Main content

Ácido salicílico: o que é, benefícios e como usar?

Descubra tudo sobre o ácido salicílico, um ingrediente essencial nos cuidados com a pele. Aprenda o que é, para que serve e como usar corretamente.
21 set 2023

Não dá para negar: o ácido salicílico é um dos ativos mais conhecidos entre os apaixonados de skincare. E não é para menos, certo? Responsável por auxiliar no controle da acne e da oleosidade, ele também é capaz de oferecer uma ação anti-inflamatória super importante para as pessoas que sofrem com problemas como acne adulta ou hormonal.

Mas será que essa substância serve apenas para isso? Como inserir o ácido salicílico na sua rotina de skincare? Para esclarecer essas e outras dúvidas sobre o assunto, o Dermaclub conversou com a dermatologista Gabriela Albuquerque, do Rio de Janeiro. Veja só!

Índice

O que é ácido salicílico?

Quando se trata de skincare, o ácido salicílico é uma das substâncias mais utilizadas para manter os cuidados com a pele em dia. Mas você sabe para que serve o ativo? De acordo com a dermatologista, ele é um beta-hidroxiácido poderoso com propriedades esfoliantes e seborreguladores e ação anti-inflamatória.

“Diferente dos outros hidroxiácidos, o ácido salicílico não é solúvel em água e, por isso, tem o poder de melhorar a qualidade da pele quando aplicado topicamente”, afirma a Drª Gabriela.

Justamente por isso, o ácido salicílico é o grande responsável por promover a renovação cutânea e, consequentemente, combater o excesso de oleosidade e o surgimento de cravos, espinhas e sinais de envelhecimento precoce.

Para que serve o ácido salicílico?

O ácido salicílico é um ingrediente ativo amplamente utilizado em produtos de cuidados com a pele por suas propriedades esfoliantes e anti-inflamatórias. Ele serve para promover a renovação celular, ajudando a remover as células mortas da superfície da pele e desobstruir os poros.

Isso pode prevenir surtos de acne, deixando a pele mais clara e suave. Além disso, o ácido salicílico também pode ajudar a reduzir a inflamação e a vermelhidão associadas à acne.

Pessoas com pele sensível ou seca podem precisar começar com um produto de menor concentração e aumentar gradualmente conforme a pele se acostuma para evitar irritação. Como sempre, é recomendável consultar um dermatologista antes de iniciar uma nova rotina de cuidados com a pele ou introduzir um novo ingrediente ativo como o ácido salicílico.

Quais os benefícios do ácido salicílico para pele?

  • Ameniza os sinais de envelhecimento da pele, como rugas e linhas de expressão;
  • Combate o surgimento de cravos e espinhas;
  • Desobstrui os poros do rosto;
  • Controla o nível de oleosidade da pele;
  • Promove a renovação cutânea;
  • Uniformiza a pele, diminuindo o aspecto de manchas.

O ácido salicílico pode deixar a pele sensível?

Depende! Segundo a dermatologista, o uso do ácido salicílico é um fator capaz de influenciar no surgimento da sensibilidade na pele, sim, confira:

“A substância pode ser utilizada no dia a dia através de um sabonete com ácido salicílico para controlar a oleosidade, mas não deve ser aplicado em certas áreas do corpo ou usado de maneira prolongada”, afirma. Por esse motivo, é importante consultar um profissional de confiança antes de incluí-lo na sua rotina de skincare.

Dessa forma, é possível garantir o uso adequado do ácido salicílico sem trazer incômodos e prejuízos à saúde da sua pele.

Como incluir o ácido salicílico na rotina de skincare?

O tratamento com o ácido salicílico deve ser acompanhado por um dermatologista para entender quais são as necessidades da sua pele, já que o ativo tende a apresentar funções diferentes de acordo com a sua concentração.

Em concentrações baixas (até 3%) ele pode ser utilizado diariamente para melhorar o envelhecimento. Já em concentrações maiores, ele pode afinar bastante a pele e tratar a oleosidade”, revela Drª Gabriela. Geralmente, a forma mais simples e prática de incluir o ácido salicílico na sua rotina de skincare é através do sérum, que pode ser usado de manhã antes do protetor solar e depois de lavar o rosto.

