Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

MINÉRAL 89 30ML DE R$119,90 POR R$99,90. APROVEITE AGORA

A menopausa acelera o envelhecimento da pele? Saiba como evitar e reverter os danos!

A queda do hormônio DHEA durante a menopausa causa o ressecamento da pele
A queda do hormônio DHEA durante a menopausa causa o ressecamento da pele

Entrevista com Dra. Vanessa Metz, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

O DHEA é conhecido como o hormônio da juventude, responsável pela melhora da disposição durante o dia e pelo estímulo da libido. O pico de sua produção é em torno dos 25 anos e a diminuição por volta dos 45 e, com isso, algumas consequências na pele são percebidas, entre elas, o aumento do ressecamento e a redução da firmeza e do viço.

Qual é a importância do DHEA para a pele?

A partir dos 45 anos, a perda de elasticidade é mais visível, causando rugas, marcas de expressão e flacidez. Isso acontece porque os níveis de DHEA estão em baixa devido à chegada da menopausa. E para quem quer manter o rosto saudável e bonito por mais tempo é mais do que fundamental cuidar da pele com produtos adequados.

Segundo a dermatologista Vanessa Metz, do Rio de Janeiro, a grande questão é como conseguir alcançar mais colágeno - substância que mantém a sustentação do tecido cutâneo - após uma determinada idade. “Nesse período, não produzimos mais a substância com a mesma qualidade, nem quantidade de antes. Assim, a produção não acaba, mas se torna insuficiente. Por isso, é preciso se preocupar em estimular a produção dessa proteína para tentar ajudar a pele”, esclareceu.

Veja o que acontece com a pele durante a menopausa e com a queda do DHEA

Durante essa época, a produção de colágeno decresce e há redução progressiva da concentração de ácido hialurônico e outros componentes que preenchem a pele. Além disso, devido à queda de lipídios na camada superficial, a pele fica mais seca, o que piora as rugas.

Quais devem ser os cuidados para contornar os efeitos da menopausa da pele?

De acordo com a Dra. Vanessa Metz, apesar de serem incômodas, essas questões podem ser amenizadas com os cuidados certos. “Pode-se apostar em ativos que ativarão a produção de lipídios não comedogênicos da superfície da pele, colágeno e componentes preenchedores. Os melhores veículos para estas substâncias são os que promovem hidratação, sem deixar a pele pegajosa, como os sérums hidratantes. Para as que sofrem com as ondas de calor, típicas da menopausa, o recomendado é usar água termal gelada ou até mesmo gelo para amenizar a sensação”, indicou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 12 de Outubro de 2016
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Vanessa Metz

Palavra do Dermatologista

Dra. Vanessa Metz

CRM: 52794953

Dra. Vanessa Metz é especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, formada em medicina pela Faculdade Souza Marques e pós-graduada em dermatologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Foi vice-presidente da Associação dos Dermatologistas da UERJ (ADUERJ) no ano de 2009 e professora substituta do serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto no ano de 2010. É sócia efetiva da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da Academia Americana de Dermatologia (AAD). Está em constante atualização participando de cursos e congressos no Brasil e exterior para trazer aos seus pacientes o que há de mais moderno.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Queimadura solar pode se tornar uma mancha? Dermatologista esclarece o assunto

Queimadura solar pode se tornar uma mancha? Dermatologista esclarece o assunto

Dermatologista

Rosácea, sensibilidade, dermatite: 5 problemas na pele que surgem com o desequilíbrio do microbioma

Rosácea, sensibilidade, dermatite: 5 problemas na pele que surgem com o desequilíbrio do microbioma

Dermatologista

Dermatite atópica no verão: como cuidar? Dermatologista indica uma rotina de skincare

Dermatite atópica no verão: como cuidar? Dermatologista indica uma rotina de skincare

Dermatologista

Criolipólise: o que é, vale a pena, quais são os benefícios do tratamento estético?

Criolipólise: o que é, vale a pena, quais são os benefícios do tratamento estético?

Dermatologista

Manchas roxas na pele: o que podem ser? Dermatologista esclarece as possíveis causas do problema

Manchas roxas na pele: o que podem ser? Dermatologista esclarece as possíveis causas do problema

Dermatologista

Espinha interna e inflamada: como cuidar? Dermatologista indica todos os cuidados para tratar a lesão de acne

Espinha interna e inflamada: como cuidar? Dermatologista indica todos os cuidados para tratar a lesão de acne

Dermatologista

Últimas Matérias

Rotina de pele oleosa para clarear manchas de acne: passo a passo para uniformizar o tom da pele Shampoo anticaspa: posso usar todos os dias? Resseca o couro cabeludo? Entenda! Maquiagem e pele seca: 4 dicas de como evitar o aspecto craquelado Alimentos que aumentam a imunidade: sucos + ingredientes que fazem bem ao organismo e à pele Vitamina C, ácido hialurônico, ácido glicólico... Quais substâncias podem ser usadas no sol e na praia? Vitamina B3 (niacinamida): o que é? Conheça a substância e o que ela pode fazer pela sua pele
Ver mais