Main content

Manchas de Dengue: Saiba Como Identificar e Tratar

Descubra como identificar as manchas de dengue e saiba quais cuidados ter.
26 abr 2024

A dengue é uma doença infecciosa transmitida pelo mosquito Aedes aegypti que tem se tornado cada vez mais comum em diversas partes do mundo. Os sintomas podem variar de leves a graves e, em alguns casos, podem incluir manchas vermelhas na pele, conhecidas como "manchas de dengue". Mas como identificar essas manchas e quais cuidados devemos ter?

O Dermaclub, sempre preocupado com a sua saúde e bem-estar, vai abordar o tema para esclarecer todas as suas dúvidas. Vamos explorar as características das manchas de dengue, como diferenciá-las de outros tipos de manchas, onde elas podem aparecer e quanto tempo duram. Além disso, também abordaremos os outros sintomas da dengue, como tratar a doença e como evitá-la. Acompanhe conosco essa jornada de conhecimento e cuidado com a sua pele e saúde.
 


Quais são as características das manchas de dengue?

As manchas de dengue, também conhecidas como exantema, são uma das manifestações cutâneas que podem ocorrer em alguns casos dessa doença. Elas geralmente surgem entre o segundo e sexto dia após o início da febre e possuem algumas características específicas.

As manchas são vermelhas,  pequenas e apresentam um formato arredondado ou oval. A aparência é semelhante a uma erupção cutânea ou alergia, o que pode levar à confusão com outras condições dermatológicas. No entanto, as manchas de dengue não causam coceira e são planas, ou seja, ficam no mesmo nível da pele ao redor. Essas manchas tendem a se espalhar pelo corpo, sendo mais visíveis no tórax e nos membros superiores. 

Como diferenciar as manchas de dengue dos outros tipos de manchas?

Diferenciar as manchas de dengue de outros tipos de manchas ou erupções cutâneas pode ser um desafio, especialmente para quem não é profissional de saúde. No entanto, existem algumas características que podem ajudar nessa distinção.

Primeiramente, as manchas de dengue são planas e não causam coceira, ao contrário de muitas outras condições dermatológicas que provocam erupções elevadas e prurido. Além disso, elas costumam desaparecer temporariamente quando pressionadas.

Outro ponto importante é o contexto em que as manchas aparecem. Se a pessoa está com febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores musculares e articulares, náusea, vômitos, cansaço e perda de apetite - sintomas típicos da dengue - a probabilidade das manchas serem de dengue aumenta consideravelmente.

No entanto, a melhor maneira de confirmar se as manchas são de dengue é procurando atendimento médico. O profissional de saúde poderá realizar um exame físico detalhado e solicitar exames laboratoriais, se necessário, para confirmar o diagnóstico. 0 autocuidado é importante, mas o autodiagnóstico pode ser perigoso. Sempre procure um profissional de saúde ao apresentar sintomas suspeitos. 

Onde as manchas de dengue podem aparecer?

As manchas de dengue podem aparecer em qualquer parte do corpo, mas são mais comuns em algumas áreas específicas. Geralmente, elas começam a surgir no tórax e nos membros superiores, como braços e ombros.

Com a progressão da doença, as manchas podem se espalhar para outras partes do corpo, incluindo pernas, costas, rosto e pescoço. Em alguns casos, elas também podem aparecer nas palmas das mãos e solas dos pés, embora isso seja menos comum.

Quanto tempo as manchas de dengue podem durar?

As manchas de dengue geralmente aparecem entre o segundo e sexto dia da doença e a sua duração pode variar. Em média, elas costumam persistir por 1 a 2 dias, mas em alguns casos podem durar até uma semana.

Após esse período, as manchas tendem a desaparecer gradualmente sem deixar marcas ou cicatrizes na pele. No entanto, a duração das manchas pode ser influenciada por vários fatores, incluindo a resposta imunológica individual à infecção.

As manchas de dengue aparecem em todos os casos?

Não, as manchas de dengue não aparecem em todos os casos. A presença de manchas é apenas um dos possíveis sintomas da dengue e nem todos os pacientes infectados pelo vírus apresentam essa manifestação cutânea.

Alguns pacientes podem ter apenas sintomas sistêmicos, como febre alta, dor de cabeça, dores no corpo e mal-estar, sem apresentar qualquer alteração na pele. Outros podem apresentar sintomas mais graves, como sangramentos e sinais de choque, mesmo na ausência de manchas.

Portanto, a ausência de manchas não exclui a possibilidade de dengue. Em caso de suspeita da doença, é importante procurar atendimento médico imediatamente para avaliação e orientação adequadas. 

Quais são os outros sintomas da dengue?

