Main content

Efeito rebote: o que é, como evitar e como tratar? Dermatologista fala

Você sabe o que é efeito rebote? Entenda o que é, como evitar e como montar uma rotina de skincare ideal para pele oleosa. Cuide da sua pele com as dicas do blog Dermaclub
09 fev 2017

É possível que você já tenha escutado falar sobre o efeito rebote, ele é um efeito contrário do que se esperava. Isso pode fazer com que a oleosidade da pele aumente após a rotina de tratamento da pele oleosa ou o ressecamento seja ressaltado, no caso das peles secas. 

Agora, se você tem pele oleosa, sabia que existem muitos fatores que podem causar o aumento da oleosidade na pele? Além do uso de produtos indevidos, não lavar o rosto corretamente e descartar a etapa de hidratação da pele, outra situação capaz de induzir a produção exagerada de sebo é o efeito rebote da oleosidade. Dermaclub bateu um papo com a dermatologista Betina Stefanello que explicou como funciona o efeito rebote e como evitar na rotina de cuidados com a pele. 

O que é o efeito rebote?


O efeito rebote é um mecanismo de defesa da pele, ou seja, o aumento da produção de sebo que ocorre justamente quando removemos toda a gordura da região, até mesmo aquela que ajuda a manter a pele hidratada e protegida. 

A Drª Betina explica como isso acontece: “O efeito rebote é causado quando utilizamos produtos que retiram toda a oleosidade e hidratação natural do local. Com isso, nosso organismo entende que precisa produzir mais óleo para repor essa gordura e acaba fabricando em excesso”, contou. No caso da pele seca, a rotina de cuidados intensa pode fazer com que a pele fique ainda mais ressecada e com sensação de repuxamento. Para isso, é essencial o uso de produtos suaves.

Quais são os sintomas do efeito rebote?


O efeito rebote pode acontecer de duas formas: com o aumento da oleosidade do rosto ou o aumento do ressecamento da pele, isso vai depender da predisposição da sua pele. Por isso, se você tem pele oleosa, o efeito rebote vai fazer com que a sua pele fique ainda mais oleosa, quanto ano se a sua pele é seca a tendência é que ela fique mais ressecada. Por isso, sintomas como brilho excessivo, poros dilatados, aparecimento de acne do rosto, descamação da pele, sensação de repuxamento e vermelhidão são sinais do efeito rebote. 

O que causa o efeito rebote?


O efeito rebote é uma resposta de defesa do organismo para falta de cuidados ou o excesso dele. No caso do aumento da oleosidade, o efeito rebote acontece para compensar a falta de hidratação ou proteção da pele, como uma alternativa o corpo passa a produzir mais sebo para garantir que a pele fique hidratada e protegida. Por isso, manter o cuidado de hidratação facial e proteção solar é essencial.

Além disso, o excesso de limpeza facial também pode gerar o efeito rebote. A pele tem uma oleosidade natural, quando limpamos muito a pele essa oleosidade natural é removida, o que faz o corpo entender que a pele está desprotegida e consequentemente produzir mais sebo. 

No caso da pele seca, o excesso de limpeza facial pode fazer com que a pele fique ressecada, com descamação ou sensação de repuxamento, que pode ser intensificado com a falta de hidratação e proteção solar. Fora esses fatores, interrupções da rotina de skincare, alterações hormonais e o uso de produtos errados para o seu tipo de pele também podem influenciar o desenvolvimento do efeito rebote na pele.

Uso de produtos adstringentes e de limpeza agressivos


A limpeza facial é um cuidado essencial para todos os tipos de pele, porém, quando feita em excesso, pode causar o efeito rebote. A limpeza facial deve ser feita apenas na rotina de skincare diurna e noturna para evitar o aumento da oleosidade ou o ressecamento da pele. 

Além disso, é importante escolher produtos ideias para o seu tipo de pele. Peles oleosas necessitam de produtos que ofereçam uma limpeza intensa, enquanto peles normais e secas precisam de produtos de limpeza suave. É essencial estar de olho na composição do produto para entender se ele tem ativos mais abrasivos ou calmantes e compensar com os outros passos de skincare de acordo com o seu tipo de pele.

