profunda). A derme é a camada que contém as fibras de colágeno e elastina, que são responsáveis pela firmeza e elasticidade da nossa pele.

Com o passar do tempo, a produção dessas fibras começa a diminuir e a qualidade delas também se deteriora. Isso é um processo natural do envelhecimento. Além disso, fatores externos podem acelerar esse processo, causando danos às fibras de colágeno e elastina, são eles:

  1. O envelhecimento da pele;
  2. A perda de colágeno;
  3. Alta exposição solar;
  4. Estresse;
  5. Poluição;
  6. Tabagismo;
  7. Má alimentação;
  8. Consumo excessivo de açúcar.

Quando essas fibras são danificadas ou diminuem em quantidade, a pele perde sua firmeza e elasticidade, levando à formação de rugas. Além disso, a renovação celular na epiderme também diminui com a idade, o que pode levar a uma acumulação de células mortas na superfície da pele, tornando as rugas mais visíveis.

Além disso, a expressão facial repetitiva também contribui para a formação de rugas. Quando fazemos uma expressão facial, como franzir a testa ou sorrir, os músculos sob a pele se contraem. Com o tempo, essas contrações repetidas podem levar à formação de linhas e rugas na pele.

Portanto, as rugas são o resultado de mudanças na estrutura e função da nossa pele que ocorrem com o envelhecimento e são influenciadas por fatores ambientais e comportamentais.

Onde as rugas podem aparecer?

As rugas podem aparecer em qualquer parte do corpo, mas são mais comumente encontradas em áreas que estão frequentemente expostas ao sol e onde a pele é mais fina. Isso inclui:

  • Rosto: O rosto é uma das áreas mais comuns onde as rugas aparecem. Isso se deve à constante exposição ao sol e também aos movimentos faciais repetitivos. As linhas de expressão ao redor dos olhos (conhecidas como "pés de galinha"), na testa e entre as sobrancelhas são exemplos comuns de rugas faciais.
  • Pescoço: A pele do pescoço é fina e delicada, tornando-a suscetível à formação de rugas. Além disso, muitas pessoas negligenciam o pescoço em suas rotinas de cuidados com a pele, o que pode acelerar o processo de envelhecimento nesta área.
  • Mãos: As mãos estão constantemente expostas ao sol e a outros elementos ambientais, o que pode levar à formação de rugas. Além disso, a pele nas mãos é fina e tem menos glândulas sebáceas, o que pode resultar em pele seca e rugosa.
  • Braços: Assim como as mãos, os braços também estão frequentemente expostos ao sol, o que pode levar à formação de rugas.
  • Peito: A pele no peito é fina e delicada, semelhante à pele do pescoço, tornando-a propensa a rugas. Dormir de lado também pode contribuir para as rugas no peito, pois cria um vinco na pele que pode se tornar permanente ao longo do tempo.

Quais são os tipos de rugas?

A ruga pode estar em dois estágios, já que a sua formação ocorre de forma progressiva. São eles:

Rugas dinâmicas: são as primeiras a serem notadas, conhecidas também como linhas de expressão, e não aparecem no repouso;

Rugas estáticas: são visíveis mesmo sem movimentos faciais e muito comuns em rostos maduros. A única diferença entre elas é a profundidade, que também sofre influência de fatores genéticos, espessura da pele e quantidade de exposição solar.

Além disso, alguns dos tipos de rugas comuns incluem:

Bigode de chinês: é uma ruga que se estende do canto do nariz até as extremidades dos lábios, deixando o rosto com um aspecto envelhecido. “Bigode de chinês” é o nome popular dado aos chamados sulcos nasogenianos, bastante comuns nas mulheres e que podem surgir por uma série de motivos - desde a predisposição genética, falta de elasticidade na pele, flacidez, etc. Esses traços costumam aparecer a partir dos 30 anos, quando começa a perda progressiva do colágeno.

Pés de galinha: São as rugas que surgem ao redor dos olhos (região periocular). Segundo a dermatologista Luciana Kalache, de Curitiba, “elas aparecem devido à atividade muscular ligada aos movimentos da face, e estão associadas ao processo de flacidez e envelhecimento da pele. Geralmente, partem do canto externo dos olhos no sentido da testa, da orelha e da bochecha, dando um aspecto que se assemelha ao pé da galinha, por isso recebe esse nome”, explicou.