O uso de sabonete com ácido salicílico também é uma boa opção para potencializar os cuidados com a pele e controlar a oleosidade. Dois ótimos produtos para ser usados aqui são os géis de limpeza para peles oleosas da Cerave, o Gel de Limpeza Acne Control da Cerave que foi especialmente formulado para eliminar as imperfeições e prevenir o reaparecimento da acne, ao mesmo tempo que minimiza o aparecimento de poros sem secar a pele.

Sua fórmula única combina ingredientes ativos eficazes que trabalham juntos para limpar profundamente os poros, remover o excesso de sebo e deixar a pele com uma sensação de frescor e limpeza. Ideal para peles propensas à acne, o Gel de Limpeza Acne Control da Cerave pode ser a solução que você estava procurando para controlar suas erupções cutâneas e revelar uma pele mais clara e saudável.

E o SA Gel de Limpeza Renovador, também da Cerave, que foca em prevenir o reaparecimento da acne, ao mesmo tempo que minimiza a aparência dos poros. Sua fórmula única age profundamente na pele sem causar ressecamento, mantendo a hidratação natural da pele enquanto combate a acne.

Ideal para quem busca uma pele mais lisa e uniforme, o SA Gel de Limpeza Renovador da Cerave oferece uma solução eficaz para manter a pele limpa e saudável. Experimente este produto e descubra como ele pode transformar sua rotina de cuidados com a pele, proporcionando uma pele mais clara e livre de acne.

Géis de limpeza Cerave com ácido salicílico

Em que tipos de produtos podemos encontrar o ácido salicílico?

O ácido salicílico é um ingrediente amplamente utilizado na indústria cosmética e de cuidados com a pele devido às suas propriedades esfoliantes e anti-inflamatórias. Ele pode ser encontrado em uma variedade de produtos, como cremes, loções, géis, sabonetes e tônicos.

Além disso, é um componente comum em tratamentos específicos para acne, cravos e outras condições de pele, oferecendo uma abordagem eficaz para a renovação celular e desobstrução dos poros.

Quais são as concentrações recomendadas de ácido salicílico nos produtos cosméticos?

As concentrações de ácido salicílico nos produtos cosméticos podem variar dependendo da finalidade e do tipo de produto. Geralmente, produtos de uso diário, como limpadores, séruns e tônicos, possuem concentrações mais baixas, em torno de 0,5% a 2%.

O ácido salicílico é indicado para quais tipos de pele?

O ácido salicílico é especialmente indicado para peles oleosas e propensas a acne. Sua capacidade de penetrar nos poros e dissolver o excesso de óleo, células mortas e impurezas o torna eficaz no tratamento e prevenção de espinhas e cravos.

No entanto, ele também pode ser benéfico para outros tipos de pele, como peles mistas, ajudando a equilibrar a produção de sebo e promovendo uma textura mais uniforme. Para peles sensíveis ou secas, é importante escolher produtos com concentrações mais baixas e utilizar com moderação.

Como combinar o ácido salicílico com outros ativos?

O ácido salicílico pode ser combinado com outros ingredientes ativos em sua rotina de cuidados com a pele. Um exemplo de produto que pode ser combinado com o ácido salicílico é o Sérum Effaclar da La Roche-Posay. Esse sérum tem como estrela principal o ácido salicílico, mas conta também com a niacinamida, que além de ajudar a controlar a oleosidade e reduzir a acne, a niacinamida oferece um cuidado especial, diminuindo a probabilidade de sensibilidade da pele, oferecendo assim uma abordagem mais abrangente para a melhora da pele.

Benefícios do sérum com ácido salicílico de La Roche-Posay

Outra opção é o Blemish + Age Defense da SkinCeuticals, um sérum que combina ácido salicílico com ácidos alfa e beta hidroxi e ácido dioico, perfeito para quem procura tratar tanto a acne quanto os sinais de envelhecimento. Essa combinação ajuda a desobstruir os poros, reduzir manchas e rugas, tornando-o eficaz para problemas de acne e envelhecimento.