Falta de hidratação adequada


A hidratação é muito importante para evitar esse efeito, mas a Drª Betina diz que não é qualquer hidratante que deve ser utilizado na sua rotina de skincare. “Quando você mantém a pele corretamente hidratada, o corpo não entende que precisa produzir mais óleo, assim você fará seu tratamento antioleosidade e não terá tantas espinhas”, concluiu.


Alterações hormonais e genéticas


Mudanças hormonais, como aquelas relacionadas à puberdade, gravidez ou uso de contraceptivos, também podem influenciar a produção de sebo na pele, levando ao efeito rebote. Essas alterações também podem refletir no ressecamento, descamação e sensibilidade da pele, que pode ser intensificada com limpezas intensas. 

O efeito rebote acontece apenas em pele oleosa?


Se você pensa que o efeito rebote só acontece no rosto de quem tem pele oleosa, engana-se! O problema pode ocorrer em todos os tipos de pele. A médica descreve como: “adotando hábitos ou usando produtos que ressecam demais o rosto e retiram toda a hidratação natural. Por isso, peles secas, normais, mistas e oleosas podem ter o efeito rebote”.

Como evitar o efeito rebote?


A dermatologista garante que sim, é possível evitar o efeito rebote. Basta investir nos produtos adequados para o seu tipo de pele. Portanto, além de lavar o rosto duas vezes ao dia com um sabonete ou gel de limpeza adstringente que não resseque a sua pele, também é importante investir em um cuidado hidratante que ajuda a controlar a oleosidade, proteger a barreira cutânea e prevenir os danos causados pela poluição. Com essas medidas e o uso do protetor solar com ação antioleosidade, é possível evitar o efeito rebote e ter uma pele muito mais bonita e saudável.

Como escolher os produtos para a pele oleosa?


Para pele oleosa e mista, a médica explica que, o ideal, é optar por fórmulas em gel ou sérum oil free de rápida absorção. “Além disso, é importante que os produtos tenham ativos específicos, como ácido salicílico, retinóico e glicólico, que são ótimos para tratar a oleosidade - desde que não utilizados em grande quantidade ou frequência”.

Dermaclub conta com os melhores produtos para a sua rotina de skincare de pele oleosa. Na limpeza facial aposte no Gel de Limpeza Facial Effaclar Alta Tolerância, de La Roche-Posay, ou no Gel de Limpeza Acne Control, de CeraVe. Para hidratação facial, utilize Loção Facial Hidratante, de CeraVe, combinada com o Sérum Phyto Corrective, de Skinceuticals. Para proteção solar, aposte no Protetor Solar Facial  Blemish + Age Defense, de Skinceuticals.
 

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 09 de Fevereiro de 2017
Modificada em: 27 de Setembro de 2022

 

Image
 

palavra do dermatologista

DRA. BETINA STEFANELLO
CRM: 52-913715

Médica graduada pela Universidade Federal De Santa Catarina, pós-graduação em dermatologia pelo Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay Da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Título de especialista de dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD. Internship in Skin Cancer in Santa Maria Nuova Reggio Emilia e dermatology in Hôpital L’arche in Nice. Chefe do setor de Cosmiatria do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Sócia da Clínica de Dermatologia Les Peaux no Rio de Janeiro. Autora de diversos artigos e capítulos de livro na área de Cosmiatria.
 
 
 

palavra do dermatologista

Image

DRA. BETINA STEFANELLO
CRM: 52-913715

Médica graduada pela Universidade Federal De Santa Catarina, pós-graduação em dermatologia pelo Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay Da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Título de especialista de dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD. Internship in Skin Cancer in Santa Maria Nuova Reggio Emilia e dermatology in Hôpital L’arche in Nice. Chefe do setor de Cosmiatria do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Sócia da Clínica de Dermatologia Les Peaux no Rio de Janeiro. Autora de diversos artigos e capítulos de livro na área de Cosmiatria.
 
Orientation message
For the best experience, please turn your device