Linhas de marionete: São rugas bem nítidas que descem pelo canto da boca, que recebem o nome popular de linhas de marionete ou “marionette lines”. Conhecida pelos dermatologistas como sulcos lábiomentonianos, surgem por conta do envelhecimento da pele, da exposição solar e dos maus hábitos, como a má alimentação e o tabagismo.

Linhas de expressão: As linhas de expressão surgem a partir dos movimentos repetitivos e da contração dos músculos faciais. Segundo a Dra. Katleen Conceição, do Rio de Janeiro, “a pele jovem, por exemplo, sempre volta ao normal, sem rugas depois de um gesto. Enquanto a madura já tem maior facilidade em produzir esses sinais”, esclareceu. é o caso do “código de barras”, por exemplo, linhas finas acima do lábio superior que costumam aparecer por conta do tabagismo.

Quais são as características das rugas?

As rugas são linhas e dobras que se formam na pele, principalmente como resultado do processo de envelhecimento. Elas podem variar em termos de profundidade, comprimento, localização e direção. As características específicas das rugas podem depender de vários fatores, incluindo a genética, o tipo de pele e o estilo de vida.

  1. Profundidade: Algumas rugas são superficiais, aparecendo apenas como linhas finas na superfície da pele. Outras são mais profundas e podem formar sulcos visíveis.
  2. Comprimento: As rugas podem ser curtas ou longas. Por exemplo, as "pés de galinha" ao redor dos olhos tendem a ser curtos, enquanto as rugas na testa podem ser mais longas.
  3. Localização: As rugas geralmente aparecem nas áreas do corpo que estão mais expostas ao sol, como rosto, pescoço, mãos e braços. No rosto, elas são comumente encontradas ao redor dos olhos, boca e na testa.
  4. Direção: As rugas podem ser horizontais (como as linhas na testa), verticais (como as linhas entre as sobrancelhas) ou radiais (como as "pés de galinha").

O que piora as rugas?

Vários fatores podem contribuir para o desenvolvimento e agravamento das rugas, conforme citamos anteriormente, confira alguns deles:

  • Exposição ao sol: A exposição excessiva ao sol é uma das principais causas do envelhecimento precoce da pele, incluindo o desenvolvimento de rugas. Os raios UV do sol danificam as fibras de colágeno e elastina na pele, levando à perda de firmeza e elasticidade.
  • Tabagismo: Fumar acelera o processo de envelhecimento da pele, contribuindo para a formação de rugas. As substâncias químicas no tabaco danificam o colágeno e a elastina, e a ação repetitiva de fumar pode levar a rugas ao redor da boca e nos lábios.
  • Alimentação inadequada: Uma dieta pobre em nutrientes essenciais pode afetar a saúde da pele e acelerar o processo de envelhecimento.
  • Desidratação: A falta de hidratação adequada pode deixar a pele seca e sem brilho, tornando as rugas mais visíveis.
  • Falta de sono: Durante o sono, nosso corpo repara e regenera a pele. A falta de sono pode interferir nesse processo, levando ao envelhecimento precoce da pele.
  • Expressões faciais: Expressões faciais repetitivas, como franzir a testa ou sorrir, podem levar à formação de linhas de expressão e rugas ao longo do tempo.

Como prevenir o aparecimento das rugas?

A prevenção é uma parte crucial para quem deseja retardar o aparecimento das rugas. Embora não possamos parar completamente o processo de envelhecimento, existem várias medidas que podemos tomar prevenir seu aparecimento de maneira precoce:

  • Proteção solar: A exposição ao sol é uma das principais causas do envelhecimento precoce da pele. Portanto, é essencial usar protetor solar todos os dias, mesmo em dias nublados ou frios.
  • Hidratação: Manter a pele hidratada pode ajudar a preservar sua elasticidade e firmeza, reduzindo a probabilidade de formação de rugas. Beber bastante água e usar um bom hidratante diariamente são práticas recomendadas.
  • Alimentação saudável: Uma dieta rica em frutas, vegetais, proteínas magras e grãos integrais pode fornecer os nutrientes necessários para manter a pele saudável.
  • Evitar o tabagismo: O tabaco acelera o processo de envelhecimento da pele, portanto, evitar fumar pode ajudar a prevenir as rugas.
  • Dormir bem: Durante o sono, nosso corpo repara e regenera a pele. Garantir uma boa noite de sono pode ajudar a prevenir o envelhecimento precoce da pele.

