Main content

Camadas da pele: saiba quais são e suas funções

Conheça as diferentes camadas da pele, desvende as funções essenciais de cada uma e como cuidar da sua pele em diferentes estações do ano.
15 jun 2018

A pele, nosso maior órgão, é uma maravilha complexa que desempenha papéis cruciais na defesa do corpo. Para compreender verdadeiramente essa barreira protetora, é essencial explorar as suas diversas camadas. Neste artigo, o Dermaclub embarcará em uma jornada pelo mundo das "Camadas da Pele". Descubra o que está além da superfície, mergulhando nas profundezas da epiderme, derme e hipoderme, desvendando os segredos que tornam a nossa pele tão incrivelmente resiliente e versátil.


Quais são as camadas de pele?


A pele é o maior órgão do corpo humano e desempenha um papel vital na proteção contra agentes externos, como bactérias, vírus, fungos, substâncias químicas irritantes, poluentes atmosféricos e radiações ultravioleta provenientes do sol. Para entender melhor sua estrutura, é fundamental saber quais são as camadas da pele. 


Epiderme


A camada externa da pele, conhecida como epiderme, é a primeira linha de defesa contra o mundo exterior. Essa camada é composta por células epiteliais queratinizadas, formando uma barreira impermeável que protege o organismo contra a perda de água e a entrada de substâncias indesejadas. Além disso, a epiderme é responsável pela renovação constante da pele, substituindo as células antigas por novas.


Para entender melhor a sua fisiologia, a dermatologista Betina Stefanello, do Rio de Janeiro explicou a função de cada camada da epiderme. De baixo para cima, temos:

  • Camada basal: A camada da pele mais interna, onde são formados os queratinócitos, células da superfície da pele.
  • Camada espinhosa: São os queratinócitos que produzem queratina, ou seja, as fibras de proteína, que aí vão tomando outra forma, ficando mais fusiformes.
  • Camada granular: É onde verdadeiramente começa a queratinização, as células vão produzindo uns grânulos mais duros que se transformarão em queratina e lipídios epidérmicos, inclusive as ceramidas.
  • Camada lúcida: Aqui, as células são bem compridas e já não se distinguem umas das outras.
  • Camada córnea: A camada mais externa da epiderme, com várias subcamadas de células mortas, bem aplainadas. As células desta camada se ligam através dos lipídios epidérmicos, as ceramidas, essenciais para proteger a pele. Logo acima da camada córnea da epiderme, temos então o manto hidrolipídico, um filme bem fino constituído por gorduras (majoritariamente ceramidas) e aminoácidos. Essa é a barreira de proteção da pele.

Derme


A derme, a segunda camada da pele, é uma estrutura complexa que desempenha papéis cruciais na sustentação e função do órgão. Localizada abaixo da epiderme, a derme é composta por uma rede emaranhada de tecido conjuntivo, contendo fibras de colágeno e elastina.

As fibras de colágeno conferem resistência à derme, garantindo que a pele mantenha sua integridade estrutural. Essa resistência é fundamental para suportar a tração e os movimentos cotidianos, como dobrar, esticar, torcer, levantar objetos e praticar atividades físicas em geral. A derme proporciona elasticidade e flexibilidade à pele.

A elastina, por sua vez, contribui para a elasticidade da pele, permitindo que ela se estire e retorne à sua forma original. Essa propriedade é essencial para prevenir o aparecimento de rugas e linhas de expressão, dando à pele uma aparência mais jovem e saudável.

A derme abriga uma variedade de componentes, incluindo vasos sanguíneos, glândulas sudoríparas e folículos pilosos. Os vasos sanguíneos desempenham um papel vital na regulação da temperatura corporal, ajustando o fluxo sanguíneo para dissipar ou conservar o calor. As glândulas sudoríparas produzem o suor, contribuindo para a regulação térmica e ajudando na eliminação de toxinas. Os folículos pilosos são estruturas responsáveis pelo crescimento dos pelos. Cada folículo piloso é conectado a uma glândula sebácea, que produz o sebo, uma substância que ajuda a manter a pele e os cabelos hidratados.

Hipoderme


A hipoderme, também conhecida como tecido subcutâneo, é a mais profunda de todas as camadas da pele. Diferentemente da epiderme e derme, a hipoderme é composta principalmente por tecido adiposo, que consiste em células de gordura, conhecidas como adipócitos. Esta camada desempenha várias funções essenciais no corpo humano.

Uma das funções principais da hipoderme é fornecer isolamento térmico ao corpo. As células de gordura atuam como isolantes naturais, ajudando a regular a temperatura corporal, impedindo a perda excessiva de calor e protegendo contra temperaturas extremas. Ela também funciona como um reservatório de energia para o corpo, pois as células de gordura armazenam calorias na forma de lipídios, que podem ser mobilizados quando necessário para suprir as necessidades energéticas do organismo.

A hipoderme também desempenha um papel na absorção de choques e impactos. Ao agir como uma camada de amortecimento, ela protege órgãos e estruturas subjacentes de lesões causadas por pressão e impacto. Além de conectar a pele aos tecidos mais profundos do corpo, como músculos e ossos. Essa conexão é essencial para fornecer suporte estrutural à pele e manter sua posição no corpo.

Qual a função da pele?


Como vimos, a pele é um órgão multifuncional que desempenha diversas funções vitais para o corpo humano, pois além de atuar como uma barreira física contra agentes externos, ela também protege o corpo contra infecções, evita a entrada de substâncias prejudiciais e regula a temperatura corporal, por meio das glândulas sudoríparas, auxiliando na dissipação do calor.

