Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Acne fúngica (malassezia): o que é? Quais as causas? Como tratar? Como prevenir?

Confira a matéria e entenda o que é a acne fúngica, quais as causas e como tratar o problema / Foto: Getty Images
Confira a matéria e entenda o que é a acne fúngica, quais as causas e como tratar o problema / Foto: Getty Images

Entrevista com Dra. Betina Stefanello, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Seja na adolescência ou na vida adulta, a acne é uma doença que afeta muita gente. Sabemos que essas lesões são muito comuns em peles oleosa e mista por conta do excesso de sebo e de alguns fatores hormonais. Mas, além disso, existe outro motivo que pode causar o problema, como é o caso da acne fúngica - você já ouviu falar? O DermaClub entrevistou a dermatologista Betina Stefanello, do Rio de Janeiro, que esclareceu as causas e maneiras de tratar e prevenir essa complicação.

O que é acne fúngica? Qual é a diferença dela para a comum?

De acordo com a médica, a acne fúngica é um tipo de acne que gera lesões semelhantes à vulgar - aquela mais comum que aparece em quem tem a pele oleosa -, só que as espinhas surgem por conta de um fungo ao invés das bactérias. “Geralmente, a fúngica não tem pústula, aquela típica espinha com pus, ela é formada por pequenas pápulas (bolinhas) que criam uma textura irregular e podem coçar às vezes”, explicou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Quais são as causas desse tipo de acne?

O maior causador dessa acne é o fungo, chamado Malassezia, presente na pele de 90% da população. “Quem desenvolve esse tipo de problema, normalmente possui predisposição genética, excesso de oleosidade - já que o aumento da proliferação de fungos acontece com o aumento da produção de sebo - ou pelo uso de alguns produtos”, listou.

Acne fúngica tem cura? Como podemos tratar?

Como o Malassezia é um fungo naturalmente presente na pele de muita gente, esse tipo de acne não tem cura, mas existe tratamento. A Drª Betina contou que a terapia pode ser feita com produtos e remédios antifúngicos recomendados pelo seu dermatologista.

É possível prevenir esse problema? De que maneira?

Sim, é possível prevenir a acne fúngica praticando hábitos bem simples e saudáveis no nosso dia a dia: “Temos que manter uma alimentação saudável, seguir uma rotina de cuidados com a pele, manter a oleosidade sob controle e cuidar bem dos cabelos, já que é o local onde os fungos mais se proliferam”, recomendou. Outra medida muito importante é a visita regular ao dermatologista, tanto para controlar o fungo, quanto para acompanhar o tratamento da doença.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 28 de Maio de 2019
Modificada em: 09 de Julho de 2019

Dra. Betina Stefanello

Palavra do Dermatologista

Dra. Betina Stefanello

CRM: 52-913715

Médica graduada pela Universidade Federal De Santa Catarina, pós-graduação em dermatologia pelo Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay Da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Título de especialista de dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD. Internship in Skin Cancer in Santa Maria Nuova Reggio Emilia e dermatology in Hôpital L’arche in Nice. Chefe do setor de Cosmiatria do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Sócia da Clínica de Dermatologia Les Peaux no Rio de Janeiro. Autora de diversos artigos e capítulos de livro na área de Cosmiatria.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Dermatologista

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Dermatologista

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Dermatologista

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Dermatologista

Dermatite atópica pode agravar-se com o estresse? Dermatologista explica a piora das crises

Dermatite atópica pode agravar-se com o estresse? Dermatologista explica a piora das crises

Dermatologista

Mancha branca na pele: o que pode ser? Dermatologista lista as causas da descoloração

Mancha branca na pele: o que pode ser? Dermatologista lista as causas da descoloração

Dermatologista

Últimas Matérias

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena Retinol B3 de La Roche-Posay: o primeiro retinol em sérum adaptado para peles sensíveis 5 práticas de self-care que deixam a pele mais bonita Quarentena e crianças: psicóloga explica como o estresse pode impactá-las e como lidar com temas difíceis Ansiedade e sedentarismo em casa: da yoga à meditação, veja ideias para movimentar corpo e mente na quarentena Rotina de skincare para homens: como cuidar corretamente da pele masculina
Ver mais