Como tratar as rugas?

Quando se trata de tratar as rugas, existem várias opções disponíveis, desde cuidados com a pele em casa até tratamentos dermatológicos mais avançados. No entanto, é importante lembrar que cada pele é única e o que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra. Por isso, é sempre recomendado consultar um dermatologista antes de iniciar qualquer novo tratamento para rugas.

Nos próximos tópicos, exploraremos mais profundamente algumas das opções de tratamento para rugas, incluindo rotinas de skincare, uso de ativos dermatológicos e procedimentos estéticos.

Rotina de skincare

A implementação de uma rotina de cuidados com a pele eficaz é um passo fundamental para tratar as rugas. Ao nutrir a pele com os ingredientes certos e manter a consistência em sua rotina, você pode melhorar significativamente a textura da pele, a firmeza e até mesmo reduzir a aparência das linhas finas e rugas.

Um exemplo de produto que pode ser incorporado à sua rotina de cuidados com a pele é o Liftactiv Colágeno Creme Specialist da Vichy. Este creme antienvelhecimento foi desenvolvido com uma fórmula única que combina a Água Vulcânica Vichy com um concentrado de ativos dermatológicos para combater os sinais visíveis do envelhecimento cutâneo.

Creme colágeno Vichy Specialist para amenizar bigode chinês

O uso contínuo deste produto ajuda a aumentar a tonicidade da pele, melhorar a uniformidade do tom e reduzir a flacidez e as rugas aparentes. Além disso, este creme oferece resultados clinicamente comprovados, tornando-o uma excelente adição à sua rotina de cuidados com a pele.

O segredo para uma pele saudável e jovem não está em um único produto milagroso, mas sim em uma rotina de cuidados com a pele bem planejada e consistente. Ainda assim, a inclusão de produtos potentes como o Liftactiv Colágeno Creme Specialist da Vichy pode fazer uma grande diferença no tratamento das rugas.

Uso de ativos dermatológicos

Os ativos dermatológicos são ingredientes que têm a capacidade de tratar ou prevenir condições da pele, incluindo rugas. Aqui estão alguns ativos que podem ser eficazes no tratamento das rugas:

Antioxidantes: Os antioxidantes, como a vitamina C, neutralizam os radicais livres, que são moléculas instáveis que podem danificar as células da pele e acelerar o processo de envelhecimento. A vitamina C também ajuda a estimular a produção de colágeno, melhorando a firmeza e a elasticidade da pele.

Ácido Hialurônico e Pro-Xylane: Esses ativos ajudam a aumentar e estimular a quantidade de ácido hialurônico na pele, uma substância que mantém a pele hidratada e preenchida. Isso pode proporcionar uma ação redensificadora, melhorando a aparência das rugas.

Retinol: O retinol é um derivado da vitamina A que é conhecido por sua capacidade de estimular a produção de colágeno, reduzindo a aparência das rugas e melhorando a textura da pele.

Ácido Glicólico: O ácido glicólico é um alfa-hidroxiácido que estimula a renovação celular, ajudando a suavizar as rugas e a melhorar a textura e o tom da pele.

Creme antiglicante: Este produto inibe o processo de glicação, que é quando as moléculas de açúcar se ligam às fibras de colágeno e elastina, tornando-as rígidas e menos elásticas.

Sérum com peptídeos pró-colágeno: Os peptídeos são pequenas cadeias de aminoácidos que podem estimular a produção de colágeno na pele, melhorando a firmeza e a elasticidade e proporcionando uma ação anti-idade, como o que acontece no Liftactiv Colágeno Creme Specialist da Vichy.

Ao incorporar esses ativos em sua rotina de cuidados com a pele, você pode ajudar a prevenir e tratar as rugas, mantendo a pele saudável e jovem.

