Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Como aliviar a coceira no couro cabeludo: 3 dicas para acabar com o problema

Confira 3 dicas para melhorar a coceira, ressecamento e sensibilidade do couro cabeludo
Confira 3 dicas para melhorar a coceira, ressecamento e sensibilidade do couro cabeludo

Entrevista com Dra. Carolina Zaparoli , membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Coçar a cabeça já virou um costume para você? Ao contrário do que muitos pensam, sentir esse incômodo no couro cabeludo pode significar muitos problemas além da caspa. De acordo com a dermatologista Carolina Zaparoli, de São Paulo, ao fazer isso, acabamos ferindo a região, permitindo a entrada de bactérias presentes no couro cabeludo e nas unhas. Isso pode causar foliculite, piora da dermatite seborreica, entre outras complicações. Para aliviar a coceira, o DermaClub, juntamente com a médica, indicou dicas e uma rotina de cuidados capazes de controlar o desconforto no cabelo. Veja só!

Por que o couro cabeludo coça? Conheça as causas deste sintoma

Sentir o couro cabeludo coçar não pode ser encarado como algo comum. Este sintoma pode significar uma série de problemas, como foliculite, dermatite seborreica ou alergia. A Dra. Carolina explicou as causas mais comuns:

Foliculite: ela pode surgir quando há excesso de oleosidade no couro cabeludo e podem ser de diferentes tipos: “Foliculite decalvante - um tipo mais grave que causa a perda de cabelo (alopecia), podendo ser irreversível; e foliculite queloidiana - cabelos nascem muito enrolados, para dentro do couro cabeludo e causam uma agressão formando uma cicatriz”.

Dermatite seborreica: um processo inflamatório do couro cabeludo causado pelo aumento da produção de sebo pelas glândulas sebáceas. Seus principais sinais e sintomas são a descamação (caspa) e a coceira.

Alergia (dermatite de contato): a coceira na cabeça também pode ser causada por produtos irritantes ou alérgenos, como tinturas para o cabelo, shampoos ou cremes, que provocam um processo inflamatório na pele.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

3 dicas que podem aliviar o incômodo:

1- Lavar o cabelo regularmente.

2- Usar um shampoo sem parabenos e outras substâncias irritantes.

3- Aplicar o condicionador no comprimento do fio, evitando o couro cabeludo, para evitar o desenvolvimento da caspa ou irritações no couro cabeludo.

Dermatologista indica a higiene capilar ideal para cada tipo de cabelo

Segundo a médica, não existe uma regra para a higiene capilar. Tudo vai depender do tipo de cabelo do paciente. “Se um paciente tem o couro cabeludo oleoso e passa um período sem lavá-lo, a tendência é que ele fique ainda mais oleoso, com aspecto opaco. Isso pode até mesmo favorecer o surgimento da dermatite seborreica naqueles que já tenham essa tendência. Agora, se uma pessoa com cabelos secos lavá-los mais do que deveria, a tendência é que fiquem ainda mais ressecados, com efeito frizz”, esclareceu.

Produtos relacionados

Além disso, o paciente precisar dar mais atenção ao couro cabeludo na hora da higiene. “Por isso, o shampoo deve ser aplicado especialmente nessa região que, em seguida, deve ser massageada ainda com o produto. Na sequência, ele vai descendo naturalmente e removendo os resíduos que ficam no comprimento dos cabelos até a ponta”. Depois é só finalizar o ritual com condicionador ou uma máscara hidratante, mas atenção: ambos devem ser aplicados no comprimento do fio, evitando o couro cabeludo.

Produtos relacionados

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 25 de Maio de 2018
Modificada em: 21 de Julho de 2021

Dra. Carolina Zaparoli

Palavra do Dermatologista

Dra. Carolina Zaparoli

CRM: 111.618

Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia/SBD, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e AMB, formada pela Universidade Metropolitana de Santos , realizou residência em dermatologia no Hospital Guilherme Álvaro em Santos. Atua na área de Dermatologia clínica, estética, cirúrgica e laser. Participa de todos os principais congressos para estar sempre atualizada nos melhores tratamentos para seus pacientes.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Qual é o melhor shampoo para psoríase no couro cabeludo descamando?

Qual é o melhor shampoo para psoríase no couro cabeludo descamando?

Cabelo

Hidratação para cabelo com queratina: como fazer em casa? Qual produto usar? Siga o passo a passo do ritual

Hidratação para cabelo com queratina: como fazer em casa? Qual produto usar? Siga o passo a passo do ritual

Cabelo

Dermatite no rosto: atópica, seborreica, perioral... conheça os tipos

Dermatite no rosto: atópica, seborreica, perioral... conheça os tipos

Dermatite

Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo

Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo

Cabelo

Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios

Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios

Cabelo

Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície

Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície

Cabelo

Últimas Matérias

Rotina fácil de cuidados com a pele durante o inverno: 9 produtinhos para você apostar na estação Saiba quais cuidados são importantes na hora de fazer a hidratação da pele seca e sensível Como disfarçar marcas de espinhas: passo a passo para esconder as cicatrizes e manchas de acne Skincare para pele negra: 7 dúvidas mais comuns sobre a rotina de cuidados Neurodermatite: o que é? Como tratar? É a mesma coisa que dermatite atópica? Dermatologista explica Dermatite de contato: o que é, quais os sintomas e como tratar as bolinhas na pele que coçam
Ver mais

escolha a loja de sua preferência