A dengue é uma doença que pode apresentar uma ampla gama de sintomas, que variam desde formas assintomáticas até quadros graves e potencialmente fatais. Além das manchas na pele, os sintomas mais comuns da dengue incluem:

  • Febre alta: Geralmente o primeiro sintoma da dengue, a febre pode ser bastante alta (39° a 40°C) e de início abrupto.
  • Dor de cabeça: Muitas pessoas com dengue relatam dores de cabeça intensas.
  • Dor atrás dos olhos: Esta dor tende a piorar ao mover os olhos.
  • Dores musculares e articulares: A dengue é conhecida como "febre quebra-ossos" por causa das fortes dores musculares e articulares que provoca.
  • Náusea e vômitos: Estes sintomas são comuns, especialmente em casos mais graves da doença.
  • Cansaço e fraqueza: A pessoa infectada pode se sentir muito cansada e fraca.
  • Perda de apetite: A doença também pode causar perda de apetite e paladar.

Em alguns casos, a dengue pode evoluir para formas mais graves, como a dengue grave e a síndrome do choque da dengue, que podem apresentar sintomas como sangramentos, queda abrupta da pressão arterial e sinais de insuficiência de órgãos.

Como tratar a dengue?

O tratamento da dengue é principalmente de suporte, ou seja, focado em aliviar os sintomas e ajudar o corpo a se recuperar. Não existe um medicamento específico para curar a dengue, mas algumas medidas podem ser tomadas para controlar os sintomas e evitar complicações. A hidratação é fundamental no tratamento da dengue. A febre e outros sintomas podem levar à perda de líquidos, por isso é importante beber bastante água, sucos naturais ou soro caseiro para manter-se hidratado.

Para controlar a febre e as dores no corpo, pode-se utilizar paracetamol. No entanto, é importante evitar medicamentos à base de ácido acetilsalicílico, como a aspirina, pois eles podem aumentar o risco de sangramentos. Porém, antes de utilizar qualquer tipo de medicamento a orientação médica é imprescindível, visto a gravidade da doença.

Em casos mais graves, a hospitalização pode ser necessária para monitorar e tratar possíveis complicações, como hemorragias e choque causado pela queda abrupta da pressão arterial.

A dengue, além de seus sintomas mais conhecidos, pode levar à desidratação, resultando em pele seca e desconfortável. Nesse sentido, manter a pele hidratada é uma parte importante do cuidado pessoal durante a recuperação da doença.

O Creme Hidratante CeraVe é uma excelente opção para auxiliar na hidratação da pele nesse período. Ele possui uma fórmula rica em ceramidas e ácido hialurônico, que ajudam a restaurar a barreira natural da pele e reter a umidade, aliviando o desconforto causado pela pele seca.

pessoa segurando creme hidratante CeraVe nas mãos ressecadas


É importante ressaltar que, embora o Creme Hidratante CeraVe possa ajudar a aliviar a pele seca, ele não é um tratamento específico para a dengue. O tratamento adequado par a condição deve sempre ser orientado por um médico especialista.

No Dermaclub, você pode encontrar uma variedade de outros produtos de cuidado com a pele das marcas mais recomendadas pelos dermatologistas. Como membro do nosso clube de vantagens, você tem acesso a preços exclusivos e benefícios especiais. Assim, você pode cuidar da sua pele com produtos de alta qualidade sem pesar no bolso. Inscreva-se e confira!


Como evitar a dengue?

A prevenção é a melhor estratégia para evitar a dengue. Como a doença é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, as medidas preventivas estão principalmente focadas no controle deste vetor. Portanto, algumas medidas cruciais para evitar a doença, podem incluir:

  • Elimine os criadouros do mosquito: O Aedes aegypti se reproduz em água parada. Portanto, é importante eliminar todos os possíveis criadouros, como pneus velhos, garrafas, pratos de plantas e qualquer outro objeto que possa acumular água.
  • Mantenha caixas d'água, cisternas e outros reservatórios de água bem fechados: Isso impede que o mosquito coloque seus ovos nesses locais.
  • Use repelente de insetos: Os repelentes podem ajudar a proteger contra as picadas do mosquito, especialmente durante o dia, quando ele está mais ativo.
  • Vista roupas que cubram a maior parte do corpo: Isso pode ajudar a reduzir a chance de ser picado.
  • Instale telas nas janelas: As telas podem ajudar a impedir que os mosquitos entrem em sua casa.
  • Mantenha o ambiente limpo: Evite o acúmulo de lixo e mantenha o jardim sempre limpo e aparado.

Além disso, é importante estar atento aos sintomas da dengue e procurar atendimento médico imediatamente caso eles apareçam.

Banner Dermaclub Seu Clube de Vantagens


*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 
Orientation message
For the best experience, please turn your device