Procedimentos estéticos

Além dos cuidados diários com a pele e do uso de ativos dermatológicos, existem procedimentos estéticos que podem ser considerados para tratar as rugas. Esses tratamentos geralmente são mais invasivos e devem ser realizados por profissionais qualificados. Aqui estão alguns exemplos:

Toxina Botulínica: Mais conhecida como Botox, essa substância é injetada nas áreas de rugas e linhas de expressão para relaxar os músculos subjacentes e suavizar a pele.

Preenchimento dérmico: Os preenchedores dérmicos, como o ácido hialurônico, são injetados na pele para preencher as rugas e adicionar volume à pele.

Peeling químico: Este tratamento usa uma solução química para remover as camadas superiores da pele, revelando uma pele mais lisa e menos enrugada.

Microdermoabrasão: Este procedimento remove a camada superior da pele usando um dispositivo que esfolia a pele, promovendo a renovação celular e a produção de colágeno.

Terapia a laser: A terapia a laser usa luz concentrada para remover a camada superior da pele e estimular o crescimento de nova pele.

Radiofrequência: Este tratamento usa energia de radiofrequência para aquecer as camadas profundas da pele, estimulando a produção de colágeno e elastina.

Cada um desses procedimentos tem seus próprios benefícios e riscos, e nem todos serão adequados para todas as pessoas. É importante discutir suas opções com um dermatologista antes de decidir sobre o melhor curso de tratamento para você.

Quais são os melhores ativos dermatológicos para tratar as rugas?

No combate às rugas, alguns ativos dermatológicos se destacam. O retinol e a vitamina C são conhecidos por estimular a produção de colágeno, melhorando a firmeza e a textura da pele. O ácido hialurônico mantém a pele hidratada e preenchida, suavizando a aparência das rugas. Os peptídeos também estimulam a produção de colágeno, enquanto o ácido glicólico promove a renovação celular. A niacinamida, ou vitamina B3, tem propriedades anti-inflamatórias e pode melhorar a elasticidade da pele. Como sempre, é recomendável consultar um dermatologista antes de iniciar qualquer novo tratamento para rugas.

Mitos e verdades sobre rugas

Quando se trata de rugas, há muita informação disponível - e nem toda ela é verdadeira. Os mitos sobre as rugas podem levar a mal-entendidos e até mesmo a práticas de cuidados com a pele prejudiciais. Por isso, é importante separar os fatos da ficção. Vamos desvendar alguns dos mitos mais comuns sobre rugas e esclarecer o que realmente é verdade.

Fumar não causa rugas

Mito. De acordo com a dermatologista Livia Luna, do Rio de Janeiro, o cigarro é responsável por provocar diversas alterações na pele, como: “Diminuição do fluxo sanguíneo, que, em conjunto com a ativação do sistema nervoso simpático, geram uma diminuição do sangue ao tecido cutâneo”. Esse processo, chamado de isquemia crônica dos tecidos gera uma lesão das fibras elásticas e diminuição da síntese do colágeno, o que acaba resultando na formação de rugas.

O consumo de açúcar pode causar rugas

Verdade. A glicação é a união de uma molécula de glicose com uma proteína da pele, como o colágeno e a elastina, que resulta na destruição dessas fibras de sustentação. A Dra. Juliana Neiva afirma que esta ação é tão danosa quanto a dos radicais livres e acaba refletindo na flacidez do rosto e na formação de rugas.

A pele negra demora mais a ter rugas

Verdade. Isso acontece por conta da grande quantidade de melanina e a qualidade do colágeno. “O pigmento garante uma proteção natural contra os raios solares e as fibras colágenas, por serem mais densas, deixam a pele mais elástica e resistente aos efeitos do tempo, como a flacidez, as rugas e linhas de expressão”, afirmou a Dra. Katleen Conceição.

O estresse colabora para o surgimento de rugas

Mito. Na verdade, o estresse pode piorar as rugas por conta dos fatores estimulantes causados pela ansiedade, depressão, entre outros. A Dra. Livia Luna afirma que “além do ato de franzir a testa com certa frequência, o corpo prioriza nutrientes para órgãos específicos, como coração, cérebro e rins, deixando a pele com poucas substâncias e oxigênio. Com isso, ela reduz a capacidade de fazer a renovação celular e, consequentemente, de produzir colágeno”. Essa soma de fatores acaba resultando no realce das rugas.

Como montar uma rotina de skincare para tratamento e prevenção de rugas?

Estabelecer uma rotina de cuidados com a pele direcionada para o tratamento e prevenção de rugas pode ser um verdadeiro divisor de águas. Aqui está uma sugestão de como estruturar essa rotina, utilizando produtos potentes que ajudam a combater os sinais do envelhecimento:

Passo 1: Após limpar a pele, comece aplicando o Sérum Facial Cell Cycle Catalyst, o novo lançamento da Skinceuticals, um produto desenvolvido com o objetivo de combater os sinais de envelhecimento da pele. Este sérum prepara a pele para os próximos passos da rotina, promovendo a renovação celular e aumentando a vitalidade das células.

Passo 2: Em seguida, aplique vitamina C pura no rosto. O CE Ferulic da SkinCeuticals é um exemplo de produto que oferece esta vitamina em sua forma pura. Ele atua como um poderoso antioxidante, protegendo a pele contra danos causados pelo sol e pela poluição, além de suavizar a aparência de linhas finas e rugas.

Passo 3: Aplique o H.A. Intensifier da SkinCeuticals. Este produto anti-idade é rico em ácido hialurônico, que ajuda a manter a pele hidratada e preenchida, suavizando as linhas finas e melhorando a textura da pele.

Passo 4: Por fim, não se esqueça da proteção solar. O UV Oil Defense da SkinCeuticals oferece alta proteção contra os raios UVA/UVB, ao mesmo tempo que controla o excesso de oleosidade e proporciona um acabamento matte à pele.

Ao explorar o mundo dos cuidados com a pele e o tratamento de rugas, é importante lembrar que cada pele é única e merece um cuidado especial. No Dermaclub, nosso clube de vantagens, entendemos isso perfeitamente. Como membro, você terá acesso a benefícios exclusivos, incluindo descontos em produtos de skincare das marcas parceiras e brindes especiais. Junte-se ao Dermaclub hoje mesmo e comece a desfrutar dessas vantagens enquanto cuida da sua pele da melhor maneira possível. Afinal, uma pele saudável e bem cuidada é a melhor defesa contra as rugas. Inscreva-se agora e descubra um mundo de benefícios!

Banner Dermaclub, seu clube de vantagens

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicado em: 25 de Junho de 2018

Modificado em: 18 de Junho de 2024

 

Image
 

palavra do dermatologista

DRA. JULIANA NEIVA
CRM: 663883

Dra. Juliana Neiva é médica Pós-graduada em Dermatologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Possui título de Especialista em Dermatologia, pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Sempre atualizada, frequenta os mais importantes congressos nacionais e internacionais. Fez inúmeros cursos e workshops em Dermatologia Clínica e Estética, ministrados pelos principais especialistas estrangeiros na área. Além disso, é colunista em rádios e autora do livro Guia Prático da Beleza por dentro e por fora.
 
 
 

palavra do dermatologista

Image

DRA. JULIANA NEIVA
CRM: 663883

Dra. Juliana Neiva é médica Pós-graduada em Dermatologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Possui título de Especialista em Dermatologia, pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Sempre atualizada, frequenta os mais importantes congressos nacionais e internacionais. Fez inúmeros cursos e workshops em Dermatologia Clínica e Estética, ministrados pelos principais especialistas estrangeiros na área. Além disso, é colunista em rádios e autora do livro Guia Prático da Beleza por dentro e por fora.
 

artigos relacionados

Se você tem a pele oleosa, com certeza não vai usar os mesmos produtos de skincare de quem possui pele seca, certo? Para que a sua rotina de cuidados seja eficaz, antes de qualquer coisa é necessário descobrir qual o seu tipo de pele: oleosa, seca, mista ou normal. Cada um tem necessidades diferentes e específicas, como espinhas, cravos, ressecamento... E para cada problema, existe uma solução. Neste espaço, você encontra dicas para cuidar adequadamente do seu tipo de pele - confira!

Orientation message
For the best experience, please turn your device