Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Como tirar manchas do rosto: dermatologista indica 10 ativos que realmente funcionam

Confira as sugestões de ativos da dermatologista Betina Stefanello para combater as manchas no rosto / Foto: Pexels
Confira as sugestões de ativos da dermatologista Betina Stefanello para combater as manchas no rosto / Foto: Pexels

Entrevista com Dra. Betina Stefanello, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Quem tem manchas no rosto sabe como essas marcas na pele podem ser um incômodo! Se você se enquadra nesse perfil, fique sabendo que existem substâncias e produtos seguros para tratar o problema. Mas avisamos: não é de um dia para o outro que as manchas vão desaparecer! Por isso, além de seguir o tratamento à risca, é importante ter paciência e confiar na uniformização gradual através do uso de ativos despigmentantes.

Para entender melhor como funciona essa rotina anti-manchas, entrevistamos a dermatologista Betina Stefanello que indicou os ativos que realmente funcionam para cada tipo de marca na pele. Dá só uma olhada!

O que são manchas e porque elas se formam na pele?

As manchas são lesões dermatológicas que surgem na pele por diversos motivos e, dependendo da cor, podem indicar um problema específico - desde um simples incômodo estético ou até mesmo um câncer de pele. A médica revela as possíveis razões dessas marcas: “Podem ser causadas por depósito de algum pigmento (melasma), por excesso de sol (melanose solar), por queimadura (como aquelas causadas por limão), por uma micose/fungo (pano branco) e até mesmo por um câncer de pele (melanoma)”, esclareceu.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Tipos de manchas que se formam no rosto

Melasma: são manchas amarronzadas causadas por depósito do pigmento melanina e desencadeados por fatores genéticos, hormonais, sol, calor, etc.

Melanose solar: são manchas pequenas e amarronzadas e causadas pelo acúmulo de sol durante a vida.

Extravasamento sanguíneo: são manchas arroxeadas causadas por uma fragilidade capilar do envelhecimento ou por hematomas durante procedimentos estéticos. O depósito de pigmento é causado pela hemossiderina.

Nevos: são pintas escuras causadas por proliferação dos melanócitos (células que produzem melanina) e podem evoluir malignamente se transformando em Câncer de pele do tipo melanoma.

Ceratose seborréica: parecem com pintas/nevos, mas são mais altas, ásperas e não se transformam em câncer de pele.

Leucodermia solar: também chamadas de sardas brancas e são causadas por acúmulo de sol, levando a perda da melanina no local da lesão.

Vitiligo: mancha branca causada com doença genética autoimune e desencadeado muitas vezes por fatores emocionais.

Pitiríase versicolor (pano branco): lesão esbranquiçada causada por fungo.

Pitiríase Alba: lesão esbranquiçada causada por pele ressecada.

Ativos que funcionam no tratamento das manchas:

De acordo com a Drª Betina, as lesões tratáveis com produtos e ativos são aquelas com causas estéticas como o melasma. Sendo assim, a dermatologista recomenda as como principais substâncias que inibem a produção de melanina:

1) hidroquinona,
2) ácido glicólico,
3) ácido retinóico,
4) ácido tranexâmico,
5) ácido azeláico,
6) ácido kójico,
7) ácido fítico,
8) vitamina c,
9) ácido mandélico e
10) licorice.

Já a melanose solar responde melhor com procedimentos como a luz pulsada do que com os ativos. As manchas arroxeadas, que muitas vezes aparecem após um hematoma, conseguem ser amenizadas com o ácido tioglicólico. No caso da pitiríase alba, como é uma mancha causada por ressecamento da pele, responde muito bem a hidratação e os melhores ativos são as ceramidas, lanolina, uréia, niacinamida, aminoácidos, ácidos graxos, glicerina, ácido hialurônico.

Produtos relacionados

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 12 de Setembro de 2020
Modificada em: 14 de Setembro de 2020

Dra. Betina Stefanello

Palavra do Dermatologista

Dra. Betina Stefanello

CRM: 52-913715

Médica graduada pela Universidade Federal De Santa Catarina, pós-graduação em dermatologia pelo Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay Da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Título de especialista de dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD. Internship in Skin Cancer in Santa Maria Nuova Reggio Emilia e dermatology in Hôpital L’arche in Nice. Chefe do setor de Cosmiatria do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Sócia da Clínica de Dermatologia Les Peaux no Rio de Janeiro. Autora de diversos artigos e capítulos de livro na área de Cosmiatria.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Manchas na pele

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Dermatologista

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Dermatologista

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Manchas na pele

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Dermatologista

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Dermatologista

Últimas Matérias

Hidratante para a pele oleosa: 5 produtos que não deixam seu rosto pesado Qual é o melhor hidratante para a pele oleosa? Conheça características e ativos para acertar na hora da compra O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas 5 coisas que acontecem com a pele no inverno: dermatite, ressecamento, rosácea... veja as queixas mais comuns Queratina capilar salva o cabelo no verão! Rotina para tratar os fios dos danos solares, secador e chapinha 4 melhores produtos para a redução de acne e cravos + controle da oleosidade + ação anti-idade
Ver mais