Main content

Colágeno para a pele: para que serve? Como aumentar? Suplementação faz diferença?

Veja o Post: Colágeno Para A Pele Para Que Serve Como Aumentar Suplementação Faz Diferenca
15 dez 2020

O colágeno é uma substância naturalmente presente no organismo. Com ele, conseguimos ter uma pele mais firme, preenchida, sem rugas e flacidez. O grande problema é que o colágeno não dura para sempre no corpo. Com o tempo, a produção dessas fibras vai diminuindo, causando os primeiros sinais do envelhecimento precoce, principalmente no rosto, o que leva muitas pessoas a recorrerem aos procedimentos estéticos, como o preenchimento de ácido hialurônico. Outra opção, também muito considerada, é a ingestão de suplementos com colágeno - que gera diversas dúvidas quanto à sua eficácia. Para esclarecer melhor esse assunto, o DermaClub conversou com a dermatologista Carolina Marçon, que revelou se esse consumo faz diferença e as maneiras mais eficazes de estimular a produção do colágeno.

O que é o colágeno? Entenda a função da substância na pele

O colágeno é a proteína responsável pela estruturação e firmeza da pele. Depois dos 25 anos, aproximadamente, ocorre uma perda progressiva dessa substância: “Isso acontece devido ao envelhecimento do fibroblasto, que acaba diminuindo a produção das fibras, e dependendo dos hábitos de vida da pessoa esse processo pode acontecer de uma forma mais ou menos intensa”, atentou a médica.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

A exposição solar é um fator bastante significativo na degeneração do colágeno, principalmente em pessoas que têm o fototipo mais claro, gerando o envelhecimento da pele de forma mais precoce. Outros motivos que influenciam essa perda são: uma alimentação rica em substâncias inflamatórias, como o açúcar - responsável pela glicação-, o tabagismo, sedentarismo e a falta de sono.

A suplementação do colágeno faz diferença para a pele?

A especialista conta que a suplementação do colágeno ainda é um assunto muito controverso na dermatologia. “Existem estudos que mostram que alguns tipos de colágeno (o peptan e o verisol) poderiam beneficiar a pele, mas essa informação não é 100% comprovada”, revelou. Por esse motivo, a forma mais recomendada e comprovada para o estímulo de novas fibras de colágeno é através do uso de produtos de skincare e a realização de procedimentos estéticos, como o peeling, laser, botox, ácido polilático, microagulhamento, entre outros.

O uso de produtos de skincare ajuda na estimulação do colágeno na pele?

Antes que você pense que o uso de produtos e a realização de procedimentos estéticos vão resolver definitivamente a perda do colágeno, fique sabendo que não é bem por aí! Carolina explica que essa degradação é inevitável. “A pele vai envelhecer de qualquer forma com a idade e precisamos aceitar esse processo natural do nosso corpo”, ressaltou. Por outro lado, é possível, sim, tornar esse ciclo de envelhecimento mais brando. Para que isso aconteça, a regra número um da dermatologista é: qualidade e estilo de vida! “Ter boas noites de sono, fazer exercícios físicos, ter uma alimentação mais natural e equilibrada ajudam a prevenir o dano do colágeno”. Junto com essa mudança de hábito, a Drª Carolina ressalta o uso de dermocosméticos anti-idade e seguir uma rotina de skincare adequada com as características da sua pele. “O uso do protetor solar, produtos com a vitamina C, ácido retinóico e seus derivados, ácido glicólico, nicotinamida… várias substâncias que podem ser utilizadas topicamente para estimular o fibroblasto a produzir colágeno”.

PRODUTOS RELACIONADOS

3 dúvidas sobre o colágeno na pele

1. O colágeno pode ser injetado na pele?

Não é possível injetar o próprio colágeno na pele. Mas existem outras substâncias que podem ser aplicadas para estimular o fibroblasto a produzir mais fibras ou dar sustentação ao local com rugas e flacidez. Os procedimentos mais indicados para esse objetivo são: preenchimento com ácido hialurônico e o ácido polilático.

2. O uso de um sérum com ácido hialurônico ajuda na reposição do colágeno?

De certa forma, sim. O uso de um produto com ácido hialurônico na rotina de skincare ajuda a melhorar a retenção de água e outras substâncias, como a glicerina, na matriz extracelular, proporcionando um visual mais jovem para a pele.

3. O protetor solar ajuda a prevenir o colágeno na pele?

O protetor solar é o melhor produto anti-idade que existe. Ele consegue prevenir a degradação do colágeno, evitando o surgimento precoce de rugas, da flacidez e outro sinais do envelhecimento da pele, como as manchas de melanose. Por isso, é tão importante aplicar e reaplicar o filtro todos os dias independentemente do clima e época do ano.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 15 de Dezembro de 2020
Modificada em: 18 de Maio de 2022


Image

palavra do dermatologista

DRA. CAROLINA REATO MARÇON
CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia


palavra do dermatologista

Image

DRA. CAROLINA REATO MARÇON
CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia

Orientation message
For the best experience, please turn your device