Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Causas do cabelo oleoso: 5 atitudes que deixam os fios com aspecto gorduroso

Descubra algumas das causas do cabelo oleoso!
Descubra algumas das causas do cabelo oleoso!

Redação por Livia Dambrosio

Produtos relacionados

Quem tem cabelo oleoso sabe como o aspecto sujo dos fios pode se tornar um problema! Embora o excesso de sebo seja uma característica de cada pessoa - produzido no couro cabeludo pelas glândulas sebáceas -, em outros casos a oleosidade pode ser causada por maus hábitos e atitudes aparentemente inofensivas que praticamos no dia a dia. Para evitar esse excesso e prevenir o aparecimento da caspa, o DermaClub esclareceu 5 coisas que podem deixar os cabelos com esse aspecto pesado. Veja só!

1) Não usar o shampoo corretamente

O shampoo é o produto que ajuda a limpar o cabelo e remove todos os resíduos dos fios e do couro cabeludo. Quando não é usado corretamente, pode deixar sujeira acumulada e causar o surgimento de caspa. Para garantir uma higiene eficiente da região, é necessário aplicá-lo apenas na raiz, esfregar e massagear bastante a região e repetir o ritual se necessário.

Em casos de seborreia, você pode optar por um shampoo anticaspa. Para uma limpeza mais profunda, o ideal é apostar em uma esfoliação capilar - que funciona como um alívio imediato para o couro cabeludo. As substâncias presentes no produto ajudam a reduzir a oleosidade, purificam e equilibram o pH dos fios.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2) Aplicar o condicionador no couro cabeludo

Muita gente tem o costume de aplicar o condicionador na raiz do cabelo - o que é uma atitude muito errada. O creme acaba obstruindo os poros do couro cabeludo, podendo provocar mais oleosidade e até caspa. Para evitar essas casquinhas brancas e amareladas, o ideal é aplicar o produto longe da raiz, apenas no comprimento do cabelo e principalmente nas pontas. Assim você vai conseguir ter as madeixas mais hidratadas e brilhosas.

3) Lavar demais o cabelo

Já ouviu falar no efeito rebote da oleosidade? Esse impacto é muito comum na pele, mas também pode acontecer no couro cabeludo. O problema acontece quando lavamos muitas vezes o cabelo ao longo do dia, o que acaba removendo toda a oleosidade natural da região, e, como um estímulo de defesa, o couro cabeludo produz ainda mais sebo.

O ideal é lavar o cabelo uma vez ao dia - para quem tem tendência à oleosidade - ou dia sim, dia não - para o couro cabeludo sensível e fios mais ressecados.

4) Falta de higiene

Não lavar o cabelo também pode deixar o cabelo mais oleoso. Quando ficamos um bom tempo sem higienizar a região, a oleosidade do couro cabeludo vai passando para os fios e deixando as madeixas com um aspecto mais pesado. Mantenha uma rotina de limpeza dos fios para evitar a dermatite seborreica no couro cabeludo.

5) Acúmulo de produtos

Sabe aqueles dias em que você está com preguiça de arrumar o cabelo e acaba colocando um monte de produtos nos fios para que eles fiquem comportados? Esse acúmulo pode resultar no aumento da oleosidade, fazendo com que seu couro cabeludo e fios fiquem entupidos. Evite esse processo, lavando o seu cabelo regularmente.

Para saber quais produtos usar a fim de evitar o excesso de oleosidade, consulte seu dermatologista!

*Ficou com dúvidas? Procure o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e agende uma consulta!

Publicada em: 29 de Maio de 2018
Modificada em: 05 de Março de 2020

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Rotina de pele oleosa para clarear manchas de acne: passo a passo para uniformizar o tom da pele

Rotina de pele oleosa para clarear manchas de acne: passo a passo para uniformizar o tom da pele

Acne e espinha

Espinha interna e inflamada: como cuidar? Dermatologista indica todos os cuidados para tratar a lesão de acne

Espinha interna e inflamada: como cuidar? Dermatologista indica todos os cuidados para tratar a lesão de acne

Acne e espinha

4 coisas que podem acontecer com a sua pele depois de espremer cravos ou espinhas

4 coisas que podem acontecer com a sua pele depois de espremer cravos ou espinhas

Acne e espinha

Comecei o tratamento antiacne e estou com mais espinhas: dermatologista esclarece o que pode ser

Comecei o tratamento antiacne e estou com mais espinhas: dermatologista esclarece o que pode ser

Acne e espinha

Acne próximo ao couro cabeludo: por que surge? Como evitar? Como tratar?

Acne próximo ao couro cabeludo: por que surge? Como evitar? Como tratar?

Acne e espinha

Tratamento para acne resseca a pele? Deixa sensível? Dermatologista explica mais sobre o assunto

Tratamento para acne resseca a pele? Deixa sensível? Dermatologista explica mais sobre o assunto

Acne e espinha

Últimas Matérias

Entenda a diferença entre os 3 séruns anti-idade de La Roche-Posay: Salicyli C10, Retinol B3 e Hyalu B5 Repair Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19 Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar Coceira na pele após o banho: entenda porque isso acontece e como tratar Conheça Lipikar Baume AP+M, da La Roche-Posay: o novo creme de hidratação profunda e ação anti-coceira
Ver mais