Para complementar sua rotina de cuidados com a pele, o Blemish + Age Solution da SkinCeuticals pode ser utilizado como uma solução tônica após a limpeza, contendo ácido salicílico e ácidos esfoliantes que auxiliam na remoção de células mortas e no controle da oleosidade, deixando a pele fresca e preparada para os próximos passos de sua rotina de cuidados. Com o uso regular, esses produtos podem ajudar a promover uma pele mais clara, suave e jovem.

É necessário proteção solar ao usar produtos com ácido salicílico?

Sim, a proteção solar é essencial ao usar produtos com ácido salicílico. Existem casos de pessoas que reclamaram de sensibilidade na pele após o uso de produtos com esse ácido, aumentando o risco de queimaduras e danos à pele.

O ácido salicílico pode ajudar no controle da oleosidade da pele?

Sim, inclusive, uma das capacidades mais conhecidas desse ácido é justamente a de controlar a oleosidade da pele. Ele penetra nos poros, onde ajuda a dissolver o excesso de sebo e previne a obstrução dos poros, reduzindo assim a formação de cravos e espinhas. Pessoas com pele oleosa e propensa a acne, podem se beneficiar ao incorporar produtos com ácido salicílico em sua rotina de cuidados com a pele.

Quais cuidados ter ao usar produtos com ácido salicílico pela primeira vez?

Ao usar produtos com ácido salicílico pela primeira vez, assim como outros ativos, é recomendado começar com concentrações mais baixas para permitir que a pele se ajuste gradualmente. Evite o uso excessivo, pois isso pode levar a irritações, então introduza o ácido salicílico em sua rotina a cada poucos dias e observe como sua pele reage.

O ácido salicílico pode ser utilizado em todas as idades?

O ácido salicílico pode ser utilizado por diversas faixas etárias, mas é importante considerar a sensibilidade da pele e a finalidade do tratamento. Se você é um adulto ou adolescentes com acne, cravos e espinhas e pele oleosa, os produtos com ácido salicílico, com orientação adequada, podem ser perfeitos para você.

Pode usar ácido salicílico todo dia?

O ácido salicílico é um suave esfoliante, especialmente útil para desobstruir os poros e se livrar de acne e cravos e embora seja seguro para uso diário para muitas pessoas, a frequência ideal de uso pode variar dependendo do seu tipo de pele e da concentração do produto.

Se você é novo no uso de ácido salicílico, pode ser uma boa ideia começar usando-o algumas vezes por semana e, se a pele tolerar bem, aumentar gradualmente a frequência para uso diário. Embora possa ser usado tanto de manhã quanto à noite, se optar por usá-lo pela manhã, é crucial seguir com a aplicação de um protetor solar, pois o ácido salicílico pode aumentar a sensibilidade da pele ao sol.

Quanto tempo para o ácido salicílico fazer efeito?

O tempo para o ácido salicílico fazer efeito pode variar dependendo da condição da pele que está sendo tratada. No entanto, muitas pessoas começam a ver uma melhora na acne e na oleosidade da pele dentro de alguns dias após o início do uso do ácido salicílico.

Pode sair no sol com ácido salicílico?

Sim, pode sair no sol com ácido salicílico, mas com precaução. Existem relatos de que o ácido salicílico pode tornar a pele mais sensível ao sol, aumentando o risco de queimaduras solares. Portanto, é importante usar protetor solar e tomar outras medidas de proteção solar, como usar chapéu e evitar a exposição ao sol durante as horas de pico.

protetores solares para peles secas a oleosas no Dermaclub

O que não pode misturar com ácido salicílico?

Existem algumas substâncias que não devem ser misturadas com ácido salicílico, como o ácido glicólico e o ácido lático, aumentando o risco de irritação da pele. Além disso, o uso simultâneo de ácido salicílico e retinoides pode causar ressecamento e irritação excessivos.

Pode dormir com ácido salicílico no rosto?

Sim, você pode dormir com ácido salicílico no rosto. Na verdade, muitos produtos de cuidados com a pele contendo ácido salicílico são projetados para serem usados à noite. No entanto, é importante seguir as instruções do produto e não usar mais do que a quantidade recomendada para evitar a irritação da pele.

Banner Dermaclub Seu Clube de Vantagens

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

Publicado em: 21 set 2023

Modificado em: 31 mai 2024

Orientation message
For the best experience, please turn your device