Além disso, a exposição à luz solar permite que a pele produza vitamina D, essencial para a saúde dos ossos e do sistema imunológico. A pele também é rica em receptores sensoriais que detectam estímulos como temperatura, pressão e dor. Essa sensação tátil é fundamental para a interação do corpo com o ambiente.

O que acontece quando a pele está danificada?


Quando a pele está danificada, ela perde sua capacidade de proteger o corpo de infecções, pois as bactérias e outros microrganismos podem penetrar mais facilmente na pele. A pele danificada também perde água mais rapidamente, o que pode levar à desidratação e à pele seca. Além disso, ela também é mais frágil e pode se romper mais facilmente, o que pode levar a cortes, arranhões e outras lesões.

Os sintomas de pele danificada podem variar dependendo da gravidade do dano. Alguns sintomas comuns incluem:

  • Vermelhidão: Um dos sintomas mais comuns de pele danificada, a vermelhidão é causada pelo aumento do fluxo sanguíneo para a área afetada.
  • Inchaço:O inchaço é o acúmulo de líquido nos tecidos e pode ser causado por vários fatores como lesões, infecções, alergias e doenças de pele como dermatite e psoríase. 
  • Coceira: Essa sensação de desconforto na pele que provoca a vontade de coçar pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo cortes, queimaduras e exposição a produtos químicos;
  • Secura: A pele seca ocorre quando a pele não produz ou retém o suficiente de água, isso pode ocorrer na exposição prolongada ao sol, mas também durante um clima mais frio e seco.
  • Descamação: A descamação é a perda de células mortas da pele, que pode se causada tanto em lesões e ferimentos, quanto por conta de doenças como a dermatite.

Como cuidar da pele no inverno?


O inverno traz consigo desafios específicos para a saúde da pele, incluindo ressecamento e sensibilidade devido às baixas temperaturas e à diminuição da umidade. A hidratação é fundamental nessa época do ano. Por isso, opte por cremes hidratantes mais espessos e nutritivos para ajudar a criar uma barreira protetora contra o vento e o frio. Aplique o hidratante logo após o banho para selar a umidade na pele.

O Creme Hidratante Corporal Cerave é uma ótima escolha e pode ser seu maior aliado durante esse clima mais seco. Com textura cremosa e a inovadora tecnologia de liberação MVE, ele proporciona hidratação contínua por 24 horas. Sua fórmula conta com 3 ceramidas essenciais e ácido hialurônico, proporcionando uma hidratação profunda e fortalecendo a barreira lipídica da pele. Garanta o seu Creme Hidratante Corporal Cerave com desconto! Junte-se ao clube de vantagens DermaClub e aproveite benefícios exclusivos todos os meses.

Creme Hidratante Cerave com a embalagem aberta e conteúdo a mostra

Além disso, é importante manter-se hidratado bebendo água regularmente. A hidratação interna é crucial para a saúde da pele, mesmo durante os meses mais frios. Evitar banhos muito quentes também pode ser importante, pois a água quente pode retirar os óleos naturais da pele, contribuindo para o ressecamento. Prefira banhos com água morna e limite o tempo no chuveiro.

Como cuidar da pele no verão?


Cuidar da pele é uma prática essencial durante o ano todo, especialmente no verão. Proteger a camada externa da pele contra os danos do sol é crucial para mantê-la saudável. A hidratação desempenha um papel vital nesse processo, pois a exposição ao calor e ao sol pode levar à desidratação, tornando fundamental o consumo regular de água ao longo do dia. 

Além disso, aplicar um hidratante leve e não oleoso é essencial para preservar a barreira cutânea. Isso ajuda a prevenir a perda de água e a descamação da pele, mantendo-a saudável e protegida. Se você está em busca de um creme hidratante eficaz para o verão, a Loção Hidratante CeraVe é uma ótima opção. Com textura fluida de rápida absorção e livre de óleos, ele hidrata e ainda restaura a barreira protetora da pele do rosto e corpo, pois contêm em sua fórmula lipídios essenciais para uma hidratação prolongada e completa.

Mulher negra segurando a Loção Hidratante Cerave

Outro cuidado indispensável no verão é o uso de protetor solar, capaz de proteger contra os raios UVA e UVB. O protetor solar é fundamental para prevenir queimaduras solares, o envelhecimento precoce e reduzir o risco de câncer de pele. Complementar a proteção com roupas leves de manga longa e um chapéu de abas largas oferece uma camada adicional de defesa contra os raios solares, minimizando o risco de queimaduras e manchas na pele.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Cadastre-se no programa e ganhe descontos exclusivos todos os meses, aproveite para comprar seus produtos com benefícios e preços especiais!
 

banner clube de vantagens dermaclub

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 15 de Junho de 2018
Modificada em: 15 de Janeiro de 2024

palavra do dermatologista
Image

DRA. BETINA STEFANELLO
CRM: 52-913715

Médica graduada pela Universidade Federal De Santa Catarina, pós-graduação em dermatologia pelo Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay Da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Título de especialista de dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD. Internship in Skin Cancer in Santa Maria Nuova Reggio Emilia e dermatology in Hôpital L’arche in Nice. Chefe do setor de Cosmiatria do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Sócia da Clínica de Dermatologia Les Peaux no Rio de Janeiro. Autora de diversos artigos e capítulos de livro na área de Cosmiatria.
 
Orientation message
For the best experience, please turn your device