Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Baby botox: conheça a tendência que garante um resultado mais natural nas aplicações da toxina botulínica

Já ouviu falar em "baby botox"? Saiba tudo sobre essa tendência!
Já ouviu falar em "baby botox"? Saiba tudo sobre essa tendência!

Entrevista com Dra. Giselle Sanches, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Você já ouviu falar no baby botox? A toxina botulínica aplicada da forma tradicional já é bem conhecida entre quem já percebe as primeiras rugas no rosto. Se você considerou fazer o procedimento, mas desistiu por medo do efeito “congelado” em exagero, a novidade pode ser uma solução para você! Seguindo a trend das técnicas de harmonização facial, a ideia é utilizar doses fracionadas da substância para preencher as rugas e linhas. O resultado é uma expressão com certeza mais leve e natural que o procedimento tradicional!

Quer saber mais? O DermaClub conversou com a dermatologista Giselle Sanches, de São Paulo, para saber tudo sobre a tendência do baby botox e esclarecer as principais dúvidas. Confira!

O que é baby botox? Saiba como funciona o procedimento!

A principal diferença entre o baby botox e o tradicional não está na substância que será aplicada, mas na quantidade de toxina utilizada, explica Giselle. “É uma técnica onde a dose da toxina botulínica é fracionada ou diluída, ou seja, usa-se uma quantidade menor de toxina”, conta. A ideia é promover a harmonização do rosto e um efeito mais jovial por meio das doses reduzidas, que são aplicadas em pontos específicos da face. “São realizadas microdoses em musculaturas específicas para prevenção de rugas, correção de expressão e manutenção da própria toxina já aplicada.”

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Quais são as vantagens do tratamento?

O baby botox também traz algumas vantagens para quem busca um resultado mais prático e leve nos tratamentos para os sinais de expressão. A Dra. Giselle falou sobre os principais benefícios da nova técnica, que tem chamado a atenção de quem pensa em fazer aplicações de botox:

Efeito natural: Nada de aparência com aspecto “repuxado”, nem de olhos arregalados! Como o baby botox é aplicado pontualmente no rosto, você não corre esse risco. “É ideal para aqueles que tem medo do congelamento da face ou em pontos onde a movimentação facial é essencial, como mastigação e nariz”, recomenda a profissional.

Prevenção: Pacientes mais jovens, que querem prevenir sinais de expressão e rugas mais profundos, também podem investir no baby botox. Existem inúmeros estudos sobre os efeitos da toxina botulínica nesse sentido e, com a garantia do efeito natural, não há riscos do resultado de um resultado “congelado”.

Durabilidade: Há possibilidades de estender os efeitos do baby botox por até oito meses, que ainda estão chegando aos consultórios, mas a duração é semelhante ao botox tradicional - de 4 a 6 meses. Como são usadas quantidades menores de toxina botulínica no procedimento, a dica é fazer a manutenção a cada dois ou três meses.

A Dra. Gisele reforça também a importância de se procurar um especialista - um médico dermatologista ou cirurgião plástico - para fazer o baby botox. “Sempre que for a consulta, transmita qual o seu real objetivo e queixa para que o profissional responda com qualidade”, aconselha ela.

Baby botox garante efeito natural até o momento do retoque

Normalmente, quem aposta no botox tradicional consegue perceber claramente quando é hora de fazer a manutenção do tratamento - o aspecto “congelado” desaparece rapidamente. No caso do baby botox, a técnica promete naturalidade até mesmo conforme perde seus efeitos. “O objetivo e o diferencial é promover um efeito mais natural, harmônico e individualizado para o paciente, evitando que a face fique totalmente paralisada, um dos grandes medos dos pacientes. A ideia de aplicar baby botox é a de promover harmonização facial”, explica a Dra. Giselle.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 12 de Setembro de 2019
Modificada em: 25 de Outubro de 2019

Dra. Giselle Sanches

Palavra do Dermatologista

Dra. Giselle Sanches

CRM: 117116 / RQE 37933

Título de Especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Dermatologia; Título de Especialista em Clínica Médica pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Clínica Médica; Graduação em Medicina pela PUC de São Paulo; Pós-graduação em Dermatologia pelo Hospital Heliópolis (SUS); Pós-graduação em Clínica Médica pela Universidade Federal de São Paulo; Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Acne neonatal: o que é? Quais são as causas? Como tratar as espinhas no bebê

Acne neonatal: o que é? Quais são as causas? Como tratar as espinhas no bebê

Tratamento de pele

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Tratamento de pele

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Tratamento de pele

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Dermatologista

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Tratamento de pele

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais